The Heart of a Cell Leader

keith

by Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

One of the biggest fears that some pastors have is in entrusting the care of “their” people to others. Some pastors cannot even contemplate a cell ministry because it puts too much power in the hands of cell leaders. Some years ago I discovered both the power of toxic leaders and the power of genuine community.

We had a leader who seemed zealous for the Lord. He was a great musician and worship leader, and he really loved God. When he asked to lead a cell group I had no hesitation in encouraging him and authorizing him to do this. For a time things went well. Then I started to hear just little snippets of information that by themselves were not an issue, but together made me become anxious. His leading style became confronting rather than encouraging. People stopped attending his group.

One Sunday night during the church service, as the worship music was playing, the phrase “Absalom spirit” dropped into my head. I had no idea what this meant, not even who Absalom was. So I did some research over subsequent days and discovered that Absalom was a son of David who tried to snatch the throne from his father by drawing popular support to himself and against David (2 Samuel 15). It turned out that this cell leader was trying to use his cell group to turn people away from me in order to start his own house church. People recognzed that what he was doing was wrong, and it all came to nothing.

One time on a mission trip in Sri Lanka, I was asked to address a group of cell leaders, and I shared this story. I wasn’t very far into the story when they were all smiling because they recognized their own experience being described. I guess this is a common occurrence.

This could have been a disaster for us, except that the Lord has planted in our people a very strong sense of belonging to one another. They knew that someone trying to separate them out from the church family could not be trusted.

Every pastor needs to make sure that he or she has the heart of their people, especially of the cell leaders. People might seem like great leaders “outwardly,” but it is their heart that determines their direction. I can be sure that if I have strong loving relationships with my cell leaders, then they can be trusted with their part of the flock.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O Coração de um Lder de Célula

por Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

Um dos maiores medos que alguns pastores têm é de confiar o cuidado de “seu” povo a outros. Alguns pastores não podem sequer pensar em um ministério de células porque o ministério coloca muito poder nas mãos dos lderes de célula. Há alguns anos eu descobri tanto o poder de lderes tóxicos como o poder da comunidade genuna.

Nós tnhamos um lder que parecia ser zeloso pelo Senhor. Ele era um grande músico e lder de adoração, e ele realmente amava a Deus. Quando ele pediu para liderar um grupo celular eu não hesitei em encorajá-lo e autorizá-lo a fazer isso. Por um tempo as coisas correram bem. E a eu comecei a ouvir apenas pequenos fragmentos de informação que por si só não foram um problema, mas juntos me deixaram ansioso. Seu estilo de liderança tornou-se confrontador ao invés de incentivador. As pessoas pararam de frequentar seu grupo.

Em uma noite de domingo durante o culto na igreja, enquanto a música de adoração estava tocando, a frase “esprito de Absalão” surgiu na minha cabeça. Eu não tinha ideia do que isso significava, nem mesmo quem era Absalão. Então eu fiz uma pesquisa ao longo dos dias subsequentes e descobri que Absalão era um filho de Davi que tentou roubar o trono de seu pai, chamando o apoio popular para si mesmo e contra Davi (2 Samuel 15). Descobriu-se que este lder de célula estava tentando usar seu grupo celular para afastar as pessoas de mim, a fim de começar a sua própria igreja doméstica. As pessoas reconheceram que o que ele estava fazendo era errado, e tudo deu em nada.

Uma vez, em uma viagem de missão no Sri Lanka, me pediram para falar a um grupo de lderes de célula, e eu compartilhei esta história. Eu não estava muito longe na história quando eles ficaram todos sorrindo porque reconheceram sua própria experiência sendo descrita. Eu acho que esta é uma ocorrência comum.

Isso poderia ter sido um desastre para nós, exceto que o Senhor plantou em nosso povo um sentimento muito forte de pertencer uns aos outros. Eles sabiam que alguém que estava tentando separá-los da famlia da igreja não podia ser confiável.

Todo pastor(a) precisa ter certeza de que ele ou ela tem o coração de seu povo, especialmente dos lderes de células. As pessoas podem parecer grandes lderes “externamente”, mas é o seu coração que determina sua direção. Posso ter certeza de que se eu tiver relacionamentos amorosos fortes com meus lderes de célula, então eles podem ser confiáveis com sua parte do rebanho.

Spanish blog:

El corazón de un lder de célula

por Keith Bates, www.new-life.org.au; www.facebook.com/groups/cellchurches

Uno de los mayores temores que algunos pastores tienen es el confiar el cuidado de “su” pueblo a otros. Algunos pastores no pueden ni siquiera contemplar un ministerio celular porque éste pone demasiado poder en manos de los lderes de células. Hace algunos años descubr tanto el poder de los lderes tóxicos como el de una comunidad genuina.

Tuvimos un lder que pareca celoso por el Señor. Él era un gran músico y lder de alabanza, y él realmente amaba a Dios. Cuando él solicitó dirigir un grupo celular no dudé en animarlo y autorizarlo para hacerlo. Durante un tiempo, las cosas iban bien. Luego empecé a escuchar sólo pequeños fragmentos de información que por s mismos no eran un problema, pero en conjunto me hicieron poner ansioso. Su estilo de liderazgo se convirtió confrontativo en lugar de alentador. Las personas dejaron de asistir a su grupo.

Un domingo por la noche durante el servicio de la iglesia, mientras sonaba la música de adoración, la frase “espritu de Absalón” me vino a la mente. No tena idea de su significado, ni siquiera saba quién era Absalón. As que hice un poco de investigación en los das siguientes y descubr que Absalón era un hijo de David que intentó arrebatar el trono de su padre atrayendo el apoyo popular para s mismo y en contra de David (2 Samuel 15). Resultó que este lder de célula estaba tratando de usar su grupo celular para volver a las personas en mi contra, con el fin de fundar su propia iglesia en la casa. Las personas reconocieron que lo que estaba haciendo estaba mal, y todo se acabó.

Una vez en un viaje misionero en Sri Lanka, me solicitaron hablar a un grupo de lderes de células, y compart esta historia. No haba avanzado mucho con la historia cuando todos estaban sonriendo porque reconocieron su propia experiencia con la descripción. Supongo que esto es algo que ocurre a menudo.

Esto podra haber sido un desastre para nosotros, pero el Señor ha sembrado en nuestro pueblo un fuerte sentido de pertenencia entre s. Ellos saban que alguien que estaba tratando de separarlos de la familia de la iglesia no poda ser confiable.

Cada pastor tiene que asegurarse de que él o ella tiene el corazón de su pueblo, especialmente de los lderes de células. Las personas pueden parecer grandes lderes “por fuera”, pero es su corazón el que determinará su dirección. Puedo estar seguro que si tengo fuertes relaciones de amor con mis lderes de células, entonces les puedo confiar su parte del rebaño.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.