The Cry for Spiritual Fathers and Mothers

jim

by Jim Wall, www.acts2network.org

I didn’t realize as we went to dinner that night that my life would never be the same. A few years ago, Joel Comiskey and I taught a seminar on “cell church planting” in San Salvador, El Salvador. As we sat at dinner with several local pastors, I asked one what he considered to be the greatest need in the Salvadorian Church. He replied very solemnly, “We are orphans. Our greatest need is spiritual fathers.”

This was a man who had planted a church that had grown to 3,000+ active attendees. The church had more than 350 cell groups operating. They had launched successful daughter churches in several of the major cities of the nation. By all accounts Pastor Numa was highly successful. He was a spiritual father in his own rite. But there was still a void.

When Paul wrote his first letter to the church at Corinth. He identified their biggest problem in the same terms. “For though you may have ten thousand teachers in Christ, you do not have many fathers” (1 Corinthians 4:15 NCV). The biggest difference between teachers and fathers is this; teachers tell us what do, fathers invest their lives in us. The church at Corinth had plenty of teachers. They didn’t have enough fathers (or mothers) and they were a mess!

As I sat there listening to Pastor Numa, I thought about the “success” of our church with 2,000 attendees, more than 100 cells and several daughter churches. I wondered if it had come from good planning, smart programming, dynamic celebration services, etc. or had it come from the humble efforts of an army of spiritual moms and dads who were investing their lives in their spiritual children. I think you know the answer.

I also found myself realizing that there is no point in our lives when we ever stop longing for a spiritual father-figure in our lives. Someone who cares enough to affirm us when we get it right; someone who cares enough to challenge us when we lose our way; someone who is close enough to us to know the difference. Cell leaders need it. Cell coaches need it. Pastors need it. We all ache for someone who cares that much.

Pastor Numa told me that night that he saw the heart of a father in me. My heart broke. I knew in that moment that—as soon as the Lord provided the right person to lead the local church I planted and loved—I would dedicate the rest of my life to serving as a spiritual father to as many pastors as God would give me privilege to come along side; the vision of the Acts 2 Network was born.

We all need spiritual fathers and mothers. Where will we find enough of them to meet the need? They are us! Who are you investing in today?

Jim

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Clamor por Pais e Mães Espirituais

por Jim Wall, www.acts2network.org

Eu não percebi conforme fomos jantar naquela noite que minha vida jamais seria a mesma. Poucos anos atrás, Joel Comiskey e eu ensinamos um seminário sobre “plantação da igreja em células” em San Salvador, El Salvador. Enquanto sentamos para jantar com muitos pastores locais, eu perguntei a um deles o que ele considerava ser a maior necessidade na Igreja Salvadoriana. Ele respondeu muito solenemente, “Nós somos órfãos. Nossa maior necessidade sãoj pais espirituais”.

Este era um homem que plantou uma igreja que cresceu para mais de 3.000 participantes ativos. A igreja tinha mais de 350 grupos celulares operando. Eles lançaram com sucesso igrejas-filhas em muitas das maiores cidades da nação. De todas as formas o Pastor Numa era altamente bem sucedido. Ele era um pai espiritual em seu próprio rito. Mas ele ainda era um vazio.

Quando Paulo escreveu sua primeira carta para a igreja em Corinto, ele identificou o maior problema deles nos mesmos termos. “Embora possam ter dez mil tutores em Cristo, vocês não têm muitos pais” (1 Corntios 4:15 NVI). A maior diferença entre professores e pais é esta; professores nos dizem o que fazer, pais investem suas vidas em nós. A igreja em Corinto tinha muitos professores. Eles não tinham pais o suficiente (ou mães) e eram uma bagunça!

Enquanto eu sentava lá e ouvia o Pastor Numa, eu pensei sobre o “sucesso” de nossa igreja com 2.000 participantes, mais de 100 células e muitas igrejas-filhas. Eu pensei se isso veio de bom planejamento, programação inteligente, serviços de celebração dinâmica, etc. ou se isso veio dos humildes esforços de um exército de mães e pais espirituais que estavam investindo suas vidas em seus filhos espirituais. Eu acho que você já sabe a resposta.

Eu também me encontrei percebendo que não há sentido em nossas vidas quando nós paramos de esperar por uma figura paterna espiritual em nossas vidas. Alguém que se importe o suficiente para nos afirmar quando nós acertamos. Que se importe o suficiente para nos desafiar quando perdemos nosso jeito. Alguém que seja próximo o bastante de nós para saber a diferença. Lderes de célula precisam disso. Treinadores de célula precisam disso. Pastores precisam disso. Todos nós almejamos por alguém que se importe assim.

O Pastor Numa me disse naquela noite que ele via o cora̤̣o de um pai em mim. Meu cora̤̣o se quebrantou. Naquele momento eu soube que Рassim que o Senhor providenciasse a pessoa certa para liderar a igreja local que eu plantei e amei Рeu dedicaria o resto da minha vida para servir como um pai espiritual a tantos pastores quanto Deus me desse o privil̩gio de caminhar junto; a viṣo de Rede de Atos 2 nasceu.

Todos nós precisamos de pais e mães espirituais. Onde vamos achar o suficiente deles para ir de encontro à necessidade? Eles somos nós! Em quem você está investindo hoje?

Jim

Spanish blog:

El lloro por padres y madres espirituales

Por Jim Wall, www.acts2network.org

No me di cuenta, cuando fuimos a cenar esa noche que mi vida nunca sera la misma. Hace unos años atrás, Joel Comiskey y Yo enseñamos un seminario sobre “la plantación de iglesias celulares” en San Salvador, El Salvador. Cuando nos sentamos a la cena con varios pastores locales, le pregunté a uno lo que él consideraba que es la mayor necesidad en la Iglesia salvadoreña. Él respondió solemnemente: “Estamos huérfanos. Nuestra mayor necesidad es padres espirituales”.

Este era un hombre que haba plantado una iglesia que haba crecido a +3000 asistentes activos. La iglesia tena más de 350 grupos celulares en funcionamiento. Haban lanzado iglesias hijas con éxito en varias de las principales ciudades de la nación. Por todas las cuentas Pastor Numa tuvo un gran éxito. Él era un padre espiritual en su propio rito. Pero todava quedaba un vaco.

Cuando Pablo escribió su primera carta a la iglesia en Corinto. Él Identificó su mayor problema en los mismos términos. “Pues aunque es posible que tenga diez mil maestros en Cristo, no tendréis muchos padres” (1 Corintios 4:15 NVI). La mayor diferencia entre los profesores y los padres es esta; los profesores nos dicen lo que tenemos que hacer, los padres invierten su vida en nosotros. La iglesia en Corinto tena muchos maestros. Ellos no tenan  suficientes padres (o madres) y eran un desastre.

Mientras estaba sentado all escuchando al Pastor Numa, pensé en el “éxito” de nuestra iglesia con 2.000 asistentes, más de 100 células y varias iglesias hijas. Me preguntaba si esto haba venido de una buena planificación, programación inteligente, dinámicos servicios de celebración, etc., o provena de los humildes esfuerzos de un ejército de padres y madres espirituales que estaban invirtiendo sus vidas en sus hijos espirituales. Creo que sabes la respuesta.

También me encontré dando cuenta de que no hay ningún punto en nuestras vidas cuando nos detenemos alguna vez anhelando una figura paterna espiritual en nuestras vidas. Algunos de los que se preocupan lo suficiente como para afirmar que lo hacemos bien. A quién le importa lo suficiente para desafiarnos cuando perdemos nuestro camino. Alguien que este lo suficientemente cerca de nosotros para saber la diferencia. Los lderes celulares lo necesitan. Los entrenadores celulares lo necesitan. Los pastores lo necesitan. Todos tenemos dolor por alguien que se preocupa tanto.

Pastor Numa me dijo esa noche que él vio el corazón de un padre en m. Mi corazón se rompió. Supe en ese momento que, tan pronto como el Señor proporcione la persona adecuada para dirigir la iglesia local que planté y amé- iba a dedicar el resto de mi vida a servir como un padre espiritual a tantos pastores que Dios me diera el privilegio de venir a mi lado; la visión de Hechos 2 nació.

Todos necesitamos padres y madres espirituales. ¿Dónde vamos a encontrar suficientes como para satisfacer la necesidad? Ellos somos nosotros. ¿En quién estás invirtiendo en la actualidad?

Jim

1 thought on “The Cry for Spiritual Fathers and Mothers

  • He leído su artículo y realmente necesitamos mentores o padres espirituales, gracias x su artículo hno en Cristo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.