Culture and Structure

daphne

by Daphne Kirk, www.gnation2gnation.com

Many try and change culture by changing the structure, however it is my understanding that it needs to be the other way round. A change in culture will provoke a change in structure. I view "culture" as a  result and reflection of revelation, transformation, passion and vision. It can be reflected in the small things of life and is unavoidably noticeable. I see "structure" as promoting and implementing the culture. Structure gives accountability and is the road map that takes the culture to a given end.

So how is this relevant to the church? Let me give you a couple of examples:

The Bible repeatedly shows that parents are responsible for the discipleship of their children. It is the culture of that book with structural outworking. “All the men of Judah, with their wives and children and little ones, stood there before the Lord”, 2 Chronicles 20:13. Here was a structural outworking of the culture of the nation that families and all generations moved together in love, obedience, and accountability before the Lord. Parents came with their children. The culture of Deuteronomy 6 was lived out. When a church wants to empower parents they often start one cell for that purpose or hold parenting evenings etc., while the culture of the church continues to disempower them. When a child wants to give their life to Jesus in a children’s cell / ministry, the leader prays with them instead of waiting for the parents to be part of the most important moment in their child’s life. A ‘small cultural manifestation’ with a huge impact. The structure overrode Kingdom culture.

When a culture has been transformed, a parent at a cell meeting might have a testimony but someone will ask, “Have you told your children? If not – tell them, then come and tell us” (Deuteronomy 29: 29). When the culture of the church is invaded by kingdom culture, it will demand a change of structure but that structure will promote the culture . So, using the example of parents and children, if a church really has the culture of revelation, passion and vision for parents to be the disciplers of their children, then almost automatically they will put in place structures that will promote and implement that culture. I believe our structures reveal the culture we have taken on board. Too often I am told, “we believe this” yet the structures cry out a different story. What culture are your structures reflecting?

Daphne

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Cultura e Estrutura

por Daphne Kirk, www.gnation2gnation.com

Muitos tentam mudar a cultura ao alterar a estrutura, no entanto eu acredito que precisa ser ao contrário. Uma mudança na cultura vai provocar uma mudança na estrutura. Eu vejo "cultura" como um resultado e reflexo da revelação, transformação, paixão e visão. Ela pode refletir nas pequenas coisas da vida e é inevitavelmente perceptvel. Eu vejo "estrutura" como promover e implementar a cultura. A estrutura dá responsabilidade e é o roteiro que leva a cultura a um determinado fim.

Então, como isso é relevante para a igreja? Deixe-me dar dois exemplos:

A Bblia mostra repetidamente que os pais são responsáveis pelo discipulado de seus filhos. É a cultura do livro com mais ênfase estrutural. “E todo o Judá estava em pé perante o Senhor, como também as suas crianças, as suas mulheres, e os seus filhos”, 2 Crônicas 20:13. Aqui foi um desenrolar estrutural da cultura da nação em que as famlias e todas as gerações se moviam juntos no amor, na obediência e na prestação de contas perante o Senhor. Os pais ficavam com seus filhos. A cultura de Deuteronômio 6 era vivida. Quando uma igreja quer capacitar os pais, muitas vezes ela começa uma célula com esse propósito ou faz eventos de pais, etc., enquanto a cultura da igreja continua a enfraquecê-los. Quando uma criança quer dar sua vida a Jesus na célula/ministério infantil, o lder geralmente ora com eles em vez de esperar os pais para que eles façam parte do momento mais importante na vida de seu filho. Uma “manifestação cultural” pequena com um impacto enorme. A estrutura passou por cima da cultura do Reino.

Quando uma cultura foi transformada, um pai em uma reunião de célula pode ter um testemunho, mas alguém vai lhe perguntar: “Você contou aos seus filhos? Se não, conte-lhes e depois venha nos contar" (Deuteronômio 29:29). Quando a cultura da igreja é invadida pela cultura Reino, é necessária uma mudança de estrutura, mas essa estrutura vai promover a cultura. Assim, usando o exemplo de pais e filhos, se uma igreja realmente tem a cultura da revelação, paixão e visão para os pais serem os discipuladores de seus filhos, então quase que automaticamente eles vão criar estruturas que irão promover e implementar essa cultura. Eu acredito que nossas estruturas revelam a cultura que temos tido. Muitas vezes me dizem "nós acreditamos nisto", mas as estruturas gritam uma história diferente. Que cultura as suas estruturas estão refletindo?  

Daphne

Spanish blog:

Cultura y Estructura

Por Daphne Kirk, www.gnation2gnation.com

Muchos han tratado y han cambiado la cultura al cambiar la estructura, sin embargo, tengo entendido que tiene que ser al revés. Un cambio en la cultura provocará un cambio en la estructura. Veo la "cultura" como consecuencia y reflejo de la revelación, transformación, pasión y visión. Se puede reflejar en las pequeñas cosas de la vida, es inevitablemente y notable. Veo la "estructura" como la promoción e implementación de la cultura. La estructura da la responsabilidad y es una ruta del mapa que lleva la cultura a un fin determinado.

Entonces, ¿Cómo es esto relevante a la iglesia? Permtanme darles un par de ejemplos:

La Biblia muestra repetidas veces que los padres son responsables por el discipulado de sus hijos. Es la cultura de ese libro con la manifestación estructural. "Y todo Judá estaba en pie delante de Jehová, con sus niños y sus mujeres y sus hijos", 2 Crónicas 20:13. Aqu hubo una manifestación estructural de la cultura de la nación en las familias y todas las generaciones que se movan juntos en el amor, la obediencia y la rendición de cuentas ante el Señor. Los padres vinieron con sus hijos. La cultura de Deuteronomio 6 fue vivida. Cuando la iglesia quiere capacitar a los padres, ellos menudo comienzan una célula para ese fin o mantienen clases en las noches etc., mientras que la cultura de la iglesia continúa deshabilitándolos. Cuando un niño quiere dar su vida a Jesús en la célula/ministerio para niños, el lder ora con ellos en vez de esperar a que los padres de familia sean parte del momento más importante en la vida de sus hijos. Una "pequeña manifestación cultural" con un enorme impacto. La estructura anuló la cultura del reino.

Cuando una cultura se ha transformado, uno de los padres en una reunión celular podra tener un testimonio, pero alguien va a preguntar: "¿Le has dicho a tus hijos? Si no es as – diles, y luego ven y cuéntanos"(Deuteronomio 29: 29). Cuando la cultura de la iglesia es invadida por la cultura del reino, exigirá un cambio de la estructura, pero la estructura promoverá a la cultura. As, utilizando el ejemplo de los padres y los hijos, si la iglesia realmente tiene la cultura de la revelación, la pasión y la visión de los padres a ser los discipuladores de sus hijos, entonces casi automáticamente van a poner en marcha las estructuras que promuevan y aplican esa cultura. Creo que nuestras estructuras revelan la cultura que hemos tenido en cuenta. Muy a menudo me han dicho, "creemos en esto" sin embargo, las estructuras gritan una historia diferente. ¿Qué cultura está reflejando tus estructuras?

Daphne

Leave a Reply

Your email address will not be published.