Faithful in the Little Things

keith

by Osvaldo Kentura,

I love reading Matthew 4:18-22 because it talks about Jesus choosing His first disciples. The Lord found busy people that promptly answered His call to become his disciples. It was a rather simple beginning that led to more than two billion Christians that exist today.

But how does this relate to cell groups? Sometimes I see leaders suffering during the summer months because their numbers aren’t as big as they usually are. However we ought to remember that God has a purpose in everything that He allows to happen. Maybe He allowed the group to be smaller during a particular time, so that you as the leader can exercise more intense discipleship with the few present. Among other things, I suggest the leaders to use these moments with fewer people in order to do some specific things:

1. Have a more intimate prayer time with the ones that are there, praying more deeply for each request.
2. Make a visit to the group members individually, at their house or perhaps even at their work.
3. Approach topics and subjects suggested by the participants, try to answer their specific doubts and concerns about things that they haven’t had the chance to discuss thoroughly.
4. Motivate the members to do acts of kindness, such as visiting a rest home, a sick friend, or an orphanage.
5. Visit the “missing people,” that is, those who used to come to the small group and now are nowhere to be found.

We must not despise the modest beginnings, the small cell groups, or the seasonally empty ones. Most of the time the Lord allows these moments to happen, so we can cover a topic more deeply or give more attention to someone. It is also a precious time to consolidate the new believers and visitors.

Jesus Christ came as the God-man, began the church with a small group, and these few people changed the course of humankind forever. They had the privilege to be discipled by God Himself, thus being able to continue with His work after He left.

Maybe the Lord wants us to walk with just a hand-full of people, so they can be truly discipled and then make a difference in the lives of millions. In Matthew 4:23-25, Jesus teaches us by his example. After all, starting with only twelve, he eventually changed billions. Enjoy the small groups during the summer time and minister deeply to those few who are present. In turn, they will make a difference in the lives of many.

Osvaldo

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Lidando com menos pessoas nos grupos

por Osvaldo Kentura,

Eu amo ler Mateus 4:18-22 porque fala sobre Jesus escolhendo seus primeiros discpulos. O Senhor encontrou pessoas ocupadas que prontamente responderam Seu chamado para tornarem-se Seus discpulos. Foi um começo bastante simples que levou aos mais de dois bilhões de cristãos que existem hoje.

Mas como isso está relacionado aos grupos de célula? Às vezes eu vejo lderes sofrendo durante os meses de verão porque seus números não estão tão grandes quanto normalmente são. No entanto, devemos lembrar que Deus tem um propósito em tudo o que Ele permite que aconteça. Talvez Ele permitiu que o grupo seja menor durante um determinado tempo, para que então você como lder possa exercitar um discipulado mais intenso com os poucos presentes. Entre outras coisas, eu sugiro que os lderes usem esses momentos com menos pessoas a fim de fazer algumas coisas especficas: 

1. Tenha um momento de oração mais ntimo com aqueles que estão presentes, orando mais profundamente por cada pedido.
2. Faça uma visita aos membros do grupo individualmente, em suas casas ou talvez até mesmo em seu trabalho.
3. Aborde tópicos e assuntos sugeridos pelos participantes, tente responder suas dúvidas e preocupações especficas sobre coisas que eles não tiveram chance de discutir minuciosamente.
4. Motive os membros a fazerem atos de bondade, como visitar um asilo, um amigo doente, ou um orfanato.
5. Visite as pessoas que estão faltando, ou seja, aqueles que costumavam a vir ao pequeno grupo e agora estão longe de ser encontrados.

Nós não devemos desprezar os começos modestos, os pequenos grupos de célula, ou aquelas sazonalmente vazias. Na maioria das vezes o Senhor permite que momentos como estes aconteçam, para que assim possamos trabalhar melhor um assunto com o grupo ou dar mais atenção a alguém. É sempre um tempo muito precioso para consolidar os novos convertidos e os visitantes.

Jesus Cristo veio a este mundo como Deus em forma de homem, começou a igreja com uma célula, e essas poucas pessoas mudaram o rumo da humanidade para sempre. Eles tiveram o privilégio de serem discipuladas pelo próprio Deus, para que assim fossem capazes de continuar seu trabalho depois que ele partisse.

Talvez o Senhor queira que nós andemos com poucas pessoas, para que através do discipulado elas possam ser profundamente transformadas e por sua vez, fazer a diferença na vida de milhões. Em Mateus 4:23-25, Jesus nos ensinou por seu exemplo, depois começou com somente doze, e acabou mudando bilhões. Aproveite os pequenos grupos durante o tempo de verão e ministre profundamente aqueles “poucos” presentes. Dessa forma, eles vão  fazer a diferença na vida de muitos.

Osvaldo

Spanish blog:

Tratando con menos gente en grupos

Por  Osvaldo Kentura,

Me gusta mucho leer esta cita en Mateo 4: 18-22, ya que habla de Jesús cuando elige a sus primeros discpulos. El Señor encontró gente ocupada que respondieron rápidamente a su llamado a ser sus discpulos. Fue un comienzo simple que dirigió a más de dos billones de cristianos que existen en la actualidad.

Pero, ¿Cómo esto se relaciona con los grupos celulares? A veces veo a los lderes sufriendo durante los meses de verano o vacaciones debido a los bajo números de asistencia no como lo usual. Sin embargo debemos recordar que Dios tiene un propósito para todo lo que Él permite. Tal vez Él permitió que el grupo esté más pequeño durante un tiempo determinado, y as el lder pueda ejercer un intenso discipulado con los pocos presentes. Entre otras cosas, les sugiero a los lderes que usen estos momentos de menor asistencia con el fin de hacer algunas cosas especficas:

1. Ten un tiempo de oración ntima con los que están presentes, ora con mayor profundidad por cada petición.
2. Visita a los miembros del grupo de forma individual, en su casa o tal vez en su trabajo.
3. Enfoque sus temas y temas sugeridos por los presentes, trata de responder todas las dudas e inquietudes de cosas especficas que ellos no han tenido la oportunidad de discutir a fondo.
4. Motiva a los miembros a hacer actos de bondad, tales como visitar una casa de reposo, un amigo enfermo, o un orfanato.
5. Visita a los "desaparecidos", es decir, aquellos que venan al grupo y ahora no están por ningún lado.

No debemos despreciar a los inicios modestos, los grupos de células, o los que se encuentran vacos en cierta temporada. La mayor parte del tiempo el Señor permite que estos momentos sucedan, para que podamos cubrir un tema más profundo o prestemos más atención a alguien. También es un tiempo precioso para consolidar los nuevos creyentes y visitantes.

Jesucristo vino como Dios-hombre, comenzó la iglesia con un pequeño grupo, y estas pocas personas cambiaron el curso de la humanidad para siempre. Tuvieron el privilegio de ser discipulados para Dios mismo, y as poder continuar con su trabajo después de que se fue.

Tal vez el Señor quiere que caminemos con sólo una mano llena de gente, para que puedan ser discipulados verdaderamente y luego hagan la diferencia en las vidas de millones. En Mateo 4:23-25, Jesús nos enseña con su ejemplo. Después de todo, comenzó con sólo doce, que eventualmente cambió a billones. Disfrute de los pequeños grupos durante el verano y ministre profundamente a aquellos pocos que están presentes. A su vez, ellos van a hacer una diferencia en las vidas de muchos.

Osvaldo

1 thought on “Faithful in the Little Things

Leave a Reply

Your email address will not be published.