The Training of New Leaders

coach_mario2016speaking

By Mario Vega, www.elim.org.sv

When a person is born again, he experiences deep gratitude for God’s work of salvation.  That gratitude is expressed in a fervent desire to serve God. In those early days, the person is ready to serve in any role out of pure gratitude. The desire to serve God is a symptom of spiritual health. When a person is ungrateful and doesn’t want to serve, often the reason is because of unconfessed sin, unsound doctrine, or not being in fellowship in the body of Christ. Whatever the cause, it is not normal for a Christian to lack desire to serve God.

Cell churches have in their favor that natural desire of believers to serve their savior. Cell leadership is a place to serve. The pastor does not need to force things. Becoming a cell leader should be presented as the natural step for every believer and not as an exceptional challenge for certain privileged people. That is why the equipping track must go from conversion to leadership. The training to become a leader should be the continuation of the training that every new believer receives.

In the church we make a distinction between member and leader,  but in the heart of the new believer there is no such difference. If becoming a leader is presented to the believer as a natural step, just like  water baptism, the person will proceed forward very naturally.  Yes, it has a lot to do with how leadership training is presented, so the more naturally it is presented, the more naturally people will proceed to become leaders. And in this way, the church will always have people willing to join the ranks of leadership.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Treinamento de Novos Líderes

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Quando uma pessoa nasce de novo, experimenta uma profunda gratidão pela obra de salvação de Deus. Essa gratidão é expressa em um fervoroso desejo de servir a Deus. Nesses primeiros dias, a pessoa está pronta para servir em qualquer papel por pura gratidão. O desejo de servir a Deus é um sintoma de saúde espiritual. Quando uma pessoa é ingrata e não quer servir, muitas vezes a razão é o pecado não confessado, doutrina errada, ou não haver companheirismo no corpo de Cristo. Qualquer que seja a causa, não é normal para um cristão a falta desejo de servir a Deus.

As igrejas em células têm em seu favor o desejo natural dos convertidos de servir ao seu salvador. A liderança celular é um lugar para servir. O pastor não precisa forçar as coisas. Tornar-se um líder de célula deve ser apresentado como o passo natural para cada crente e não como um desafio excepcional para alguns privilegiados. É por isso que o caminho para a liderança (trilho de treinamento) deve ir da conversão à liderança. O treinamento para se tornar um líder deve ser a continuação do treinamento que cada novo convertido recebe.

Na igreja fazemos uma distinção entre membro e líder, mas no coração do novo convertido não há tal diferença. Se se tornar um líder é apresentado a ele como um passo natural, assim como o batismo nas águas, a pessoa vai caminhar para alcançá-lo. Sim, tem muito a ver com a forma como o treinamento de liderança é apresentado, portanto, quanto mais naturalmente for apresentado, mais naturalmente as pessoas se tornarão líderes. E desta forma, a igreja sempre terá pessoas dispostas a juntarem-se às posições da liderança.

Spanish blog:

El entrenamiento de nuevos líderes

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Cuando una persona nace de nuevo experimenta profundo agradecimiento por la obra de salvación recibida. Esa gratitud se expresa en un deseo ferviente de servir a Dios. No importa cuál sea el rol en el que se le sirva, lo importante es hacerlo. Es un síntoma de salud espiritual el deseo de servir a Dios. Aquellas personas que no lo experimentan es porque algo está mal en sus vidas. Pudiera ser un pecado no confesado, el no poseer una sana doctrina o no gozar de la comunión con los hermanos. Cualquiera sea la causa, no es normal que un cristiano no posea el deseo de servir a Dios.

Las iglesias celulares tienen a su favor ese deseo natural de los creyentes por servir a su salvador. El liderazgo celular es un espacio de servicio, consecuentemente, el pastor no necesita forzar las cosas. El llegar a ser líder de célula debe ser presentado como el paso natural de todo creyente y no como un desafío excepcional para algunos privilegiados. Es por eso que la ruta del líder debe ir desde la conversión hasta el liderazgo. El entrenamiento para ser líder debe ser la continuación de la formación que todo nuevo creyente recibe.

Es dentro de la iglesia donde se hace diferencia entre miembro y líder. Pero, en el corazón del nuevo creyente no existe esa diferencia. Si el ser líder se le presenta como un paso natural, al igual que el bautismo en agua, la persona procederá a darlo. Tiene mucho que ver la manera cómo se presenta el entrenamiento para líderes. Mientras más naturalmente se presente más naturalmente las personas procederán a convertirse en líderes. De esa manera, la iglesia siempre tendrá personas dispuestas a alistarse en las filas del liderazgo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *