Discipleship Equipping Principles

joel

by Joel Comiskey

Most churches pass through multiple revisions of their equipping before finding the right fit. Initial failure often happens because a church tries to copy another church’s equipping model in its entirety. Most often the church realizes eventually that the equipping model doesn’t fit its context and unique identity.

To help you avoid this landmine, I’ve extracted six principles from some of the best cell church equipping models. These principles should undergird your equipping system, although the form of your equipping will be distinct. Here is a summary of the key principles:

Principle #1: Keep the Equipping Track Simple

The best discipleship equipping is clear and simple. Most cell churches cover the following areas in their equipping:

  • Basic doctrine
  • Freedom from bondage
  • Spiritual Disciplines
  • Personal evangelism
  • Multiplication

Principle #2: Provide Action Steps with the Equipping

People learn best when they apply what they learn. Make sure that your equipping is practical, and that you have an action step for each part of your equipping.

  • First step: Basic Doctrine; action step of baptism in water
  • Second step: Freedom from Bondage; action step of confession of sin
  • Third Step: Spiritual Disciplines; action step of having a regular devotional time
  • Fourth Step: Evangelism; action step of relational evangelism and inviting a non-Christian to the group
  • Fifth Step: Cell Dynamics and Multiplication; action step of forming part of a cell team

Principle #3: Prepare a Second Level of Equipping for Small Group Leaders

Most cell churches continue to train those who have graduated from the first level and are part of a new discipleship team. To do this, they divide their equipping into at least two levels. The first level is the more basic level, which includes the five basic areas or steps mentioned above (each area is normally embodied in a manual).

The second level should include additional doctrinal courses, a spiritual warfare course, teaching on spiritual gifts, and so forth. There is a lot of room for creativity, and many excellent courses and materials are available. One cell church decided to use their denomination’s theological education by extension equipping for this second level.

Principle #4: Use Only One Equipping Path

I counsel churches to have only one discipleship equipping path—although that one path can be adapted to age specific groups. After deciding on a church-wide discipleship equipping path (ideally both first and second levels), a church should ask everyone to pass through the same equipping.

Principle #5: There Is No One Methodology for Implementing Your Equipping

Some people believe that the only way to equip new believers is one-on-one. Others disagree and prepare new believers in a group setting. Don’t confuse the equipping methodology (where or how you equip people) with the material.

I’ve noticed a great variety of methodologies for implementing the equipping, such as one-on-one, one-on-two or -three, equipping after the cell group meeting, during Sunday school hour, seminars, retreats, or a combination of all of them. I suggest teaching the equipping path during the Sunday school hour, which is often connected to the worship service. Then I propose that those who can’t attend during that time slot be given the freedom to take the same equipping before the cell starts, after the cell finishes, during a day-long equipping in a home, and any additional options to complete the equipping.

Principle #6: Continually Adjust and Improve the Equipping

You should be fine-tuning your equipping system continually. One cell church I studied had been working on their equipping for seven years; another had been in a process of development for ten, as they had been creating and recreating the tools. You will also need to adapt, adjust, and improve your equipping as you receive feedback from your members.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Princpio de Equipagem para o Discipulado

por Joel Comiskey

Muitas igrejas passam por múltiplas revisões de suas maneiras de equipar antes de encontrarem a que se aplica a elas. Falhas iniciais geralmente acontecem porque uma igreja tenta copiar o modelo de equipagem de outras igrejas completamente. Muitas vezes a igreja percebe eventualmente que o modelo de equipagem não cabe nem no seu contexto nem na sua identidade única.

Para ajudá-lo a evitar esse campo minado, extra seis princpios dos melhores modelos de equipagem de igrejas em célula. Esses princpios devem embasar seu sistema de equipagem, embora a sua forma de equipagem seja distinta. Aqui segue um sumário dos pincpios chave:

Princpio #1: Mantenha o Caminho de Equipagem Simples

A melhor equipagem para o discipulado é clara e simples. A maioria das igrejas abordam as seguintes áreas na sua equipagem:

• Doutrina Básica

• Liberdade da Escravidão

• Disciplinas Espirituais

• Evangelismo Pessoal

• Multiplicação

Princpio #2: Forneça Planos de Ação para a Equipagem

Pessoas aprendem melhor quando eles aplicam o que aprenderam. Certifique-se que sua equipagem seja prática e que você tenha um plano de ação para cada parte da sua equipagem.

• Primeiro passo: Doutrina Básica; plano de ação para o batismo nas águas

• Segundo passo: Liberdade da Escravidão; plano de ação da confissão dos pecados

• Terceiro passo: Disciplinas Espirituais; plano de açõa de ter um tempo regular de devocional

• Quarto passo: Evangelismo; plano de ação de evangelismo relacional e convidar um não-Cristão para a célula

• Quinto passo: Dinâmicas de Célula e Multiplicação; plano de ação de formação de uma equipe de célula

Princpio #3: Prepara um Segundo Nvel de Equipagem para Lderes de Células

A maioria das células continuam a treinar aqueles que terminaram o primeiro nvel e que fazem parte de um novo grupo de discipulado. Para fazer isto, eles dividem sua equipagem em pelo menos dois nveis. O primeiro nvel é o nvel mais básico, que inclui as cinco áreas básicas ou passos mencionados acima (cada área faz geralmente parte de um manual).

O segundo nvel deve incluir cursos de doutrina adicionais, um curso de batalha espiritual, ensinos sobre dons espirituais, e mais. Tem muito espaço para criatividade e muitos cursos excelentes e materiais disponveis. Uma igreja em célula decidiu usar sua educação denominacional teológica para equipagem extensiva neste segundo nvel.

Princpio #4: Use Apenas Uma Rota de Equipagem

Aconselho igrejas a terem apenas uma rota de equipagem para o discipulado – embora esta única rota pode ser adaptada para grupos etários especficos. Após decidir um uma rota de equipagem para discipulado para toda a igreja (ideal para ambos primeiro e segundo nvel), uma igreja deve perguntar a todos que passem pela mesma equipagem.

Princpio #5: Não Há Uma Metodologia para Implementar Sua Equipagem

Algumas pessoas acreditam que o único modo de equipar novos crentes é o um-a-um. Outros discordam e preparam novos crentes para o modelo em grupo. Não confunda a metodologia de equipagem (onde ou como você equipa pessoas) como o material.

Tenho percebido uma grande variedade de metodologias para implementar a equipagem, como um-a-um, um-a-dois ou três, equipagem através do célula, pela escola dominical, seminários, retiros ou uma combinação de todos. Eu sugiro o ensino da rota de equipagem durante a escola dominical, que geralmente está ligado ao culto de adoração. Então eu proponho que aqueles que não podem participar durante estes horários tenham a liberdade de passar por essa equipagem antes do incio da célula, depois que a célula termina, durante uma equipagem em um dia ou em outras opções adicionais para se completar essa equipagem.

Princpio #6: Ajustar Continuamente e Melhorar a Equipagem

Você deve sintonizar seu sistema de equipagem continuamente. Uma igreja em célula que eu estudei trabalhou na sua equipagem por sete anos; outra em uma processo de desenvolvimento para dez, conforme eles criavam e recriavam as ferramentas. Você também precisará adaptar, ajustar e melhorar sua equipagem ao receber feedback de seus membros.

Spanish blog:

Principios Claves para el Equipamiento de Discipulado

La mayora de las iglesias pasan a través de múltiples revisiones en su sistema de equipamiento antes de encontrar el sistema más adecuado. El fracaso inicial a menudo se presenta debido a que la iglesia intenta copiar el modelo de equipamiento de otra iglesia en su totalidad. Muy a menudo, finalmente la iglesia se da cuenta que el modelo de equipamiento no se ajusta a su contexto e identidad única.

Para ayudarte a evitar esta mina terrestre, he extrado seis principios de algunos de los mejores modelos de equipamiento de la iglesia celular. Estos principios deben apuntalar tu sistema de equipamiento, aunque la forma de tu equipamiento será distinta. Aqu les dejo un resumen de los principios claves:

Principio #1: Mantén Simple el Camino del Equipamiento

El mejor equipamiento de discipulado es claro y simple. La mayora de las iglesias celulares cubren las siguientes áreas en su equipamiento:

  • Doctrina Básica
  • Libertad de la esclavitud
  • Disciplinas espirituales
  • Evangelismo personal
  • Multiplicación

Principio #2: Provee los Pasos a Seguir con el Equipamiento

Las personas aprenden mejor cuando ponen en práctica lo que han aprendido. Asegúrate que tu equipamiento sea práctico, y de tener un paso a seguir para cada parte de tu equipamiento.

  • Primer paso: Doctrina básica; paso a seguir es el bautismo en agua
  • Segundo paso: Libertad de la esclavitud; paso a seguir es la confesión del pecado
  • Tercer paso: Disciplinas espirituales; paso a seguir es tener un habitual tiempo devocional
  • Cuarto paso: Evangelismo; paso a seguir es tener un evangelismo relacional e invitar a un no-cristiano al grupo
  • Quinto paso: Dinámicas celulares y multiplicación; paso a seguir es formar parte de un equipo celular

Principio #3: Prepara un Segundo Nivel de Equipamiento para Lderes de Grupos Pequeños

La mayora de iglesias celulares continúan entrenando a los que se han graduado del primer nivel y son parte de un nuevo equipo de discipulado. Para ello, dividen su equipamiento en al menos dos niveles. El primer nivel, es el nivel más básico, que incluye las cinco áreas básicas o pasos mencionados anteriormente (cada área normalmente se encuentra en un manual)

El segundo nivel debe incluir cursos doctrinales adicionales, un curso de guerra espiritual, la enseñanza sobre los dones espirituales, y as sucesivamente. Hay mucho espacio para la creatividad, y están disponibles muchos excelentes cursos y materiales. Una iglesia celular decidió utilizar la educación teológica de su denominación mediante el equipamiento extensivo para este segundo nivel.

Los que han formado parte de un equipo celular merecen un trato especial debido a su importante y fundamental papel en la iglesia. Ofréceles toda la ayuda y el equipamiento que necesiten a fin de que sean eficaces.

Principio #4: Utiliza solo una Va de Equipamiento

Aconsejo a las iglesias a tener sólo una va de equipamiento de discipulado—aunque esa va se pueda adaptar a grupos de edades especficos. Después de decidir sobre una va o camino de equipamiento de discipulado para toda la iglesia (idealmente ambos niveles primero y segundo), una iglesia debe pedirle a todos pasar por el mismo equipamiento.[iv]

Principio #5: No Hay Una Metodologa para Implementar tu Equipamiento

Algunas personas creen que la única forma de equipar a los nuevos creyentes es de manera individual. Otros están en desacuerdo y preparan a los nuevos creyentes en un ambiente de grupo. No hay que confundir la metodologa de equipamiento (dónde o cómo equipa a las personas) con el material.

Me he dado cuenta de una gran variedad de metodologas para la implementación del equipamiento, como de uno-a-uno, de uno-a-dos o tres, equipando después de la reunión del grupo celular, durante las horas de la escuela dominical, seminarios, retiros, o una combinación de todos ellos. Sugiero enseñar el camino del equipamiento durante la hora de la escuela dominical, que a menudo está conectada al servicio de adoración. Luego propongo que aquellos que no pueden asistir durante ese intervalo de tiempo, se les dé la libertad de tomar el mismo equipamiento antes que comience la célula, después que finalice la célula, durante todo el da en un hogar, y cualquier opción adicional a fin de completar el equipamiento.

Principio #6: Ajusta y Mejora Continuamente el Equipamiento

Usted debe estar afinando su sistema de equipamiento continuamente. Una iglesia celular que estudié haba estado trabajando en su equipamiento durante siete años; otra haba estado en un proceso de desarrollo de diez años, mientras estaba creando y recreando las herramientas. Tú también tendrás que adaptar, ajustar y mejorar tu equipamiento mientras recibes retroalimentación de tus miembros.

Leave a Reply

Your email address will not be published.