How One Pastor Experienced Relief

coaches-rob3Web

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Let me tell you a brief story about my friend Patrick.

I will not soon forget a conversation I had with Patrick during my third visit to his country while driving from his hometown of Redcliffe to the nation’s capital of Harare. I had noticed that the various churches that he had planted in Zimbabwe revolved around his personality, vision, passion and fabulous leadership skills. Yet, I did not say anything to Patrick. I observed him answering unending phone calls and running continual errands while simultaneously trying to pastor a growing church and lead his own family. On this day, Patrick began our conversation. “Rob, I’m tired. Everything revolves around me. I am the hub in the middle of the wheel. Nothing goes forward without me. It seems as if I would die, then the ministry would cease to exist.” I smiled and let him continue. I listened to him for at least one hour. I hurt for him. This is a man who has a gigantic heart for God and his country. I sensed God was ready to show up in that rented SUV and He did.

I did my best to extend care and comfort to Patrick. I praised him for being an incredible man after God’s own heart. I encouraged him to ponder the structure of the twenty-six churches that he planted. I made some observations based on my previous visits to the churches in this exotic land. By the end of our dialogue, God spoke to Patrick, and he has never been the same. He determined that he must empower his people, stop trying to be everything to everybody, and transition to cell life and cell structure.

Can you imagine Patrick’s surprise upon returning to Zimbabwe after a six-month absence (visiting friends in the States and the UK) and learning that the church he pastors doubled in size due to the multiplication of healthy, life-giving cells?

Granted, Patrick made a shift in the structure of the church. I’m thinking that most folks reading this post need a minor tweak here or there concerning integration. With that said, here are a few final thoughts.

Be intentional concerning integrating people into a cell group (a set of relationships). Talk about cell life as you are working with a not-yet believer. Invite others to a cell group during Celebration services. Highlight your cell groups via print, social media and verbally from the stage. Have a consistent flow of stories through print or verbal testimonies at Celebration services.

Comments?

Rob

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

“Como Um Pastor Experimentou Alívio”

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Deixe-me contar uma breve história sobre meu amigo Patrick.

Não vou esquecer tão facilmente uma conversa que tive com Patrick durante a minha terceira visita ao seu país enquanto dirigia de sua cidade natal de Redcliffe para a capital do país, Harare. Eu notei que as várias igrejas que ele plantou no Zimbábue giravam em torno de sua personalidade, visão, paixão e habilidades incríveis de liderança. No entanto, eu não disse nada ao Patrick. Observei-o respondendo telefonemas intermináveis e executando tarefas contínuas enquanto tentava simultaneamente pastorear uma igreja crescente e liderar sua própria família. Neste dia, Patrick começou nossa conversa. “Rob, eu estou cansado. Tudo gira em torno de mim. Eu sou o centro no meio da roda. Nada vai para frente sem mim. Parece que eu morresse, o ministério deixaria de existir”. Eu sorri e o deixei continuar. Eu o ouvi por pelo menos uma hora. Eu sofri por ele. Este é um homem que tem um coração gigantesco para Deus e para seu país. Percebi que Deus estava pronto para aparecer naquele SUV alugado e Ele apareceu.

Eu fiz o meu melhor para estender cuidado e conforto ao Patrick. Eu o elogiei por ser um homem incrível segundo o coração de Deus. Incentivei-o a ponderar a estrutura das vinte e seis igrejas que plantou. Eu fiz algumas observações com base em minhas visitas anteriores às igrejas nesta terra exótica. Ao final do nosso diálogo, Deus falou com Patrick, e ele nunca mais foi o mesmo. Ele determinou que deveria capacitar seu povo, deixaria de tentar ser tudo para todos e transicionaria para a vida celular e a estrutura celular.

Você pode imaginar a surpresa de Patrick ao retornar ao Zimbábue depois de ficar ausente por seis meses (para visitar amigos nos EUA e no Reino Unido) e descobrir que a igreja que ele pastoreia dobrou em tamanho devido à multiplicação de células sadias e vivificantes?

Isso porque Patrick mudou a estrutura de sua igreja. Penso que a maioria das pessoas que lêem esta publicação precisa de um pequeno ajuste aqui ou ali em relação à integração. Com isso dito, aqui estão alguns pensamentos finais.

Seja intencional quanto à integração de pessoas em uma célula (um conjunto de relacionamentos). Fale sobre a vida celular enquanto trabalha com uma pessoa que ainda não é convertida. Convide as pessoas para uma célula durante os cultos de celebração. Destaque suas células através de impressos, mídia social e verbalmente no púlpito. Tenha um fluxo consistente de histórias através de testemunhos impressos ou verbais nos cultos de celebração.

Comentários?

Rob

Spanish blog:

Como un Pastor Experimentó Alivio ”

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Permítanme contarles una breve historia acerca de mi amigo Patrick.

No olvidaré una conversación que tuve con Patrick durante mi tercera visita a su país, mientras conducía desde su ciudad natal de Redcliffe a la capital de la nación de Harare. Había notado que las varias iglesias que había plantado en Zimbabwe giraban en torno a su personalidad, visión, pasión y fabulosas habilidades de liderazgo, sin embargo, no le dije nada de esto a Patrick. Lo observé contestando interminables llamadas telefónicas y atendiendo continuas tareas, y al mismo tiempo tratando de pastorear una iglesia en crecimiento y dirigir a su propia familia. En este día, Patrick comenzó nuestra conversación. “Rob, estoy cansado, todo gira en torno a mí, soy el centro, en el centro de la rueda, nada sale adelante sin mí, parece como si me muriera, entonces el ministerio dejaría de existir”. Sonreí y lo deje continuar. Lo escuché por lo menos una hora. Me sentia mal por él. Este es un hombre que tiene un corazón gigantesco para Dios y su país. Y sentí que Dios estaba listo para aparecer en esa camioneta alquilada y Él lo hizo.

Hice todo lo posible para ayudar y consolar a Patrick, le hice saber que es un hombre increíble según el corazón de Dios, lo animé a reflexionar sobre la estructura de las veintiséis iglesias que ha plantado; le hice algunas observaciones basadas en mis visitas anteriores a las iglesias en esta tierra exótica. Al final de nuestro diálogo, Dios habló con Patrick, y él nunca fue el mismo. El tuvo la determinación de que debe potenciar a su pueblo, dejar de tratar de ser todo, y hacer la transición a la vida y estructura celular.

¿Puedes imaginar la sorpresa de Patrick al regresar a Zimbabwe después de una ausencia de seis meses (visitando amigos en los Estados Unidos y el Reino Unido) y sabiendo que la iglesia que el pastorea se duplico en tamaño debido a la multiplicación de las vivificantes y saludables células?

En resumen, Patrick hizo un cambio en la estructura de la iglesia. Pienso que la mayoría de la gente leyendo este post necesita un pequeño arreglo aquí o allí con respecto a la integración. Con esto dicho, aquí están algunos pensamientos finales.

Se proactivo con respecto a la integración de personas a las células (un conjunto de relaciones). Habla acerca de las células, cómo si lo hicieras con alguien no cristiano. Invita a otras personas a una célula durante los servicios de Celebración (culto). Haz resaltar tu célula a través de impresiones, medios sociales y verbalmente desde el púlpito. Ten un flujo constante de historias a través de testimonios impresos o verbales en los servicios de Celebración. (Culto)

Comentarios?

Rob

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *