Focus on Who You Have

keith

by Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

As a pastor of a small church, it is easy for me to see on a Sunday morning who is present and who is away. It only takes a few families to disappear to make a big hole in the congregation. Sometimes I will say, “The Smiths are in Sydney, the Jones family have gone to the coast… but you are here!”

It is easy to focus on absentees and lose sight of who we do have.

When the Lord called Moses to lead the people of Israel out of slavery, Moses was afraid and unable to believe that he was up to the job. The Lord said to him, “What is that in your hand?” (Exodus 4:2). It is not that the Lord had not seen a staff before. He was trying to help Moses to see that with faith in God and the authority symbolized by his staff, Moses could take on the strongest power of men in the world.

Summer can be a time of smaller, more intimate gatherings than the rest of the year. You can focus in on prayer or more personal sharing with just five people instead of twelve. You can try a different kind of outreach event- perhaps a small dinner party with just three or four couples. Those who are present might be enough to tackle that service project without overwhelming the recipient with too many people.

If the leader is going on holidays for a few weeks, that’s a perfect opportunity for the apprentice to step up to run the whole cell meeting for that time. You may need to plan this well in advance, perhaps preparing the cell agendas for the weeks you will be away. Pray with him/her and reassure them that they can do this.

Summer cells provide new opportunities if we focus on what we have, on the possibilities for the few. With the Holy Spirit, summers can be as productive as any time of the year.

The Lord is asking you, “What is that you have in your hand?”

Keith

Korean blog (click here)

Spanish:

Concéntrate en quien está presente

Por Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

Como pastor de una iglesia pequeña, es muy fácil para m saber el domingo por la mañana quien está presente y quien está de viaje. Sólo toma que no estén presentes un par de familias para hacer un gran vaco en la congregación. A veces digo, “Los Smiths están en Sydney, la familia Jones se han ido a la playa… pero ustedes están aqu”

Es fácil concentrarse en los ausentes y perder de vista los que tenemos presentes.

Cuando el Señor llamó a Moisés para dirigir a su pueblo Israel fuera de la esclavitud, Moisés tuvo miedo, y no poda creer que él poda hacer esta tarea. El Señor le dijo: “¿Qué tienes en tu mano?” (Éxodo 4:2). No es que el Señor no haba visto un bastón antes. Él estaba tratando de ayudar a Moisés a ver con la fe en Dios y la autoridad simbolizada por su bastón, Moisés asumió el poder más fuerte en los hombres en el mundo.

El verano puede ser una temporada de reuniones más pequeñas, más ntimas que el resto del año. Usted puede concentrarse mejor en la oración o en compartir más personalmente con sólo cinco personas en vez de doce. Usted puede tratar algo diferente tal vez una pequeña cena con sólo tres o cuatro parejas. Los que están presentes pueden ser suficiente para hacer frente a este proyecto de servicio tener demasiada gente.

Si el lder se va de vacaciones por un par de semanas, esta es la oportunidad perfecta para que el aprendiz dirija toda la reunión celular por ese tiempo. Puede ser que tenga que planearse esto con anticipación, tal vez la preparación de las agendas de la célula por las semanas que estará fuera el lder. Ore con él/ella y asegúrese que ellos pueden hacerlo.

Las células de verano ofrecen nuevas oportunidades si nos concentramos en lo que están presentes, en las posibilidades de los pocos. Con el Espritu Santo, el verano puede ser tan productivo como cualquier otra época del año.

El Señor te está preguntando, “¿Qué tienes en tu ano?”

Keith

Portuguese blog:

Concentre-se em Quem Você Tem

por Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

Como pastor de uma igreja pequena, para mim é fácil ver numa manhã de domingo quem está presente e quem está ausente. Só é preciso algumas famlias desaparecerem para ficar um grande buraco na congregação. Algumas vezes vou dizer, “Os Smiths estão em Sydney, a famlia Jones foi à costa… Mas você está aqui!”

É fácil se concentrar nas ausências e perder de vista quem nós temos.

Quando o Senhor chamou Moisés para liderar o povo de Israel para fora da escravidão, Moisés estava com medo e era incapaz de acreditar que ele era capaz do serviço. O Senhor disse-lhe, “Que é isso que tens na mão?” (Êxodo 4:2). Não é que o Senhor não tinha visto um cajado antes. Ele estava tentando ajudar Moisés a ver que com fé em Deus e a autoridade simbolizada por seu cajado, Moisés poderia assumir o poder mais forte dos homens do mundo.

O verão pode ser um tempo de reuniões menores e mais ntimas que o resto do ano. Você pode focar na oração ou no compartilhar mais pessoal com apenas cinco pessoas em vez de doze. Você pode tentar um tipo diferente de evento evangelstico- talvez uma pequena festa/jantar com apenas três ou quatro casais. Aqueles que estão presentes podem ser suficientes para lidar com esse projeto sem sobrecarregar as pessoas-alvo com muitas pessoas.

Se o lder está saindo de férias por algumas semanas, é uma oportunidade perfeita para o aprendiz avançar e liderar toda a reunião de célula dessa vez. Você pode precisar planejar bem isso antecipadamente, talvez preparando as agendas da célula para as semanas que você estará ausente. Ore com ele/ela e assegure-lhes que eles são capazes de fazer isso.

As células de verão proporcionam novas oportunidades se focarmos no que nós temos, nas possibilidades para os poucos. Com o Esprito Santo, o verão pode ser tão produtivo quanto qualquer perodo do ano.

O Senhor está te perguntando, “O que você tem em suas mãos?”

Keith

Leave a Reply

Your email address will not be published.