I Must Say No

bill

By Bill Mellinger

Joshua 1:7 NIV – “7 “Be strong and very courageous. Be careful to obey all the law my servant Moses gave you; do not turn from it to the right or to the left, that you may be successful wherever you go.”

In an earlier blog, Rob Campbell emphasized the importance of knowing when to say “Yes,” and when to say “NO.” As the lead pastor, I have the responsibility of setting the course direction of our church. Christ has given our mission to us. Like the Captain of a cruise ship, I must keep us focused and on course.

My Inbox is regularly full of invitations to utilize a new program, a new spiritual adventure, videos and various discipleship tools, a program for equipping leaders, training resources and so many good things. Every resource has some value and could be a great program. I don’t have the time, money, or energy to review them all in detail. In fact, I have to delete most of them without a second thought. While the many publishers see their value, our church would go broke if I bought them all. Personal sanity and survival necessitate my saying “No” to much of what comes across my desk or to my computer.

I love doing new things, taking risks and overcoming challenges. This is great for personal thrills but not good for the direction of a ministry. Mission and vision keep us on course. Tactics and strategies may change but even they should be focused on the main mission.

Since I believe that God has called us to be a relational church that is built on the two-winged principles of cell and celebration, I will not delegate this direction to anyone else. I have guarded this vision when individuals wanted us to do a new program, by being willing to say no to something that was good but not the best. I participate in a cell. I train and coach cell leaders and I continue to hold the flag up for others to see. Some people have not stayed with us because I said no to their program. Christ wants us to go into all the world and make disciples and I will do everything I can to keep us on that mission. Sometimes I will say yes, but more often than not, I have to say no to keep us on course.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Eu Devo Dizer Não

Por Bill Mellinger

Josué 1:7 NVI – “Somente seja forte e muito corajoso! Tenha o cuidado de obedecer a toda a lei que o meu servo Moisés lhe ordenou; não se desvie dela, nem para a direita nem para a esquerda, para que você seja bem sucedido por onde quer que andar”.

Em um blog anterior, Rob Campbell enfatizou a importância de saber quando dizer “Sim” e quando dizer “NÃO”. Como o pastor principal, eu tenho a responsabilidade de definir a direção do curso de nossa igreja. Cristo nos deu a nossa missão. Como capitão de um transatlântico, eu devo manter-nos focados e em curso.

A caixa de entrada do meu e-mail está sempre cheia de convites para utilizar um novo programa, uma nova aventura espiritual, vdeos e várias ferramentas de discipulado, programa para equipar lderes, recursos de treinamento e muitas outras coisas boas. Cada recurso tem algum valor e poderia ser um ótimo programa. Eu não tenho tempo, dinheiro ou energia para revê-los todos em detalhes. Na verdade, eu preciso deletar a maioria deles sem pensar duas vezes. Enquanto os muitos publicadores veem o seu valor, a nossa igreja iria à falência se eu comprasse todos eles. A sanidade pessoal e a sobrevivência exigem que eu diga “Não” para muito do que vem através da minha mesa ou para o meu computador.

Eu amo fazer coisas novas, assumir riscos e superar desafios. Isso é ótimo para emoções pessoais, mas não é bom para a direção de um ministério. A missão e a visão nos mantém em curso. Táticas e estratégias podem mudar, mas mesmo elas devem ter em foco a missão principal.

Já que eu acredito que Deus nos chamou para ser uma igreja relacional que é construda sobre os princpios de duas asas de célula e culto de celebração, eu não vou delegar esta direção para qualquer outra pessoa. Eu tenho guardado essa visão quando as pessoas querem que façamos um novo programa, por estar disposto a dizer não a algo que é bom, mas não o melhor. Eu participo de uma célula. Eu treino lderes de célula e eu continuo a manter a bandeira erguida para os outros verem. Algumas pessoas não permaneceram com a gente porque eu disse não para o seu programa. Cristo quer que a gente vá por todo o mundo e façamos discpulos e eu farei tudo o que puder para manter-nos nessa missão. Às vezes eu vou dizer que sim, mas mais frequentemente do que não, eu tenho que dizer não para nos manter em curso.

Spanish blog:

Debo decir No

Por Bill Mellinger

Josué 1: 7 NVI – “Sólo te pido que tengas mucho valor y firmeza para obedecer toda la ley que mi siervo Moisés te mandó. No te apartes de ella para nada; sólo as tendrás éxito dondequiera que vayas”.

En un blog anterior, Rob Campbell hizo énfasis en la importancia de saber cuándo decir “S”, y cuándo decir “NO”. Como pastor principal, tengo la responsabilidad de establecer la dirección de curso de nuestra iglesia. Cristo nos ha dado nuestra misión a nosotros. Al igual que el capitán de un barco, debo mantenernos enfocados y en curso.

Mi bandeja de entrada está regularmente llena de invitaciones para utilizar un nuevo programa, una nueva aventura espiritual, vdeos y varias herramientas de discipulado, un programa de equipamiento para los lderes, recursos de capacitación y tantas cosas buenas. Cada recurso tiene algún valor y podra ser un gran programa. Yo no tengo el tiempo, dinero o energa para revisar cada uno en detalle. De hecho, tengo que eliminar la mayora de ellos sin pensarlo dos veces. Mientras que los muchos editores ven su valor, nuestra iglesia se ira a la quiebra si los comprara todos. La cordura personal y la supervivencia requieren que yo diga “No” a la mayora de cosas que terminan en mi escritorio o en mi computadora.

Me encanta hacer cosas nuevas, tomar riesgos y superar retos. Esto es muy bueno para las emociones personales, pero no es bueno para la dirección de un ministerio. La misión y la visión nos mantienen en curso. Las tácticas y las estrategias pueden cambiar, pero incluso ellas deben centrarse en la misión principal .

Ya que creo que Dios nos ha llamado a ser una iglesia relacional que se basa en los principios de las dos alas, de la célula y la celebración, no voy a delegar esta dirección a nadie más. He cuidado esta visión cuando las personas queran que hiciéramos un nuevo programa, al estar dispuesto a decir no a algo que era bueno, pero no lo mejor. Participo en una célula. Entreno y superviso a lderes de células  y continúo sosteniendo la bandera levantada en alto para que otros la vean. Algunas personas no se han quedado con nosotros, porque he dicho no a su programa. Cristo quiere que vayamos por todo el mundo a hacer discpulos y voy a hacer todo lo posible para mantenernos en esa misión. A veces voy a decir que s; pero más a menudo, tengo que decir que no para mantenernos en curso.

Leave a Reply

Your email address will not be published.