Aim at Transformation

joel

by Joel Comiskey

  • Several years ago, I visited a cell that was discussing the parable of the unmerciful servant in Matthew 18:21-35. The cell leader asked question after question about what the text said (observation), then a few more questions about what the text meant (interpretation), but not once did he ask the people to apply these verses to their own lives. He missed a perfect opportunity to apply the sermon based cell lesson to the lives of the people. He could have said: “Share an experience when you felt bitterness toward another person.” He could have followed with: “Share how you overcame those feelings and were able to forgive that person.” Most likely there were people that very night who needed freedom from pent-up bitterness and who were longing to share with others.

Make sure you grab the heart during the cell lesson. Don’t allow your people to leave the group without having applied the Bible to their own lives. I know of one cell leader who likes to conclude the Word time by saying: “In light of what we’ve read and discussed in this passage, how do you think God wants to use this in your life or the life of this group?”

I recommend, as a minimum, one application question for every two observation/interpretation questions.

Every lesson should give people something to feel, to remember and to do. The goal of the cell group is to transform lives, rather than take in knowledge. For this reason, it’s great to remind cell members about last week’s challenge and to determine if anything significant happened.
The leader might start the lesson time by saying, “You’ll remember that last week we discussed 1 John 3:16-17. Let me read these verses again: “This is how we know what love is: Jesus Christ laid down his life for us. And we ought to lay down our lives for our brothers.  If anyone has material possessions and sees his brother in need but has no pity on him, how can the love of God be in him?” Then ask, “Can anyone give a testimony about performing an act of kindness to someone during the past week?”

Just wait in silence for a few moments. If no one shares, at least they’ll know you’re expecting transformation from the cell lesson, rather than mere Bible knowledge. If you begin the lesson each week by asking how people acted on the previous lesson, the members will begin to look for ways to apply the lesson. This calls for vulnerability in your own life as well. If you failed to act on last week’s lesson, admit it. People will appreciate your honesty.

Comments?

Joel

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Vise a transformação

por Joel Comiskey

Há vários anos atrás, eu visitei uma célula que estava discutindo a parábola do servo impiedoso em Mateus 18:21-35. O lder da célula perguntou questão após questão sobre o que o texto dizia (observação), e em seguida, mais algumas questões sobre o que o texto significava (interpretação), mas nem uma vez ele pediu para as pessoas aplicarem esses versos para suas próprias vidas. Ele perdeu uma oportunidade perfeita de aplicar o sermão baseado na palavra da célula para as vidas das pessoas. Ele poderia ter dito: “Compartilhe uma experiência em que você sentiu amargura em relação a outra pessoa.” Ele poderia ter seguido com: “Compartilhe como você superou esses sentimentos e foi capaz de perdoar aquela pessoa.” É provável que havia ali pessoas naquela mesma noite que precisavam de libertação da amargura reprimida e que estavam ansiando por compartilhar com outros.

Certifique-se de agarrar o coração durante a palavra da célula. Não permita que as pessoas deixem o grupo ser ter aplicado a Bblia para suas próprias vidas. Eu sei de um lder de célula que gosta de concluir o momento da Palavra dizendo: “Devido ao que nós lemos e discutimos nessa passagem, como você pensa que Deus quer usar isso em sua vida ou na vida deste grupo?”

Eu recomento, no mnimo, uma questão de aplicação para cada duas questões de observação/interpretação.

Toda a palavra deveria dar às pessoas algo para sentir, lembrar e fazer. O objetivo do grupo de célula é transformar vidas, ao invés de tomar conhecimento. Por esta razão, é ótimo lembrar os membros de célula sobre o desafio da última semana e descobrir se algo significativo aconteceu. O lder pode começar o momento da palavra dizendo, “Vocês se lembram de que semana passada nós discutimos 1 João 3:16-17. Deixe-me ler estes versos novamente: “Nisto conhecemos o que é o amor: Jesus Cristo deu a sua vida por nós, e devemos dar a nossa vida por nossos irmãos. Se alguém tiver recursos materiais e, vendo seu irmão em necessidade, não se compadecer dele, como pode permanecer nele o amor de Deus?” Em seguida pergunte, “Alguém pode dar um testemunho sobre realizar um ato de bondade a alguém durante a semana passada?”

Apenas aguarde em silêncio por alguns momentos. Se ninguém compartilhar, pelo menos saberão que você está esperando a transformação a partir da palavra da célula, ao invés de mero conhecimento da Bblia. Se você começar a palavra a cada semana peguntando como as pessoas agiram em relação à palavra anterior, os membros vão começar a procurar por meios para aplicar a palavra. Isso exige vulnerabilidade em sua própria vida também. Se você deixou de agir em cima da palavra da última semana, admita. As pessoas irão apreciar sua honestidade.

Comentários?

Joel

Spanish blog:

Enfoque en la Transformación

Hace algunos años visité una célula donde se estaba discutiendo la parábola del siervo implacable en Mateo 18:21-35. El lder de la célula hizo pregunta tras pregunta acerca de lo que deca el texto deca (observación), luego algunas preguntas más sobre el significado del texto (interpretación), pero ni una vez les pidió que aplicaran estos versculos a sus propias vidas. Él perdió una tremenda oportunidad para aplicar la lección basada en el sermón a los que estuverion presente. Él podra haber dicho: “Comparta una experiencia cuando sintió amargura hacia otra persona.” Luego podra haber dicho: “Comparta cómo usted superó esos sentimientos y pudo perdonar a esa persona.” Muy probablemente haba personas esa misma noche que necesitaban ser liberadas de su amargura reprimida y que anhelaban compartir con otros.

Asegúrese de cautivar el corazón durante la lección de la célula. No permita que la gente se vaya sin haber aplicado la Biblia a sus propias vidas. Conozco un lder celular a quien le gusta concluir el tiempo con la Palabra diciendo: “A la luz de lo que hemos ledo y discutido en este pasaje, ¿cómo piensa usted que Dios quiere usar esto en su vida o en la vida de este grupo?”

Yo recomiendo, por lo menos, una pregunta de aplicación por cada dos preguntas de observación/interpretación.

Todas las lecciones deben darles algo a las personas para sentir, recordar y hacer. La meta del grupo celular es la transformación de las vidas, y no tanto la acumulación de conocimientos. Por esta razón, es importante recordar a los miembros de la célula sobre el desafo de la semana anterior y determinar si pasó algo importante.

El lder podra empezar el tiempo de la lección diciendo: “Ustedes recordarán que la semana pasada hablamos acerca de 1 Juan 3:16-17. Quiero volver a leer estos versculos: “En esto hemos conocido el amor, en que Él (Jesucristo) puso su vida por nosotros; también nosotros debemos poner nuestras vidas por los hermanos. Pero el que tiene bienes de este mundo y ve a su hermano tener necesidad  y cierra contra él su corazón, ¿cómo mora el amor de Dios en él?” Luego pregunte: “¿Puede alguien dar un testimonio sobre un acto de bondad que se hizo a alguien durante la semana pasada?”

Simplemente espere en silencio por unos momentos. Si nadie comparte, por lo menos ellos sabrán que usted está esperando que ocurra una transformación a raz de la lección de la célula, en lugar del mero conocimiento bblico. Si usted empieza la lección todas las semanas preguntando cómo las personas actuaron con respecto a la lección anterior, los miembros empezarán a buscar maneras de aplicar la lección. Esto requiere vulnerabilidad en su propia vida también. Si usted no actuó según lo expresado en la lección de la semana anterior, admtalo. Las personas apreciarán su honestidad.

Joel

1 thought on “Aim at Transformation

Leave a Reply

Your email address will not be published.