A Leader and His Family

daphne

by Daphne Kirk, www.gnation2gnation.com

A leader  leads his family and his church / cell.

A leader has followers in his family and in his church / cell.

Followers observe him in his family and his church / cell.

Followers imitate him in his family and in his church / cell.

Followers are influenced by him in his family and his church / cell. 

Good news – yes! Sadly a missing element for leaders is leadership in the family, and the resulting influence of their leadership on their followers.

I am always impacted by the fact that Paul states clearly that leadership qualifications start in the home and are reflected in the church. As reflected in Paul’s words to Timothy it takes time and commitment. A leaders should be “Above reproach, faithful to his wife, temperate, self controlled, hospitable, not drunk or violent but gentle, not quarrelsome, not a lover of money, manage his family well, see that his children obey him in a manner worthy of full respect. If anyone does not know how to manage his family how can he take care of Gods church?” 1Timothy 3. 

While these are important because we replicate ourselves in discipleship, they are important for members of the family who are our primary concern; they are important in the marriage relationship as a reflection of the relationship with God and the church, and important for the health and holiness of the leader. Much has been, could be, and will be written on this subject, yet as I travel nations it seems to be a focus in leadership sadly overlooked, whether cell leaders, Pastors or even elders. 

A healthy happy leader will have a healthy, happy spouse; a healthy happy marriage will have healthy happy children. A healthy happy leadership family provides the heart of the cell / church. As Jesus said,
“What will it profit a man if he gains the whole world and lose his own family?” 

The time, effort, and priorities we live reflect our commitment and passions. Surely there can be no greater priority than the relationships within our own families. When I was a cell coach, my primary focus with leaders was their families and relationships. When I had time with leaders – the first conversation was in relation to their families. I met with the spouses and with the children regularly, letting them know they were important to me. When ideas were given about proposed activities etc. the first question was “How will your family be involved, have you talked and prayed with them about it, how will it impact them, what do they (including the children) think about it?” 

When coaches do not ask, when Pastors do not focus – it is not surprising that this is not given priority. Some church staff work such unsociable hours that I wonder how often they are home for the evening meal and to see their children to bed. Sometimes this is mandated as their job. 

If family is the priority, it must be reflected as the culture of the Pastor, his staff, cell leaders and throughout the cells. What is lived speaks louder than what is spoken.  Family was God’s idea, his first community,  and our primary cell. 

Family is both our resting place and joy.

Daphne

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Um Lder e Sua Famlia

Por Daphne Kirk

Um lder lidera sua famlia e sua igreja/célula.

Um lder tem seguidores em sua famlia e em sua igreja/célula.

Seguidores o observam em sua famlia e em sua igreja/célula.

Seguidores o imitam em sua famlia e em sua igreja/célula.

Seguidores são influenciados por ele em sua famlia e em sua igreja/célula.

Boas notcias – sim! Infelizmente um elemento que falta para os lderes é liderança na famlia e a influência resultante de sua liderança em seus seguidores.

Eu sou sempre impactada pelo fato de que Paulo afirma claramente que as qualificações da liderança começam em casa e são refletidas na igreja. Como refletido nas palavras de Paulo a Timóteo, é preciso tempo e compromisso. Um lder deve ser “irrepreensvel, fiel à sua mulher, sóbrio, prudente, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacfico e não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem sua própria famlia, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria famlia, como poderá cuidar da igreja de Deus?” 1 Timóteo 3.

Enquanto essas caractersticas são importantes porque nós nos replicamos no discipulado, elas são importantes para os membros da famlia que são a nossa principal preocupação; elas são importantes no relacionamento conjugal como um reflexo do relacionamento com Deus e com a Igreja, e importantes para a saúde e santidade do lder. Muito tem sido, poderia ser e será escrito sobre este assunto, mas conforme eu viajo para as nações vejo que infelizmente esse parece ser um foco na liderança muitas vezes esquecido, sejam lderes de células, pastores ou mesmo anciãos.

Um lder saudável e feliz terá um cônjuge saudável e feliz; um casamento saudável e feliz terá crianças saudáveis e felizes. Uma famlia de liderança saudável e feliz fornece o coração da célula/igreja.

“Pois, que adianta ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua famlia? ”

O tempo, esforço e prioridades que vivemos refletem nosso compromisso e paixões. Certamente não pode haver maior prioridade do que os relacionamentos dentro das nossas próprias famlias. Quando eu era uma treinadora celular, meu foco principal com os lderes eram suas famlias e relacionamentos. Quando eu tinha tempo com os lderes, a primeira conversa era em relação à suas famlias. Eu me encontrava regularmente com os cônjuges e com os filhos, e os deixava saber que eles eram importantes para mim. Quando eram dadas ideias sobre as atividades propostas e etc., a primeira pergunta era: "Como a sua famlia vai estar envolvida, você já falou e orou com eles sobre isso, como isso irá afetá-los, o que eles (incluindo as crianças) pensam sobre isso?"

Quando os treinadores não perguntam, quando os pastores não se concentram, não é de estranhar que esta não seja uma prioridade dada. Alguns trabalhadores da igreja trabalham tanto por horas insociáveis que me pergunto quantas vezes eles estão em casa para o jantar e para colocar os seus filhos na cama. Às vezes, isso é mandatado como seu trabalho.

Se a famlia é a prioridade, isso deve ser refletido como a cultura do Pastor, de sua equipe, de seus lderes de célula e pelas células. O que é vivido fala mais alto do que o que é falado.

A famlia foi ideia de Deus, Sua primeira comunidade e nossa célula primária.

A famlia é tanto o nosso lugar de descanso como a nossa alegria.

Daphne

Spanish blog:

El lder y su familia
Por Daphne Kirk

Un lder dirige a su familia y su iglesia/célula.
Un lder tiene seguidores en su familia y en su iglesia/célula.
Los seguidores lo observan en su familia y su iglesia/célula.
Los seguidores lo imitan en su familia y en su iglesia/célula.
Los seguidores son influenciados por él en su familia y su iglesia/célula.

Buenas noticias – ¡s! Lamentablemente un elemento que falta para los lderes es el liderazgo en la familia, y la influencia que resulta de su liderazgo en sus seguidores.

Siempre estoy impactado por el hecho de que Pablo establece claramente que las calificaciones del liderazgo comienzan en el hogar y se reflejan en la iglesia. Como se refleja en las palabras de Pablo a Timoteo que toma tiempo y compromiso. A los lderes deben ser " irreprensible, marido de una sola mujer, sobrio, prudente, decoroso, hospedador, apto para enseñar;  no dado al vino, no pendenciero, no codicioso de ganancias deshonestas, sino amable, apacible, no avaro; que gobierne bien su casa, que tenga a sus hijos en sujeción con toda honestidad (pues el que no sabe gobernar su propia casa, ¿cómo cuidará de la iglesia de Dios?); "1 Timoteo 3.

Si bien estos son importantes porque nos replicamos a nosotros mismos en el discipulado, que son importantes para los miembros de la familia que son nuestra principal preocupación; que son importantes en la relación matrimonial como un reflejo de la relación con Dios y la Iglesia, y es importante para la salud y la santidad de la lder. Mucho se ha hablado, podra ser y será escrito sobre este tema, pero como yo viajo a las naciones parece ser que el enfoque en el liderazgo por desgracia a menudo se pasa por alto, asi sea con los lderes de células, pastores o incluso los ancianos.

Un lder feliz saludable tendrá una esposa feliz y saludable; un matrimonio feliz saludable tendrá hijos sanos y felices. Una familia feliz en el liderazgo proporciona un corazón saludable a la célula/iglesia.

"¿Qué aprovechará el hombre si ganare todo el mundo, y perdiere su familia?"

El tiempo, el esfuerzo y las prioridades que vivimos reflejan nuestro compromiso y pasiones. Seguramente no puede haber mayor prioridad que las relaciones dentro de nuestras propias familias. Cuando yo era un entrenador de células mi objetivo principal con los lderes era sus familias y relaciones. Cuando pasaba tiempo con los lderes – la primera conversación fue en relación a sus familias. Me reun con los cónyuges y con los hijos regularmente, haciéndoles saber que eran importantes para m. Cuando se les dio ideas sobre las actividades propuestas, etc. la primera pregunta fue "¿Cómo va a estar involucrada tu familia?, ¿Has hablado y orado con ellos sobre esto?, ¿cómo va a afectarles a ellos?, ¿qué es lo que ellos (incluidos los niños) piensan al respecto?"

Cuando los entrenadores no preguntan, cuando los pastores no están concentrados- no es de extrañarse que ha esto no se le da prioridad. Algunos de los trabajo de la iglesia se hace en horas intempestivas que me pregunto con qué frecuencia si ellos están en casa para la cena y para ver a sus hijos ir a la cama. A veces esto es un mandato como su trabajo.

Si la familia es la prioridad se debe reflejar como la cultura del Pastor, su personal, los lderes celulares y en las células. Lo que se vivió habla más fuerte de lo que lo se habla.
La familia fue idea de Dios, su primera comunidad, y nuestra célula primaria.
La familia es nuestro lugar de descanso y alegra.

Daphne

Leave a Reply

Your email address will not be published.