Two Biblical Truths which Guide Cell Ministry

steve
by Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

“What agenda should our group meetings follow?”

“How often should our group meet?”

There are a million and one decisions to make when leading a cell church.
For answers, you could copy another church’s practice, but there are at least two problems with that.

First, it probably won’t work as well for you as it does for them. Their practice is shaped by their context and is based on who God made them to be. You probably don’t live in their city, and even if you do, you are not them.

Second, one of your members is eventually going to ask, “Why do we do it that 
way?” You need a different answer besides, “So-and-so Church does it that way, and they’re growing.” If you don’t have a better answer, it will leave people unconvinced and dissatisfied.

The best answers to the questions of practice are based on scriptural and Kingdom values.

Here are a couple of biblical truths that can guide you in the building of a solid cell ministry foundation.

Truth #1- A disciple is one who hears and obeys Jesus.

Jesus clearly defined the kind of disciples we are to make: Therefore go and make disciples of all nations, baptizing them in the name of the Father and of the Son and of the Holy Spirit, and teaching them to obey everything I have commanded you. (Matthew 28:19-20).

The goal of your ministry is not to get a lot of people into groups. The goal is to make disciples who hear and obey.
When designing your cell ministry procedures, ask, “Which approach will best help people hear and obey the Lord’s word?”

Truth # 2: Discipleship happens in a relational context

When Jesus started making disciples, he said, “Follow me.” He didn’t say, “Listen to me teach,” or “read my books.” He invited the twelve into community. His disciple making was personal.
The New Testament gives us at least 50 “One another” statements: “love one another,” “bear one another’s burdens,” “forgive one another,” and so on.

In order to grow in our faith, we must be with “one another.” As Ralph Moore said, “No relationship, no discipleship.”
When making cell ministry decisions, consider, “What will promote true community and interpersonal influence?”

You may come up with structures that look similar to those of another church, but the key is you will have built your ministry on scriptural foundations, not trending fads. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Duas verdades bblicas que guiam o ministério celular

“Que roteiro nossa célula deve ter?”

“Com que frequência nosso grupo deve se encontrar?”

Ha milhares de decisões a se tomar quando tratamos de igreja em célula

Para isso, você pode copiar a pratica de outra igreja, mas para isso temos pelo menos dois problemas.

Primeiro, pode não funcionar muito bem para você se funciona para eles. Essa pratica funciona pelo contexto que eles estão vivendo baseado no que Deus tem para eles. Você provavelmente não mora na cidade deles, e se mora, você de fato não é “ele”.

Segundo, alguem provavelmente ira te perguntar, “ porque fazemos dessa forma?”. Você precisa de uma resposta diferente de: “ Aquela igreja faz assim, e eles são abençoados”. Se você não tem uma resposta melhor, essa pessoa vai ficar desapontada e insatisfeita.

A melhor resposta para essas questoes de pratica estão baseadas nas escrituras e nos valores do reino.

Aqui estão duas verdades bblicas que podem te gueiar na construção de um ministério em células sólido.

Verdade #1 – um discipulo é aquele que ouve e obedece a Jesus.

Jesus define claramente o tipo de discipulos que temos que fazer:

Ide e fazei discipulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai do Filho e do Esprito Santo, e ensinando-os a obedecer tudo o que vos tenho mandado. (Mateus 28: 19-20)

O objetivo de seu ministério não é ter muitas pessoas nas células. Seu objetivo é fazer discpulos que ouçam e obedeçam.

Então, quando se confronta com opções para projetar seu ministério em células, a pergunta principal a se fazer é, “ qual modelo vai ser melhor para fazer que que as pessoas ouçam e obedeçam a voz do senhor?”

Verdade #2: Discipulado acontece num context relacional.

Quando Jesus começou a fazer discipulos, ele falou: “sigam-me”. Ele não falou: “ouçam meus ensinamentos” ou “leiam meus livros”. Ele convidou os 12 para uma comunidade. Seus discpulos eram pessoais.

O novo testamento nos deixa pelo menos 50 mandamentos de “uns aos outros”, tais como: “ame uns aos outros”, “suportar as cargas uns dos outros”, “perdoar uns aos outros”, e assim por diante.

Para crescer em nossa fé, nós precisamos estar “uns com os outros”. Como afirma Ralph Moore, “Sem relacionamento, Sem discipulado”.

Então quando for tomar decisões para o ministério em células, considere: O que vai promover a verdadeira comunhão e influência?”.

Você pode até crescer com as estruturas parecidas com outra igreja, mas a chave é construir seu ministério em fundações bblicas ao invés de modismos e tendências.

Spanish blog:

Dos verdades bblicas que Gua El Ministerio Celular

por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

“¿Qué orden se debe usar en nuestras reuniones?”
“¿Con qué frecuencia se debe reunirse en la célula?

Hay un millón y una decisiones para tomar cuando conduce una iglesia celular.
Para obtener respuestas, se podra copiar el modelo de otra iglesia celular, pero hay al menos dos problemas con eso.

En primer lugar, es probable que no se funcione tan bien para usted como lo hace por ellos. Su práctica está determinada por su contexto y se basa en la voluntad de Dios para ellos.

En segundo lugar, uno de sus miembros va a preguntar eventualmente: “¿Por qué hacemos esto en esta manera? Necesitas una respuesta diferente que solamente: “Fulano de Tal Iglesia lo hace de esa manera, y ellos están creciendo.” Si usted no tiene una respuesta mejor, va a dejar a la gente en duda y no convencido.

Las mejores respuestas a las preguntas de práctica se basan en los valores bblicos y del Reino de Dios.
Aqu hay un par de verdades bblicas que pueden servir como gua en la construcción de una base sólida ministerio celular.

Verdad # 1- Un discpulo es aquel que escucha y obedece a Jesús.

Jesús definió claramente la clase de discpulos que debemos hacer: Por tanto, id y haced discpulos a todas las naciones, bautizándolos en el nombre del Padre y del Hijo y del Espritu Santo, y enseñándoles a guardar todo lo que os he mandado. (Mateo 28: 19-20).

El objetivo de su ministerio no es conseguir un montón de gente en grupos. La meta es hacer discpulos que escuchan y obedecen.
Al diseñar su ministerio celular, se debe preguntar, “¿Cómo puedo ayudar a la gente escuchar y obedecer la palabra del Señor?”

Verdad # 2: Discipulado ocurre en un contexto relacional

Cuando Jesús comenzó a hacer discpulos, dijo: “Sgueme.” Él no dijo, “Escúcha mi enseñanza,” o “leer mis libros.” Invitó a los doce en una relación de comunidad. Su manera de hacer discpulos era personal.

El Nuevo Testamento nos da por lo menos 50 “unos a otros,” como: “amaos unos a otros”, “llevar las cargas de los otros”, “perdonarnos unos a otros”, y muchos más.

Para crecer en nuestra fe, debemos ser con “unos a otros”. Como dijo Ralph Moore, “No hay relación, no hay discipulado”.

Cuando está tomando decisiones del ministerio celular, considere, “¿Qué va a promover una verdadera comunidad y relaciones interpersonales?”

Quizá vas a tener estructuras que son similares a otras iglesias celulares pero la claves es edificar los fundamentos de tu ministerio celular en los valores bblicos.

2 thoughts on “Two Biblical Truths which Guide Cell Ministry

  • greeting man of God how are you doing? I hope you are doing good. I am pastor Paul m. simiti from Kenya I have a church yes but, I am very excited in this house church my brother I would like to know what to do so that i can start this church or please can you come and teach us here of how to do this because I and the other church leaders we can come together and make a very good conference so that you can come and teach us of how to do this thank you and may God bless you all

  • Hi Paul –
    It’s good to hear of your interest in cell ministry and the work of God in Kenya.
    You can find many excellent (and free) articles about cell-based ministry on Joel’s website.
    Bless you in your ministry!

Leave a Reply

Your email address will not be published.