The Emerging Generation: Theology and Methodology

daphne

by Daphne Kirk, www.gnation2gnation.com

This blog is aimed to shake thinking that has resulted in structures, offices and methodology that reflect an education system bearing little, or no, reflection to theological foundations for raising a generation. Even Cell Churches can continue to devise their own methodology, and try to put Biblical cell values within it. Many might be seen as “successful” but how much more successful would they be if they return to God’s clearly given mandate.

So what does the Bible say?

Children and young people belong to the basic Biblical community.

  • Not the peer culture we have cultivated as the mainstay of their church life. Nowhere in the Bible do children or teens “progress” because of age.
  • But rather: integrated in cells / community of all ages, staying right at the heart of their families.
  • E.g: The Biblical words: everyone, all church, community, all the people, household etc. include every generation.

The Bible has only two sets of people who are commanded to take the next generation. One generation is responsible for the next and parents for their children.

  • Titles, callings, departments and special appointments for the emerging generation are nowhere to be found in Scripture.
  • But rather: we are all to be actively engaged with the next generation, and parents with their children. Unity is generational as well as peer.
  • E.g. Psalm 145: 4; Deuteronomy 29:29; John 17.

The Biblical edict is that our goal should be every child and young person discipled by his or her parents.

  • It is not to be abdicated to a cell leader, or those with “special gifting,” nor is there any Biblical basis for the church to distract from this command by constantly removing children from their parents and dividing families.
  • E.g. Joshua 24:15; Joel 1: 3

A parent should disciple their own children before discipling others, family is a Biblical priority.

  • It is not healthy for a parent to disciple or mentor a peer before discipling their own children, otherwise “not discipling their children” will multiply. And they will disciple others in disobedience of family priorities
  • But rather: to build the value into the church’s equipping and inspire and equip parents to disciple their children effectively before peer relationships.

It is all our responsibility to go after a lost generation.

  • It is not to be primarily focused on children and young people from Christian families.
  • But rather to empower children / teens from Christian families to go (with us) to win their generation and make disciples for Jesus.

The word “Discipleship” with the emerging generation is a lifestyle, experiential and interactive.

  • It is not a set time, place, or cell group, though these may play a supporting role. Misuse of the word has contributed to this lack of understanding of “discipleship”
  • But rather it is the day-to-day interaction, the building of memorials, the answering of questions along life’s way. The Biblical model of discipleship of children is a day-to-day lifestyle in the home it cannot be sustained even in a cell.
  • E.g Deuteronomy 6: 3-10

Returning to Biblical Theology and methodology will take a radical shake up. The church has slipped into reflecting an educational model over the past 2000 years. The Cell Church can turn this around BUT we must have a complete “make over” of our terminology, paradigm, structures and culture.

You up for the challenge?

Very few Scriptures are given here. My book “Reconnecting the Generations” gives Scripture on every page.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A geração emergente: Teologia e metodologia

Esse blog é destinado a estimular os pensamentos para resultar em estruturas, escritórios e metodologias que refletem um sistema de educação tendo pouco, ou nenhuma, reflexão da bases teológicas para a criação de uma geração. Até mesmo igrejas em células podem continuar a desenvolver seus próprios métodos, e tentar colocar valores bblicos de células neles. Muitos podem parecer “modelos bem sucedidos”, mas quanto mais sucedido eles seriam se fossem voltados aos claros mandamentos de Deus.

Então, o que a bblia fala sobre isso?

Criancas e jovens fazem parte da comunidade bblica básica.

• Não temos cultivado a “cultura de pares” como essencial da igreja. Em nenhum lugar na bblia as crianças e jovens “progressão” por causa da idade.

• Mas sim: integrados em células/ comunidades de todas as idades e ficando bem no coração de suas famlias.

Por exemplo: as palavras biblicas: todos, toda a igreja, comunidade, todas as pessoas, famlias, etc, incluem todas a gerações.

A biblia tem apenas dois tipos de pessoas que são responsáveis para comandar e tomar a próxima geração. Uma geração é responsável pela próxima e os pais responsáveis pelos seus filhos.

• Ttulos, chamados, departamentos e compromissos especiais para a geração emergente estão longe de serem encontrados nas escrituras.

• Mas todos nos estamos destinados a sermos ativamente engajados com a próxima geração, e os pais com seus filhos. Unidade é geracional assim como os pares.

• Por exemplo: Salmos 145:4; Deuteronômio29:29; João 17.

O conceito bblico é que nosso objetivo deve ser que cada criança e jovens devem ser discipulados pelos seus proprios pais.

• Não é para ser abdicado de um lder de célula, ou de alguem com um “dom especial”, ou até mesmo de alguma doutrina da igreja de distrair a liderança e remover os filhos dos pais dividindo as familias

• Por exemplo: Josue 24:15; Joel 1:3

Os pais devem discipular seus próprios filhos antes de discipular outra pessoas, famlia é uma prioridade bblica.

• Não é saudável para os pais discipularem um casal antes de discipularem seus próprios filhos. Caso contrário “Não disciplinar seus próprios filhos” vai se multiplicar. E eles vão discipular outras pessoas em desobediência ás prioridades da famlia.

• Para construir o valor na igreja, e equipar e treinar os pais para acompanhar seus filhos é um processo cauteloso e importante.

É nossa responsabilidade ir atrás da geração perdida.

• não deve ser focado principalmente em jovens e crianças de famlias cristãs.

• Mas sim estimular essas crianças e jovens para ir conosco buscar essas vidas e fazer delas discipulos de Jesus.

A palavra “discipulado” com a geração emergente, é um estilo de vida, experimental e interativo.

• Não é um tempo definido, lugar ou uma determinada célula, mesmo que eles podem desempenhar um papel de apoio. O mau uso dessa palavra tem causado uma falta de compreensão do “discipulado”.

• Mas sim é a interação dia-a-dia, a construção de memoriais, e respostas de questões da nossa vida. O modelo bblico do discipulado de crianças é dia-a-dia em casa, isso não pode ser substitudo nem por uma célula.

• Por exemplo: Deuteronômio 6:3-10

Retornar para as metodologias e teologias bblicas faram um verdadeiro reboliço em sua cabeça. A igreja vem deslizando numa reflexão de um modelo educacional nos últimos 2000 anos. A igreja pode virar esse jogo mas precisa haver uma verdadeira mudança nas terminologias, paradigmas, estruturas e culturas.

Você aceita o desafio?

Poucas referências biblicas foram dadas aqui. Meu livro “reconectando as gerações” darão referências em todas as paginas.

Spanish blog:

Generación Emergente: Teologa y Metodologa

Este blog está dirigido a estremecer el pensamiento que ha dado lugar a estructuras, oficinas y metodologa que reflejan un sistema de educación que ha dado poco fruto, o ninguno, en la reflexión de los fundamentos teológicos para levantar una generación. Incluso las iglesias celulares pueden continuar  concibiendo su propia metodologa, tratando de poner valores celulares bblicos dentro de ella. Muchos podran ser vistos como “exitosos”, pero cuánto más lo podran ser si se volvieran al mandato claramente dado por Dios.

Entonces, ¿qué dice la Biblia?

Los niños y los jóvenes pertenecen a la comunidad bblica básica.

·       No es la cultura de sus amigos o pares la que hemos cultivado como el pilar de su vida en la iglesia. No vemos en ninguna parte de la biblia que los niños o adolescentes “progresen” con la edad.

·       Por el contrario: integrados a las células/comunidad de todas las edades, permaneciendo justo en medio de sus familias.

·       Ejemplo: Las palabras bblicas: todos, toda la iglesia, comunidad, todas las personas, familia, etc. Incluyen a cada generación.

La biblia tiene sólo dos tipos de personas que son llamadas a tomar la próxima generación. Una generación es responsable de la otra, y los padres de sus hijos.

·       Ttulos, vocaciones, departamentos, y nombramientos especiales para la generación emergente no se encuentran en ningún lugar de las Escrituras.

·       Por el contrario: Todos debemos estar comprometidos activamente con la siguiente generación, y los padres con sus hijos. La unidad es generacional as como también entre pares.

·       Ejemplo: Salmos 145: 4; Deuteronomio 29:29; Juan 17.

El decreto bblico es que nuestra meta debe ser que cada niño y joven sea discipulado por sus propios padres.

·       No se trata de ser abandonado en  manos de un lder de célula, o en manos de aquellos con “dones especiales”, tampoco existe ninguna base bblica para que la iglesia se distraiga de este mandato, separando a los hijos de sus padres y dividiendo a las familias.

·       Ejemplo: Josué 24:15; Joel 1: 3

Un padre debe discipular a sus propios hijos antes de discipular a otros, la familia es una prioridad bblica.

·       No es saludable que un padre discipule o sea mentor de uno que sea su par, antes de discipular a sus propios hijos, sino, el “no discipular a sus hijos” será algo que se multiplicará. Y ellos discipularán a otros en desobediencia de las prioridades familiares.

·       Por el contrario: hay que  construir el valor en el equipamiento de la iglesia e inspirar y equipar a los padres para que discipulen efectivamente a sus hijos, antes que hacerlo en sus relaciones entre pares.

Es nuestra responsabilidad ir tras la generación perdida.

·       No hay que estar enfocados en los niños y en los jóvenes de las familias cristianas.

·       Sino que hay que empoderar a los niños/adolescentes de las familias cristianas para que vayan (con nosotros) a ganar a su generación y a hacer discpulos para Jesús.

La palabra “Discipulado” para la generación emergente es un estilo de vida, experiencial e interactiva.

·       No es un tiempo determinado, lugar o grupo celular, aunque estos pueden jugar un papel de apoyo. El mal uso de la palabra ha contribuido a esta falta de comprensión del “discipulado”.

·       Por el contrario es una interacción del da a da, una construcción de recuerdos, la respuesta a preguntas a medida pasa la vida. El modelo bblico del discipulado de los niños es un estilo de vida del da a da en el hogar, el cual no puede ser sostenido ni en una célula.

·       Ejemplo: Deuteronomio 6: 3-10

El retornar a la Teologa bblica y a  la metodologa conllevará una sacudida radical. La iglesia ha cado en el formato de reflexión y en el educativo en los últimos 2000 años. La iglesia celular puede darle vuelta a esto PERO tenemos que atravesar por una “renovación” de nuestra terminologa, paradigma, estructuras y cultura.

¿Estás dispuesto a aceptar el desafo?

He dado pocos versculos aqu. Mi libro “Reconectando las Generaciones” presenta versculos de las Escrituras en cada página.

Leave a Reply

Your email address will not be published.