Defining what a Cell, Part 2

freddy

by Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org

A few years ago while talking with a pastor friend about cells, he told me about all the cells he had in his church. Later he invited me to speak in his church, and I asked him if I could visit one or more of his cell groups. The pastor then took me to various classrooms in his church building and showed me the groups of children and adults who were studying God’s Word. These were the “cell groups” that this pastor had talked about.

In spite of how some churches might define their “cell groups,” I think it’s important that cell groups meet outside the church building. Meeting outside the church building is the norm in the vast majority of cell churches around the world. These same worldwide cell churches do have small groups within the church, but they are not called cell groups. They might be groups meeting for equipping, worship, or ushering. But they are not called cells.

The beauty of a cell group is that it meets outside the church building to reach people where they live and work. In an increasingly complex world, where distance from the church building is growing, home group meetings can reach people where they actually live. After all, doesn’t most of life take place outside the church building?

It’s also important to define the purpose of the cell. The cells is not only a prayer circle, although prayer is an important part. It’s not only a Bible study, although sharing God’s Word is essential. It’s not just a “social gathering,” although community is very important. The cell includes all these functions but does not focus on only one of them.

Its purposes is to create a space where people can be built up, where true community takes place, and where non-believers can be introduce to the Savior. The cell is the church and must express the very life of Christ’s church. Through cell ministry, Christ fulfills his purpose.

Then there is also the multiplication aspect. The reason for multiplication is to allow more opportunities for ministry and get people involved in an ever-increasing way. Multiplication also helps the cell to remain small and intimate, while constantly adding new people who don’t know Jesus into the midst.

Clearly defining what a cell is will help us to better understand who we are, where we are going, and what we are trying to accomplish. Do not dilute the definition of a cell.

Comments?

Freddy

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Definindo uma Célula, Parte 2

por Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org

Há alguns anos, enquanto eu conversava com um amigo pastor sobre células, ele me contou sobre todas as células que ele tinha em sua igreja. Mais tarde ele me convidou para falar na sua igreja, e eu perguntei-lhe se eu poderia visitar um ou mais dos seus grupos celulares. O pastor então me levou a várias salas de aula em sua igreja e me mostrou os grupos de crianças e adultos que estavam estudando a Palavra de Deus. Estes eram os “grupos celulares” que este pastor tinha falado.

Apesar de como algumas igrejas podem definir seus “grupos celulares”, eu acho que é importante que os grupos se reúnam fora do prédio da igreja. Se reunir fora do prédio da igreja é a norma na grande maioria das igrejas em células em todo o mundo. Essas mesmas igrejas em células em todo o mundo têm pequenos grupos dentro da igreja, mas eles não são chamados de células. Eles podem ser grupos de reuniões para equipar, adoração, ou de servos. Mas eles não são chamados de células.

A beleza de um grupo de células é que se ele reúne fora do prédio da igreja para alcançar as pessoas onde elas vivem e trabalham. Em um mundo cada vez mais complexo, onde a distância até o prédio da igreja está crescendo, reuniões de grupos nas casas podem alcançar as pessoas onde elas moram. Afinal de contas, a maior parte da vida não acontece fora do prédio da igreja?

Também é importante definir a finalidade da célula. A célula não é apenas um crculo de oração, embora a oração seja uma parte importante. Não é apenas um estudo bblico, embora compartilhar a Palavra de Deus seja essencial. Não é apenas uma “reunião social”, apesar de a comunidade ser muito importante. A célula inclui todas essas funções, mas não se concentra em apenas uma delas.

O seu objetivo é criar um espaço onde as pessoas podem ser construdas, onde a verdadeira comunidade tem lugar, e onde não-crentes podem ser apresentados ao Salvador. A célula é a igreja e deve expressar a própria vida da Igreja de Cristo. Através do ministério de células, Cristo cumpre o seu propósito.

Além disso, existe o aspecto de multiplicação. A razão para a multiplicação é permitir mais oportunidades para o ministério e envolver as pessoas de uma forma cada vez maior. A multiplicação também ajuda a célula a permanecer pequena e ntima, e adicionando constantemente novas pessoas que não conhecem Jesus para esse meio.

Definir claramente o que uma célula é nos ajudará a entender melhor quem somos, para onde vamos, e o que estamos tentando realizar. Não dilua a definição de uma célula.

Comentários?

Freddy

Spanish blog:

Definiendo lo que es una Célula, parte 2

por Freddy Noble

Hace unos cuantos años mientras conversaba con un amigo pastor sobre el tema de las células, me dijo que en su iglesia haba también un ministerio de células y por lo que me contaba, bastante prospero. Como yo estaba invitado a predicar durante el fin de semana all, quise pedirle que me llevara a ver alguna de las reuniones. Nos dirigimos al templo a la hora acordada. El pastor me llevo a cada uno de los salones del templo, donde adultos, jóvenes y niños, compartan con entusiasmo la Palabra de Dios. Para el, eso constituan las células.

A despecho de lo que opine mucha gente creo que la experiencia de la gran mayora de las iglesias basadas en células en todos los continentes es que estas se reúnen fuera del templo. Los grupos que se reúnen dentro de este son, en efecto, grupos pequeños, pero no pueden ser denominados células.

Estas se reúnen fuera del lmite de las cuatro paredes del templo, all donde está la gente. En un mundo cada vez más complejo, donde las distancias son cada vez mayores y los horarios diversos, reunir los grupos en los hogares en las áreas donde vive la gente facilita el ministerio. Después de todo es fuera del ámbito del templo, donde se halla el escenario de nuestro trabajo.

Luego es importante, a la hora de definir lo que son las células, recordar sus propósitos .No se trata de “un circulo de oración”, aunque se ora; ni de un “estudio bblico”, aunque se comparte la Palabra de Dios; no es una reunión de “compañerismo social” aunque hay comunión entre los hermanos. Las células incluyen todo eso y más.

Sus propósitos consisten en crear un espacio donde la gente sea edificada mutuamente, donde haya comunión entre los creyentes y a la vez, donde se alcance a las personas que no conocen a Cristo. Se trata pues, de células integrales. De pequeñas expresiones de la vida de la iglesia .A través de las células, la iglesia cumple sus propósitos.

Es importante tener en el foco de la visión celular, el propósito de multiplicarse. La razón para esto es que la multiplicación de células, crea oportunidades para involucrar a más personas en el ministerio, facilita el compañerismo, al mantener los grupos “pequeños” y sobre todo abre nuevos espacios para que la luz del evangelio llegue a nuevos sectores y hogares y nuevas familias sean ganadas para Cristo.

Definir con claridad lo que son las células, nos ayudara a entender mejor, quienes somos y hacia dónde vamos, y contribuirá a mantenernos enfocados. No diluya su concepción de lo que son las células.

Leave a Reply

Your email address will not be published.