Final Encouragements for 2016

coach_JoelFamilyWeb

By Joel Comiskey

We’ve come to the end of another year of blogging. We will start blogging again on January 09, 2017. We are thankful that we now have 25,000 people receiving the blogs daily in their email. God has truly blessed this ministry.

I wanted to express my sincere appreciation for all those who have blogged on JCG throughout 2016. Special thanks to our regular bloggers: Rob Campbell, Steve Cordle,  Mario Vega, Jeff Tunnell, Bill Mellinger, Daphne Kirk, and Robert Lay.

I am very grateful for those who have been working behind the scenes by faithfully translating each blog. Our translators are: Abdias Galvis & Evelyn de Guély (Spanish blog), Beatriz Fabretti & Tamara Soares (Portuguese blog), and Christian Jeong (Korean blog). We at JCG really appreciate their time and commitment, which allows the blog to reach many more people.

We look forward to resourcing the worldwide cell church movement in 2017 through the JCG blogs and resources. We look forward to sending to you the next blogs on January 09, 2017.

Have a blessed time with family and friends this Christmas as you celebrate Christ’s birth.

God bless,

Joel

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Últimos encorajamentos para 2016

Por Joel Comiskey

Chegamos ao final de mais um ano de blog. Nós voltaremos a postar os blogs em 9 de janeiro de 2017. Somos gratos pois agora temos 25.000 pessoas recebendo os blogs diariamente em seus e-mails. Deus verdadeiramente abençoou esse ministério.

Eu gostaria de expressar meu sincero apreço por todos aqueles que escreveram no blog Joel Comiskey Group durante o ano de 2016. Um agradecimento especial aos nossos blogueiros frequentes: Jeff Tunnell, Bill Mellinger, Daphne Kirk, Rob Campbell, Steve Cordle,  Mario Vega, e Robert Lay.

Sou muito grato por aqueles que tem trabalhado nos bastidores, traduzindo fielmente cada blog. Nossos tradutores são: Abdias Galvis e Evelyn de Guély (blog em espanhol), Beatriz Fabretti e Tamara Soares (blog em português), e Christian Jeong (blog em coreano). Nós do Joel Comiskey Group realmente agradecemos pelo seu tempo e compromisso, o que permite que o blog atinja muito mais pessoas. 

Nós procuramos capacitar o movimento da igreja em células ao redor do mundo em 2017, através dos blogs e dos recursos do Joel Comiskey Group. Estamos ansiosos para enviar-lhes os próximos blogs, em 09 de janeiro de 2017.

Tenham um tempo abençoado com suas famílias e amigos neste Natal, enquanto vocês comemoram o nascimento de Cristo.

Deus abençoe,

Joel

Spanish blog:

Últimos ánimos para el 2016

Por Joel Comiskey

Hemos llegado al final de otro año de blogs. Comenzaremos con los blogs nuevamente el 09 de enero del 2017. Estamos agradecidos de que ahora tenemos 25.000 personas que reciben los blogs diariamente en su correo electrónico. Dios realmente ha bendecido este ministerio.

Quiero expresar mi sincero aprecio a todos aquellos que han colaborado con los blogs en JCG a lo largo del 2016. Quiero expresar un especial agradecimiento a nuestros escritores regulares de los blogs: Rob Campbell, Steve Cordle,  Mario Vega, Jeff Tunnell, Bill Mellinger, Daphne Kirk, y Robert Lay.

Estoy muy agradecido por aquellos que han estado trabajando traduciendo fielmente cada blog. Nuestros traductores son: Abdias Galvis y Evelyn de Guély (blog en español), Beatriz Fabretti  y Tamara Soares (blog portugués) y Christian Jeong (blog coreano). En JCG realmente apreciamos su tiempo y compromiso, lo que permite que el blog llegue a muchas más personas.

Esperamos con ansias recurrir al movimiento mundial de las iglesias celulares en el 2017 a través de los blogs y recursos de JCG. Esperamos poder enviarles los próximos blogs el 09 de enero del 2017.

Reciban un tiempo de gran bendición con su familia y amigos en esta Navidad mientras celebran el nacimiento de Cristo.

Dios les Bendiga,

Joel

Dispelling the Dark Days of Christmas

coaches-rob3Web

By Pastor Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

The Christmas season can be a difficult time for many people.  Some are experiencing dark days of disappointment.  They connect with the words of Job: “I waited for the light, but darkness fell.”  Others are consumed by dark days of doubt.  As the gospel writer John proclaims, “If you walk in the darkness, you cannot see where you are going.”  We have all experienced that reality, have we not?  Still, others are experiencing dark days of depression.  They resonate with the words of the Psalmist, “Lover, friend, acquaintance…all are gone.

There is only darkness everywhere.”  If you are experiencing disappointment, doubt, or depression, then I am truly sorry.  These emotions are common to people all over the world.  Be reminded that God loves you exactly where you are today…period.  He does not condemn you.  He loves you.

Now, let me offer a few words of encouragement after reading the title of this article.  Christmas means that you don’t have to live in the dark.  Here’s why.  Think of the vast array of characters that make up the Christmas story.  You have Elizabeth, Zechariah, John the Baptist, the Innkeeper, Shepherds, Wise Men, King Herod, the Griswold’s (just making sure you are reading intently!), Simeon, Anna, the angel Gabriel, Mary, and Joseph.  Now, enter the STAR of Christmas…the Christ child who is Jesus (“The Lord Saves”).  Later in his earthly ministry, Jesus said: “I have come as a Light to shine in this dark world, so that all who put their trust in me will no longer wander in darkness.”

Light is a major theme in the Bible.  “God is Light, and in Him, there is no darkness at all.”  The first command that God gave at creation was “let there be light.”  At the first Christmas, there was a brilliant star that the Wise Men followed from the East.  Surely, many other people saw that bright light but didn’t investigate it any further.  You see, it’s one thing to know there is a light in the world.  It’s another thing to FOLLOW the light.

May this Christmas, we join the Old Testament character, Samuel.  “You Lord, are my light; you dispel my darkness.”  A choice exists.  We can live in discontent or live in the light.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Dissipando os Dias Escuros do Natal

Por Pastor Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

A época do Natal pode ser um momento difícil para muitas pessoas. Algumas estão experimentando dias escuros de desapontamento. Elas se conectam com as palavras de Jó: “Quando eu procurava luz, vieram trevas”. Outras pessoas são consumidas por dias sombrios de dúvida. Como o escritor do evangelho João proclama: “Se você anda na escuridão, não pode ver para onde está indo”. Todos nós já experimentamos essa realidade, não é mesmo? Ainda assim, outros estão experimentando dias escuros da depressão. Eles ressoam com as palavras do salmista: “Amante, amigo, conhecido… todos se foram.

Só há escuridão por toda parte”. Se você está experimentando desapontamento, dúvida ou depressão, então eu realmente sinto muito. Essas emoções são comuns para pessoas em todo o mundo. Lembre-se de que Deus te ama exatamente onde você está hoje… ponto final. Ele não te condena. Ele te ama.

Agora, deixe-me oferecer algumas palavras de encorajamento depois de ler o título deste artigo. O Natal significa que você não tem que viver no escuro. Aqui está o porquê. Pense na vasta gama de personagens que compõem a história do Natal. Você tem Isabel, Zacarias, João Batista, o dono da estalagem, Pastores, Sábios (Reis Magos), o Rei Herodes, os Griswolds (apenas checando se você está lendo atentamente!), Simeão, Ana, o anjo Gabriel, Maria e José. Agora, entra a ESTRELA do Natal… a criança de Cristo que é Jesus (“O Senhor Salva”). Mais tarde, em seu ministério terreno, Jesus disse: “Eu vim como uma Luz para brilhar neste mundo escuro, para que todos os que confiam em mim não mais vagueiem na escuridão”.

A luz é um tema importante na Bíblia. “Deus é luz; nele não há treva alguma”. O primeiro comando que Deus deu na criação foi “que haja luz”. No primeiro Natal, havia uma estrela brilhante que os Sábios seguiram do Leste. Certamente, muitas outras pessoas viram essa luz brilhante, mas não a investigaram a fundo. Você vê, uma coisa é saber que há uma luz no mundo. Outra coisa é SEGUIR a luz.

Que neste Natal, nos unamos ao personagem do Velho Testamento, Samuel. “Tu, Senhor, és a minha luz; o Senhor dissipa minha escuridão”. Existe uma escolha. Nós podemos viver em descontentamento ou viver na luz.

Spanish blog:

Disipando los días oscuros de la Navidad

Por el Pastor Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

La temporada Navideña puede ser un momento difícil para muchas personas. Algunos están experimentando días oscuros de decepción. Se conectan con las palabras de Job: “Esperé la luz, pero la oscuridad cayó”. Otros son consumidos por días oscuros de duda. Como el evangelista Juan proclama: “Si andas en la oscuridad, no puedes ver a dónde vas”. Todos hemos experimentado esa realidad, ¿no? Sin embargo, otros están experimentando días oscuros de depresión. Ellos resonan con las palabras del salmista: “Amante, amigo, conocido … todos se han ido”.

Sólo hay oscuridad en todas partes. “Si estás experimentando decepción, duda o depresión, entonces realmente lo siento. Estas emociones son comunes a la gente de todo el mundo. Recuerda que Dios te ama exactamente donde estás hoy. Él no te condena. Él te ama.

Ahora, permítanme ofrecer unas palabras de aliento después de leer el título de este artículo. La navidad significa que no tienes que vivir en la oscuridad. Este es el por qué. Piense en la gran variedad de personajes que componen la historia de Navidad. Tú tienes a Elizabeth, a Zacarías, a Juan el Bautista, al Posadero, a los Pastores, a los Sabios, al Rey Herodes, (solo asegurándome que estás leyendo con atención), a Simeón, a Ana, al ángel Gabriel, a María y a José. Ahora, entra en la ESTRELLA de la Navidad … el niño de Cristo que es Jesús (“El Señor Salva”). Más tarde, en su ministerio terrenal, Jesús dijo: “He venido como una Luz a brillar en este mundo oscuro, para que todos los que depositen su confianza en mí no vayan más en la oscuridad”.

La luz es el más tema importante en la Biblia. “Dios es Luz, y en Él no hay oscuridad en absoluto”. El primer mandamiento que Dios dio en la creación fue “hágase la luz”. En la primera Navidad, hubo una estrella brillante que los Sabios siguieron desde el Este. Seguramente, muchas otras personas vieron esa luz brillante pero no la investigaron más. Verás, es una cosa saber que hay una luz en el mundo. Es otra cosa SIGUIENDO la luz.

Que esta Navidad, nos unamos al personaje del Antiguo Testamento, Samuel. “Tú, Señor, eres mi luz; Disipas mi oscuridad “. Existe una elección. Podemos vivir en el descontento o vivir en la luz.

Rob

The Air of Encouragement

coaches_jeffTun2011

By Jeff Tunnell

Pastors, your cell leaders work hard all year long to reach the lost, disciple the saved, and advance the Kingdom of God.  Most of them have full-time work  each week and anticipate their added weekly service to the King of kings by volunteering their time and energy to this labor of love.

Purposeful honoring of cell leaders, beyond using words, is a wonderful privilege.  From simple to elaborate gatherings, spending focused time celebrating the faithful work of cell leaders brings refreshing and encouragement for everyone.  Sincere appreciation is the fuel that powers the vehicle of cell ministries.  Use small gifts, thank you cards, and a meal together where the cell leaders have no responsibility to perform tasks of any sort – a night off with co-laborers.  Review the year with pictures, statistics of goals achieved, and a short message from an inspiring individual who understands the vision of cell ministry.

Encouraging cell leaders is a pastor’s privilege, not a duty.  It is a responsibility of leadership.  It should be understood that if a cell pastor neglects this responsibility he/she, along with the cell leaders, will soon become discouraged and quit.

Encouragement is like air; none of us live long without it!

Jeff

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Ar do Encorajamento

Por Jeff Tunnell

Pastores, seus líderes de célula trabalham duro durante todo o ano para alcançar os perdidos, discipular os salvos e avançar o Reino de Deus. A maioria deles trabalham tempo integral a semana inteira e antecipam o seu serviço semanal adicional ao Rei dos reis, oferecendo seu tempo e energia para este trabalho de amor.

Honrar de propósito os líderes de célula, além de usar palavras, é um privilégio maravilhoso. Desde encontros simples a elaborados, investir um tempo focado celebrando o trabalho fiel dos líderes de célula traz um encorajamento refrescante para todos. A apreciação sincera é o combustível que alimenta o veículo dos ministérios celulares. Use pequenos presentes, cartões de agradecimento e uma refeição juntos, onde os líderes de célula não tenham responsabilidade alguma de executar tarefas de qualquer tipo – uma noite de folga com colegas de trabalho. Reveja o ano com fotos, estatísticas de metas alcançadas e uma mensagem curta de um indivíduo inspirador que entende a visão do ministério celular.

Encorajar os líderes de célula é um privilégio do pastor, não um dever. É uma responsabilidade da liderança. Deve ser entendido que se um pastor(a) de células negligencia esta responsabilidade, ele(a) e os líderes de célula em breve ficarão desanimados e desistirão.

O encorajamento é como o ar; nenhum de nós vive muito sem ele!

Jeff

Spanish blog:

El aire estimulante

Por Jeff Tunnell

Pastores, tus líderes celulares trabajan duro durante todo el año para alcanzar a los perdidos, discipular a los salvos y avanzar al Reino de Dios. La mayoría de ellos tienen trabajo a tiempo completo cada semana y tienen su servicio semanal para el Rey de reyes ofreciendo su tiempo y energía a este trabajo de amor.

El honrado propósito de los líderes celulares, más allá del uso de palabras, es un privilegio maravilloso. De simples a reuniones elaboradas, dedicando el tiempo enfocado que celebra el trabajo fiel de los líderes de la célula trae la restauración y el estímulo para cada uno. El aprecio sincero es el combustible que impulsa el vehículo de los ministerios celulares. Utilice pequeños regalos, tarjetas de agradecimiento, y una comida juntos donde los líderes celulares no tienen responsabilidad de realizar tareas de cualquier tipo – una noche de descanso con compañeros de trabajo. Repase el año con imágenes, estadísticas de los objetivos alcanzados y un breve mensaje de una persona inspiradora que entiende la visión del ministerio celular.

Animar a los líderes celulares es un privilegio de pastor, no un deber. Es una responsabilidad de liderazgo. Debe entenderse que, si un pastor celular descuida esta responsabilidad, él, junto con los líderes celulares, pronto se desanimarán y dejarán de hacerlo.

El estímulo es como el aire; Ninguno de nosotros vive mucho tiempo sin ello.

Jeff

Special Delivery Appreciation

coaches_steveCordleCropped

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Although every leaders needs encouragement, people differ in the ways they best receive that encouragement.

For example, if you asked all cell leaders to appear up front at a weekend service so they could receive an award for their service while the congregation showed its appreciation with applause, the public recognition would cause some leaders to beam and others to cringe with embarrassment.

So, when planning leader appreciation, consider a variety of options: public and private; concrete and verbal; and so on.

Some appreciate a hand-written note or card. Others like the pastor to spend some time visiting with them. Some like gifts. (Though I prefer not to give gift cards or cash, because it fixes a numeric value to what they do, and it will never reflect the true value of what a leader does.)

Last year our church held a leader appreciation lunch after service at which we showed a video of various group members sharing ways their leader helped them grow spiritually and the impact they had. Each leader leaned in to hear what kind words would be said about them, and the cumulative effect of one member after another describing the impact of their leaders created a sense of the importance of cell group.

It is also helpful to avoid mixing training with appreciation; although they are both vital, mixing them dilutes both.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Entrega Especial de Apreciação

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Embora todos os líderes necessitem de encorajamento, as pessoas diferem na forma como recebem melhor esse encorajamento.

Por exemplo, se você pedisse a todos os líderes de célula para irem à frente em um culto para que eles pudessem receber um prêmio por seu serviço enquanto a congregação demonstrasse seu apreço com aplausos, o reconhecimento público faria alguns líderes ficarem radiantes, enquanto outros se encolheriam com constrangimento.

Assim, ao planejar a valorização do líder, considere uma variedade de opções: público e privado; concreto e verbal; e assim por diante.

Alguns apreciam uma nota ou um cartão escrito à mão. Outros gostam que o pastor passe algum tempo visitando as pessoas com eles. Alguns gostam de presentes (embora eu prefira não dar cartões de presente ou dinheiro, porque isso fixa um valor numérico para o que eles fazem e nunca vai refletir o verdadeiro valor do que um líder faz).

No ano passado, a nossa igreja realizou um almoço de apreciação dos líderes após o culto, no qual mostramos um vídeo em que vários membros das células compartilhavam as maneiras que seu líder os ajudou a crescer espiritualmente e o impacto que eles tiveram. Cada líder se inclinou para ouvir quais palavras gentis seriam ditas sobre eles, e o efeito cumulativo de um membro após outro descrevendo o impacto de seus líderes criou um senso de importância da célula.

Também é útil evitar misturar treinamento com apreciação; embora ambos sejam vitais, misturá-los dilui cada um deles.

Spanish blog: 

Entrega especial de apreciación

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Aunque todos los líderes necesitan estímulo, la gente difiere en la forma en que mejor reciben ese estímulo.

Por ejemplo, si usted pide a todos los líderes celulares que asistan a un servicio de fin de semana para que pudieran recibir un premio por su servicio mientras la congregación muestra su agradecimiento con aplausos, el reconocimiento público haría que algunos líderes se desplomaran y otros se encogieran de vergüenza.

Por lo tanto, al planificar la apreciación del líder, considere una variedad de opciones: públicas y privadas; Concretas y verbales; y así sucesivamente.

Algunos aprecian una nota escrita a mano o una tarjeta. Otros como el pastor pasar algún tiempo visitando con ellos. Algunos les gustan los regalos. (Aunque prefiero no dar tarjetas de regalo o efectivo, porque fija un valor numérico a lo que hacen, y nunca reflejará el verdadero valor de lo que hace un líder).

El año pasado nuestra iglesia llevó a cabo un almuerzo para el aprecio del líder después del servicio en el cual mostró un vídeo de varios miembros del grupo que compartían maneras que su líder les ayudó a crecer espiritualmente y el impacto que tenían. Cada líder se inclinó para escuchar qué amables palabras se dirían acerca de ellos, y el efecto acumulativo de un miembro tras otro describiendo el impacto de sus líderes que creó un sentido de importancia al grupo celular.

También es útil evitar mezclar el entrenamiento con el aprecio; Aunque ambos son vitales, mezclándolos diluyen ambos.

Steve

Who Is Beside You?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Pastor Bill Mellinger, Crestline First Baptist;  www.crestlinefbc.com

In 1 Thessalonians 5:11, we are challenged to “encourage one another and build each other up.” In verse 12 “to acknowledge those who work hard among you.” Then in verse 14, we are urged to  “encourage the disheartened.” Literally, the word for encourage is to call to one’s side. Sometimes it is actually translated to plead with someone like when Jairus pleaded with Jesus to heal his daughter. Jesus uses the word in his blessing for those who mourn in “for they will be comforted” (Matthew 5:4). The strength of encouragement is in the act of coming alongside of another. I think that one of the strengths of the cell structure is that we are constantly calling people to our side.

When I am coaching my cell leaders, I want to come by their side and encourage them personally and in their work. One question I ask every time we meet is how I can help them. I listen to the good things that are happening in their cells and I listen to their challenges. I don’t try to give them advice, instead I want stand at their side and encourage what they are doing. The best way I can do this is to pray with them and for them.

As we near the end of the year, we are thinking about the coming of the Jesus our Messiah who came to be with us. He is God with us. When Jesus ascended to Heaven, he told us that he was sending the Holy Spirit to come alongside of us. The Comforter, the encourager, is with us and helps us to serve the Lord and one another. God the Spirit calls us to his side and then encourage us to call people to our side. This should be the work we do when we are coaching; when we are meeting in a cell; when we are ministering to someone who does not yet know Christ.

When our second son began playing soccer, he was more concerned with the other players than he was with scoring. More than once, a player from the other team would fall to the ground and instead of taking advantage of the moment, he would stop and help the other child to his feet. He understood the role of calling someone to his side. For the strongly competitive, he would have been ridiculed. I like the picture I see of him assisting even a competitor. This is the work we are to do for our cell leaders. Maybe our best coaching is a hug and a prayer at another’s side. What do you think?

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Quem está ao seu lado?

Por Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

Em 1Tessalonicenses 5:11, nós somos desafiados a “encorajar uns aos outros e edificar uns aos outros”. No verso 12 diz para “ter consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês”. E no verso 14, somos exortados a “encorajar os desanimados”. Literalmente, a palavra “encorajar” é chamar para perto. Na verdade, algumas vezes ela é traduzida como “implorar para alguém”, como quando Jairo implorou para Jesus curar sua filha. A força do encorajamento está no ato de chamar para perto. Jesus usa a palavra em sua bênção para aqueles que choram “porque eles serão consolados” (Mateus 5: 4). Eu acredito que um dos fortes da estrutura celular é que nós estamos constantemente chamando as pessoas para perto de nós.

Quando eu treino meus líderes de célula, eu quero estar ao lado deles e encorajá-los pessoalmente em seus trabalhos. Uma pergunta que eu faço toda vez que nós encontramos é “como eu posso ajudá-los”. Eu ouço sobre as coisas boas que estão acontecendo em suas células e escuto seus desafios. Eu não tento dar conselhos á eles, ao invés disso eu desejo estar ao lado deles e encorajar aquilo que eles estão fazendo. A melhor maneira que eu posso fazer isso é orar com eles e por eles.

Como estamos próximos do fim do ano, nós estamos pensando sobre a vinda de Jesus, nosso Messias, que veio para nós. Ele é Deus conosco. Quando Jesus ascendeu ao céu, Ele nos disse que enviaria o Espírito Santo para ficar ao nosso lado. O Consolador, o Encorajador, está conosco e nos ajuda a servir o Senhor e uns aos outros. O Espírito de Deus nos chama para perto e então nos encoraja a chamarmos pessoas para perto de nós. Este deve ser o trabalho que fazemos quando estamos treinando; quando nos reunimos em uma célula; quando estamos ministrando alguém que ainda não conhece Cristo.

Quando o nosso segundo filho começou a jogar futebol, ele se preocupava mais com os outros jogadores do que com a pontuação. Mais de uma vez, um jogador do outro time caía no chão e, ao invés de tirar vantagem do momento, ele parava e ajudava a outra criança. Ele entendeu a função de trazer alguém para perto. Para alguém muito competitivo, ele teria sido ridicularizado. Eu gosto da imagem que tenho dele ajudando até mesmo um competidor. Este é o trabalho que devemos fazer com os nossos líderes de células. Talvez o nosso melhor treino seja um abraço e uma oração ao lado de outro. O que você acha?

Spanish blog:

¿Quién está a tu lado?

Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

En 1 Tesalonicenses 5:11, nos desafían a “animarnos unos a otros y edificaos los unos a otros”. En el versículo 12 “para reconocer a los que trabajan duro entre ustedes”. Luego, en el versículo 14, se nos insta a “animar a los desanimados”. Literalmente, la palabra para animar es llamar a un lado. A veces se traduce realmente para abogar con alguien como cuando Jairo le rogó a Jesús que sanara a su hija. Jesús usa la palabra en su bendición para los que lloran “porque ellos serán consolados” (Mateo 5: 4). La fuerza del estímulo está en el acto de venir al lado de otro. Creo que una de las fortalezas de la estructura celular es que estamos constantemente llamando a la gente a nuestro lado.

Cuando estoy entrenando a los líderes de mi célula, quiero estar a su lado y animarlos personalmente y en su trabajo. Una pregunta que hago cada vez que nos reunimos es cómo puedo ayudarlos. Escucho las cosas buenas que están sucediendo en sus células y escucha sus desafíos. No trate de darles consejos, sino que quiero estar a su lado y animar a lo que están haciendo. La mejor manera que puedo hacer esto es orar con ellos y por ellos.

Al acercarnos al final del año, estamos pensando en la venida del Jesús nuestro Mesías que vino a estar con nosotros. Él es Dios con nosotros. Cuando Jesús subió al Cielo, nos dijo que estaba enviando al Espíritu Santo para que viniera al lado de nosotros. El Consolador, el animador, está con nosotros y nos ayuda a servir al Señor y a los demás. Dios el Espíritu nos llama a su lado y nos anima a llamar a la gente a nuestro lado. Este debe ser el trabajo que hacemos cuando estamos entrenando; Cuando nos encontramos en una célula; Cuando estamos ministrando a alguien que aún no conoce a Cristo.

Cuando nuestro segundo hijo comenzó a jugar al fútbol, ​​estaba más preocupado con los otros jugadores que con anotar el gol. Más de una vez, un jugador del otro equipo cayó al suelo y en lugar de aprovechar el momento, se detuvo y ayudó al otro niño a ponerse en pie. Comprendía el papel de llamar a alguien a su lado. Para el fuertemente competitivo, habría sido ridiculizado. Me gusta la imagen que veo de él ayudando incluso a un competidor. Este es el trabajo que debemos hacer para nuestros líderes celulares. Tal vez nuestro mejor entrenamiento sea un abrazo y una oración al lado de otro. ¿Qué piensas?

Bill

Help our Leaders Breathe

coaches_steveCordleCropped

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Leading a group can be draining. It may not be physically tiring, but a group leader who cares will be wrestling with their peoples’ struggles, praying for their spiritual advancement, and reaching out to unreached people. They are involved in spiritual warfare. It gets tiring.

There is a reason the Apostle Paul wrote, Let us not become weary in doing good, for at the proper time we will reap a harvest if we do not give up (Gal 6:9)

We can help our leaders not give up by showing appreciation for them.

It is said that appreciation is oxygen for the soul. We can’t go on without it.   Are your leaders breathing well?

Whether they realize it or not, leaders need someone to tell them they are making a difference. Nobody keeps exerting themselves when they are convinced it will make no difference if they stop. (That’s why Paul says “we will reap a harvest.”) Appreciation communicates loudly and clearly: “What you are doing is making an impact.”

Leaders need appreciation from two sources: their group members and their pastor(s).

If you are a pastor, consider how you might show appreciation directly to your leaders. But beyond that, what could you do to prompt group members to express gratitude to their leader?

Any effort you spend in appreciation will pay off in the health and resilience of your leaders.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Ajude Nossos Líderes a Respirar

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Liderar uma célula pode ser desgastante. Pode não ser fisicamente cansativo, mas os líderes de um grupo que se importam estarão lutando as lutas do seu povo, orando por seu avanço espiritual, alcançando as pessoas não alcançadas. Eles estão envolvidos numa guerra espiritual. Fica cansativo.

Há uma razão para que o apóstolo Paulo tenha escrito: “Não nos cansemos de fazer o bem, porque no tempo certo colheremos, se não desistirmos” (Gálatas 6:9 NVI).

Podemos ajudar nossos líderes a não desistirem, mostrando apreço por eles.

Diz-se que a valorização é o oxigênio para a alma. Não podemos continuar sem ela. Seus líderes estão respirando bem?

Quer os líderes consigam reconhecer ou não, eles precisam de alguém para dizer-lhes que estão fazendo a diferença. Ninguém se empenha quando está convencido de que não fará diferença se parar (é por isso que Paulo diz “nós colheremos”). A valorização comunica em alto e bom tom: “O que você está fazendo causa um impacto”.

Os líderes precisam de valorização de duas fontes: seus membros de célula e de seu (s) pastor (es).

Se você é um pastor, considere uma forma possível de mostrar valorização aos seus líderes. Mas além disso, o que você poderia fazer para levar os membros da célula a expressarem gratidão ao seu líder?

Qualquer esforço que você faz em valorização vai render a saúde e a resiliência de seus líderes.

Spanish blog:

Ayudar a nuestros líderes a respirar

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Dirigir un grupo puede ser agotador. Puede que no sea físicamente agotador, pero los líderes de grupo que se preocupan luchan con las luchas de sus miembros, orando por su progreso espiritual, llegando a las personas no alcanzadas. Están involucrados en la guerra espiritual. Puede ser agotador.

Hay una razón que el apóstol Pablo escribió: No nos cansemos, pues, de hacer bien; porque a su tiempo segaremos, si no desmayamos.  (Gálatas 6: 9)

Podemos ayudar a nuestros líderes a no darse por vencido mostrando su aprecio por ellos.

Se dice que la apreciación es oxígeno para el alma. No podemos seguir sin ella. ¿Están tus líderes respirando bien?

Sea que se den cuenta de ello o no, los líderes necesitan que alguien les diga que están haciendo la diferencia. Nadie se mantiene ejerciendo cuando está convencido de que no hará ninguna diferencia si se detienen. (Es por eso que Pablo dice “cosecharemos una cosecha”) El aprecio se comunica en voz alta y clara: “Lo que estás haciendo está haciendo un impacto”.

Los líderes necesitan aprecio de dos fuentes: sus miembros y su pastor (s).

Si usted es un pastor, considere cómo puede mostrar agradecimiento directamente a sus líderes. Pero más allá de eso, ¿qué podría hacer para que los miembros del grupo expresen su gratitud a su líder?

Cualquier esfuerzo que usted gaste en la apreciación pagará con la salud y la resistencia de sus líderes.

Steve

Encouraging cell leaders

coach_mario2016speakingBy Mario Vega, www.elim.org.sv

Discouragement has no relation to spirituality. Even the most spiritual people can experience mood swings. We have no doubt about Elijah’s spirituality; however, he suffered a depression that led him to wish his own death. And this happened just after making fire come down from the sky. Sometimes  discouragement can come after a great victory.

In his search for death, the Lord revealed himself to Elijah, showing him that he was not alone. There were another seven thousand who remained faithful to the Lord. However, Elijah knew nothing about them. The prophet had not received a word of encouragement from any of those seven thousand. They probably thought Elijah did not need them. But, Elijah was as human as anyone and needed the encouragement we owe to each other.

History shows us how important it is to encourage people, which can make the difference between passionate dedication and discouragement. A person who is not encouraged can reach a situation of spiritual and emotional depression. A few words of encouragement, sincere thankfulness, a pat on the shoulder, an expression of appreciation can do a lot of good to cell leaders.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Encorajando os Líderes de Célula

Por Mario Vega

O desânimo não tem relação com a espiritualidade. Mesmo as pessoas mais espirituais podem experimentar mudanças de humor. Nós não temos dúvidas sobre a espiritualidade de Elias. Entretanto, ele sofreu uma depressão que o levou a desejar sua própria morte. E isso aconteceu logo depois de fazer fogo descer do céu. Às vezes o desânimo pode vir depois de uma grande vitória.

Em sua busca pela morte, o Senhor revelou-se a Elias, mostrando-lhe que ele não estava sozinho. Havia outros sete mil que permaneceram fiéis ao Senhor. Contudo, Elias não sabia nada sobre eles. O profeta não recebeu palavra alguma de encorajamento de nenhum desses sete mil. Eles provavelmente pensavam que Elias não precisava deles. Todavia, Elias era tão humano como qualquer Pietra pessoa e precisava do estímulo que devemos dar uns aos outros.

A história nos mostra como é importante encorajar as pessoas, o que pode fazer a diferença entre a dedicação apaixonada e o desânimo. Uma pessoa que não é encorajada pode atingir uma situação de depressão espiritual e emocional. Algumas palavras de encorajamento, agradecimento sincero, um tapinha no ombro e uma expressão de apreciação pode fazer muito bem para os líderes de célula.

Spanish blog:

Alentando a los líderes de células

por Mario Vega, www.elim.org.sv

El desánimo no tiene relación con la espiritualidad. Aún las personas más espirituales pueden experimentar caídas de ánimo. No tenemos dudas de la espiritualidad de Elías; no obstante, él sufrió una depresión que le llevó a desear la muerte. Eso ocurrió justo después de hacer descender fuego del cielo; algunas veces el desánimo puede llegar después de una gran victoria.

En su búsqueda de la muerte, el Señor se reveló a él  y le dijo que no estaba solo. Había otros siete mil que seguían siendo fieles al Señor. No obstante, Elías no sabía nada de ellos. El profeta no había recibido una palabra de aliento de ninguno de esos siete mil. Probablemente ellos pensaban que Elías no las necesitaba. Pero, Elías era tan humano como cualquiera y necesitaba el aliento que nos debemos los unos a los otros.

La historia nos muestra lo importante que es el alentar a las personas, eso puede hacer la diferencia entre la dedicación apasionada y el desánimo. Una persona que no es alentada puede llegar a una situación de depresión espiritual y emocional. Unas pocas palabras de aliento, un agradecimiento sincero, unas palmadas al hombro, una expresión de aprecio pueden hacer mucho bien a los líderes de célula.

A Culture of Encouragement

coaches-rob3Web

By Pastor Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

In this day and time, it would be easy to choose being miserable.  Years ago, I ran across a list entitled “How to be Perfectly Miserable.”  I don’t know the origin of the list, but I do want to share it with you.  Here’s a few things you can do that will not only make you perfectly miserable but also keep you that way.

  • Think about yourself
  • Talk about yourself
  • Use the personal pronoun “I” as often as possible in your conversations
  • Mirror yourself continually in the opinion of others
  • Listen greedily to what people say about you
  • Insist on consideration and respect
  • Demand agreement with your own views on everything
  • Sulk if people are not grateful to you for favors shown them
  • Never forget a service you may have rendered
  • Expect to be appreciated
  • Be suspicious
  • Be sensitive to slights
  • Be jealous and envious
  • Never forget a criticism
  • Trust nobody but yourself.

A journeyman walking down a miserable path is inward focused.  He’s not others-centered.  One will never find himself until he focuses on the needs of others.

The scriptures proclaim, “Encourage one another.”  Cell gathering and cell life are incredible platforms for encouragement to flow.  God, indeed, is the “lifter of our head.”  How God wants to use you to lift up the head of your fellow cell members!

Comments?

Rob

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Uma Cultura de Encorajamento

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Nesse dia e nesse momento, seria fácil escolher ser miserável. Anos atrás, eu encontrei uma lista intitulada “Como Ser Perfeitamente Miserável.” Eu não conheço a origem da lista, mas eu quero compartilhá-la com você. Aqui vão algumas coisas que você pode fazer que não irão apenas fazê-lo perfeitamente miserável mas também irão mantê-lo assim.

  • Pense em si mesmo
  • Fale sobre si mesmo
  • Use o pronome pessoal “eu” o máximo possível nas suas conversações
  • Espelhe-se continuamente na opinião dos outros
  • Ouça avidamente ao que as pessoas dizem sobre você
  • Insista em consideração e respeito
  • Exija concordância com seus próprios pontos de vista sobre tudo
  • Emburre se as pessoas não estiverem gratas por seus favores prestados a elas
  • Nunca se esqueça de um serviço que você pode ter prestado
  • Espere ser apreciado
  • Seja desconfiado
  • Seja sensível a desvantagens
  • Seja ciumento e invejoso
  • Nunca se esqueça de uma crítica
  • Não confie em ninguém além de si mesmo.

Um trabalhador andando em um trajeto miserável é focado no interior. Ele não é centrado nos outros. Ninguém nunca o encontrará até que ele se foque nas necessidades dos outros.

As escrituras proclamam, “Encorajem uns aos outros.” A reunião e a vida da célula são plataformas incríveis para o encorajamento fluir. Deus, na verdade, é o “levantador das nossas cabeças”. O quão Deus quer te usar para levantar as cabeças dos seus companheiros membros de célula!

Comentários?

Rob

Spanish blog:

Una cultura de estímulo

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

En este día y tiempo, sería fácil elegir ser miserable. Hace años, me encontré con una lista titulada “Cómo ser perfectamente miserable”. No sé el origen de la lista, pero sí quiero compartirla contigo. Aquí hay algunas cosas que pueden no sólo hacerte perfectamente miserable, sino también mantenerte de esa manera.

  • Piensa en ti mismo
  • Habla de ti mismo
  • Utilice el pronombre personal “Yo” con la mayor frecuencia posible en sus conversaciones
  • Mirate continuamente en la opinión de los demás
  • Escucha con avidez lo que la gente dice de ti
  • Insiste en la consideración y respeto
  • Exige un acuerdo con sus propias opiniones, sobre todo
  • Enójate si la gente no agradece los favores que se les muestran
  • Nunca olvide un servicio que puede haber prestado
  • Espera ser apreciado
  • Desconfíe
  • Sea sensible a los desaires
  • Sea celoso y envidioso
  • Nunca olvides una crítica
  • Confía en nadie más que en ti mismo.

Un caminante que camina por un camino miserable está centrado en el interior. No está centrado en los demás. Uno nunca se encontrará asimismo hasta que se concentra en las necesidades de los demás.

Las escrituras proclaman: “Anímense los unos a otros” La reunión de las células y la vida celular son plataformas increíbles para el estímulo al flujo. Dios, de hecho, es el “levantador de nuestra cabeza”. ¡Cómo Dios quiere usarlo para levantar la cabeza de sus compañeros del grupo celular!

¿Comentarios?

Rob

Be a Fanatic for Encouragement

coach_JoelFamilyWeb

By Joel Comiskey

I love the phrase, “Be a fanatic for encouragement.” I’m not sure where the phrase originated, but I use it often and try to apply it in my own coaching of pastors and cell leaders.

We can’t encourage enough. Never think, “I don’t want to give this leader a big head, so I better withhold encouraging him or her.” Rather, pass on the encouragement. Don’t worry about the big head. Life will soon send the leader enough discouragements to quickly douse the excitement that your encouragement brings.

Encouragement is especially important in the last few weeks of the year when leaders are coming to the end of their faithful service all year. Always remember that the cell leaders and coaches are volunteers and one form of “payment” is through encouragement and reminding them their reward is in heaven.

Paul said to the Thessalonians, “Now we ask you, brothers and sisters, to acknowledge those who work hard among you, who care for you in the Lord and who admonish you. Hold them in the highest regard in love because of their work.” (1 Thessalonians 5:12-13). Paul is referring here to the house church leaders and perhaps to overseers of other house church leaders who were doing a great job. The early church  context applies directly to encouragement to modern day cell leaders and those who are coaching them.

Some leaders have been more fruitful than others, and it is right to esteem those who have multiplied and borne much fruit. Yet, all are worthy of encouragement for faithfully showing up, preparing the lessons each week, pastoring God’s flock, and attempting to make disciples who make disciples through cell ministry.

For the month of December, we will write ten blogs about fanatical encouragement. JCG will then take a three week break from blogging from December 18, 2016 to January 08, 2017. Here are the themes we’ll cover in December:

  • December 04-10. Importance of encouragement and why it’s oxygen to the soul. Scripture in 1 Thessalonians 5:12-13 speaks directly to house church leaders and overseers.
  • December 11-17. How to encourage leaders, overseers, and other pastors. Some leaders show their appreciation through verbal acknowledgement, cards, or even a special dinner. There are many ways to encourage, but the key is actually doing it. Those who have been very fruitful in their cell ministry should be especially esteemed without neglecting those who have labored without much fruit. In fact, sometimes, those who have not seen many results need to be encouraged more!

Have you discovered that encouragement is a key factor in your coaching? Your cell leadership? Share your experiences.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Seja um Fanático pelo Encorajamento

por Joel Comiskey

Eu amo a frase “seja um fanático pelo encorajamento”. Eu não tenho certeza de onde essa frase surgiu, mas eu a uso muitas vezes e tento aplicá-la no meu próprio treinamento de pastores e líderes de células.

Não podemos encorajar o suficiente. Nunca pense: “Eu não quero dar a este líder uma cabeça grande, então é melhor eu não encorajá-lo tanto”. Em vez disso, encoraje. Não se preocupe com a cabeça grande. A vida em breve dará ao líder desânimos suficientes para apagar rapidamente a emoção que o seu encorajamento traz.

O encorajamento é especialmente importante nas últimas semanas do ano, quando os líderes estão chegando ao fim de seu serviço fiel durante o ano todo. Lembre-se sempre que os líderes e treinadores são voluntários e uma forma de “pagamento” é através do encorajamento e lembrando-lhes que sua recompensa está no céu.

Paulo disse aos Tessalonicenses: “Agora lhes pedimos, irmãos, que tenham consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês, que os lideram no Senhor e os aconselham. Tenham-nos na mais alta estima, com amor, por causa do trabalho deles. Vivam em paz uns com os outros” (1 Tessalonicenses 5:12-13). Paulo está se referindo aqui aos líderes das igrejas domésticas e talvez aos supervisores de outros líderes de igrejas domésticas que estavam fazendo um ótimo trabalho. O contexto da Igreja Primitiva se aplica diretamente ao encorajamento aos líderes de células modernos e àqueles que estão treinando-os.

Alguns líderes têm sido mais frutíferos do que outros, e é correto estimar aqueles que multiplicaram e deram muito fruto. No entanto, todos são dignos de encorajamento por comparecer fielmente, preparar as lições toda semana, pastorear o rebanho de Deus e tentar fazer discípulos que fazem discípulos através do ministério celular.

Para o mês de dezembro, nós vamos escrever dez blogs sobre encorajar fanaticamente. Depois, o Joel Comiskey Group vai fazer uma pausa de três semanas no blog de 18 de dezembro de 2016 a 08 de janeiro de 2017. Se você gostaria de receber os blogs de dezembro por e-mail, clique aqui. Aqui estão os temas que vamos abordar em dezembro.

  • 04 a 10 de dezembro. A importância do encorajamento e porque ele é oxigênio para a alma. As Escrituras em 1 Tessalonicenses 5:12-13 falam diretamente aos líderes e supervisores da igreja doméstica.
  • 11 a 17 de dezembro. Como encorajar líderes, supervisores e outros pastores. Alguns líderes demonstram sua apreciação através de reconhecimento verbal, cartões, ou mesmo através de um jantar especial. Há muitas maneiras de encorajar, mas a chave é realmente fazer isso. Aqueles que têm sido muito frutíferos em seu ministério celular devem ser especialmente estimados sem negligenciar aqueles que trabalharam e não obtiveram muitos frutos. Na verdade, às vezes, aqueles que não tiveram muitos resultados precisam ser mais incentivados!

Você descobriu que o incentivo é um fator chave em seu treinamento? Em sua liderança celular? Compartilhe suas experiências aqui.

Spanish blog:

Se un fanático para animar

por Joel Comiskey

Me encanta la frase, “Se un fanático para animar.” No estoy seguro de dónde se originó la frase, pero la utilizo a menudo y trato de aplicarla en mi propia capacitación de pastores y lí­deres de células.

No podemos animar lo suficiente. Nunca pienses: “No quiero elogiar tanto a este líder, así que mejor no seguiré animándolo”. Más bien, pasaré por alto el estímulo. No te preocupes por elogiarlo demasiado. La vida pronto le enviará al líder suficientes desalientos para apagar rápidamente la emoción que tus ánimos le traen.

El estímulo es especialmente importante en las últimas semanas del año cuando los líderes están llegando al final de su fiel servicio durante todo el año. Recuerda siempre que los líderes de célula y los supervisores son voluntarios y una forma de “pago” es a través del ánimo que se les da y recordándoles que su recompensa está en el cielo.

Pablo les dijo a los Tesalonicenses: ” Hermanos, les pedimos que sean considerados con los que trabajan arduamente entre ustedes, y los guían y amonestan en el Señor. Ténganlos en alta estima, y ámenlos por el trabajo que hacen”. (1 Tesalonicenses 5: 12-13). Pablo se refiere aquí a los líderes de la iglesia de las casas y tal vez a los supervisores de otros líderes de la iglesia de las casas que estaban haciendo un gran trabajo. El contexto de la iglesia primitiva se aplica directamente al estímulo que se les debe dar a los líderes de las células modernas y a quienes los están supervisando.

Algunos líderes han sido más fructíferos que otros, y es justo estimar a aquellos que se han multiplicado y han dado mucho fruto. Sin embargo, todos son dignos de ser animados por presentarse fielmente, preparar las lecciones cada semana, pastorear el rebaño de Dios e intentar hacer discípulos que hagan discípulos a través del ministerio celular.

Durante el mes de diciembre, vamos a escribir diez blogs sobre ser fanáticos para animar. Luego JCG tomará un descanso de tres semanas para escribir los blogs, del 18 de diciembre de 2016 al 08 de enero de 2017. Si deseas recibir los blogs de diciembre en tu correo electrónico, haz clic aquí­. Estos son los temas que cubriremos en diciembre:

  • 04-10 de diciembre. La importancia de animar y por qué es el oxígeno para el alma. La Escritura en 1 Tesalonicenses 5: 12-13 habla directamente a los líderes de la iglesia de las casas y a los supervisores.
  • 11-17 de diciembre. Cómo animar a los líderes, supervisores y otros pastores. Algunos líderes muestran su aprecio a través de reconocimiento verbal, tarjetas, o incluso una cena especial. Hay muchas maneras de animar, pero la clave es realmente hacerlo. Aquellos que han sido muy fructíferos en su ministerio celular deben ser especialmente estimados sin descuidar a aquellos que han trabajado sin dar mucho fruto. ¡De hecho, a veces, aquellos que no han visto muchos resultados deben ser alentados aún más!

¿Has descubierto que el estímulo es un factor clave en tu supervisión? ¿En tu liderazgo celular? Comparte aquí.

God’s Work in the Cell

coach_mario2016speakingBy Mario Vega, www.elim.org.sv

The order of the cell meeting varies from church to church. The purpose of the order is to combine elements such as welcoming, worship, the word and testimony. But within those four great elements there is flexibility so that the Spirit of God can take control at any time.

I remember one of the first house meetings we held. I was facilitating the meeting. A sister began sharing about a serious health problem that prevented her from attending the celebration. As we listened to the description of her grievous illness, an elderly brother suddenly interrupted and authoritatively asked us to join hands to pray. He did not ask for permission and did not even look at me to do that action. But we all held hands and he directed the prayer. At the end, this sister had a glow on her face. She was renewed and very happy because she felt so much better.

At the next worship service this sister appeared in the building and never missed any more services. She became one of the church ‘s deaconesses. No doubt she had been supernaturally healed. That type of unplanned event is the Spirit’s work, and we need to allow him to work in the cell. Remember the gifts of Holy Spirit are bestowed upon His people and he wants to manifest his presence and power in the cell. That balance between following a cell order and space for the Spirit is the what we need to pursue in the cell.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O trabalho de Deus na Célula

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

A organização da reunião celular varia de igreja para igreja. O propósito da organização é combinar elementos como recepção, a adoração, a palavra e o testemunho. Mas dentro desses quatro grandes elementos há flexibilidade para que o Espírito de Deus possa assumir o controle a qualquer momento.

Lembro-me de uma das primeiras células que realizamos. Eu estava facilitando a reunião. Uma irmã começou a compartilhar sobre um grave problema de saúde que a impediu de participar do culto de celebração. Enquanto escutávamos a descrição de sua doença grave, um irmão idoso, de repente, a interrompeu e. com autoridade, pediu para darmos as mãos para orar. Ele não pediu permissão e nem sequer me olhou para fazer aquela ação. Mas todos nós seguramos as mãos e ele dirigiu a oração. No final, essa irmã tinha um brilho no rosto. Ela estava renovada e muito feliz porque se sentia muito melhor.

No culto seguinte, esta irmã foi á igreja e nunca mais perdeu nenhum culto. Ela se tornou uma diaconisa da igreja. Sem dúvida, ela tinha sido curada de maneira sobrenatural. Esse tipo de evento não planejado é trabalho do Espírito, e precisamos permitir que Ele trabalhe na célula. Lembre-se de que os dons do Espírito Santo são concedidos ao Seu povo, e Ele quer manifestar sua presença e poder na célula. Esse equilíbrio entre seguir uma ordem da célula e dar espaço para o Espírito é o que precisamos buscar na célula.

Spanish blog:

El programa y la acción del Espíritu en la célula

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Existe un programa a desarrollar en la célula. Éste puede variar de iglesia a iglesia. El propósito del programa es combinar los elementos de bienvenida, adoración, palabra y testimonio. Pero dentro de esos cuatro grandes elementos existe flexibilidad para que el Espíritu de Dios pueda tomar el control en el momento que lo desee.

Recuerdo una de las primeras reuniones en casa que realizamos. Yo me encontraba facilitando la reunión. Una hermana comenzó a compartir sobre un problema grave de salud que le impedía asistir a la celebración. Mientras escuchábamos su descripción de su penosa enfermedad, un hermano ya anciano, de repente interrumpió y autoritariamente nos pidió que nos tomáramos de las manos para orar. Él no pidió ningún permiso y ni siquiera me volteó a ver al hacer esa acción. Pero, todos nos tomamos de las manos y él dirigió la oración. Al finalizar, la hermana tenía un brillo en su rostro. Estaba renovada y muy feliz porque decía que ella se sentía completamente bien.

En el siguiente culto de celebración la hermana apareció en el edificio y no volvió a faltar más. Llegó a ser una de las diaconisas de la iglesia. Sin duda que había sido sanada sobrenaturalmente. Ese tipo de evento no planeado responde al ejercicio de los dones que el Espíritu Santo ha otorgado a su pueblo. Esa combinación entre programa y espacio para el Espíritu es el que debe procurarse en la célula.