Pray first

By Steve Cordle

Many ministry roles are gift-based. For example, effective teachers have the gift of teaching and great evangelists have the gift of evangelism.

One of the most significant findings of Joel Comiskey’s research on group leaders who multiply their cells is that there is no correlation with spiritual gifts. There was no spiritual gift common to effective group leaders, and there is no such thing as a gift of group leadership!

Leading a group is not a gift-based ministry, it is maturity-based. A person does not need to have a certain spiritual gift to lead a group to multiply; a person just needs a level of spiritual maturity.

One mark of spiritual maturity is the practice of personal prayer. Very simply, Joel’s research found that leaders who multiply their groups prayed more than those who do not multiply.

That makes sense. Spending time in prayer deepens us personally and allows God’s power to work through us more freely. Time in prayer makes us more likely to align with God and be in tune with what he wants to do in a group meeting. Praying for the group invites the presence of the Holy Spirit in our lives and groups.

So, when training our leaders, we do well to train them to pray. When discipling our leaders, inquire about their time with God. I tell our leaders, “If you have only 10 minutes to prepare for a meeting, spend 9 praying and 1 minute looking over the lesson.”

Trying to lead a group without prayer is like trying to grow a garden without water. But spending time alone with God releases the presence and power of God which is central to a healthy group.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Ore primeiro

Por Steve Cordle

Muitos cargos ministeriais são baseados nos dons. Por exemplo, professores eficientes têm o dom de ensinar e grandes evangelistas têm o dom de evangelizar.

Uma das descobertas mais importantes da pesquisa de Joel Comiskey sobre lderes de célula que multiplicam suas células Ã© que não existe uma correlação com dom espiritual. Não havia nenhum dom espiritual em comum entre os lderes de célula eficazes, e não há tal coisa como um dom de liderança de célula!

Liderar uma célula não é um ministério baseado em dom e sim em maturidade. Uma pessoa não precisa ter um certo dom espiritual para conduzir uma célula à multiplicação; ela só precisa de um nvel de maturidade espiritual.

Uma marca de maturidade espiritual é a prática da oração pessoal. De forma simples, a pesquisa de Joel descobriu que lderes que multiplicam suas células oram mais do que aqueles que não multiplicam.

Isso faz sentido. Investir tempo em oração nos enraiza pessoalmente e permite o poder de Deus trabalhar mais livremente através de nós. Tempo de oração nos torna mais propensos a se alinhar com Deus e estarmos em sintonia com o que Ele quer fazer em uma reunião da célula. Orar pela célula convida a presença do Esprito Santo em nossas vidas e em nossas células.

Assim, quando treinamos nossos lderes, nós fazemos bem em treiná-los a orar. Quando discipulamos nossos lderes, questionamos eles sobre seu tempo com Deus.

Eu digo aos nossos lderes: “Se vocês tiverem apenas 10 minutos para prepararem a reunião da célula, gastem 9 orando e 1 minuto checando a ministração”.

Tentar liderar uma célula sem oração é como tentar cultivar um jardim sem água. Mas investir tempo a sós com Deus, libera a presença e o poder de Deus, que é o principal de uma célula saudável.

Spanish blog:

Orar primero

Por Steve Cordle

Muchas funciones del ministerio son a base de dones. Por ejemplo, los maestros eficaces tienen el don de la enseñanza y grandes evangelistas tienen el don de evangelismo.

Uno de los hallazgos más significativos de la investigación de Joel Comiskey en lderes de grupo que multiplican sus células es que no existe una correlación con los dones espirituales. No hay ningún don espiritual común efectivo para los lderes de grupo, y no hay tal cosa como un don de liderazgo de grupo.

Dirigir un grupo no es un ministerio basado en dones, es basado en la madurez. Una persona no necesita tener un cierto don espiritual para dirigir un grupo a la multiplicación; una persona sólo necesita un nivel de madurez espiritual.

Una señal de madurez espiritual es la práctica de la oración personal. Muy simplemente, la investigación de Joel encontró que los lderes que multiplican sus grupos oraron más que los que no se multiplicaron.

Eso tiene sentido. Pasando tiempo en la oración profundiza personalmente y permite que el poder de Dios trabaje a través de nosotros con mayor libertad. El tiempo de la oración nos hace más propensos a alinearnos con Dios y estar en sintona con lo que él quiere hacer en una reunión de grupo. Orando por el grupo invita a la presencia del Espritu Santo en nuestras vidas y grupos.

Por lo tanto, cuando formamos nuestros lderes, hacemos bien en entrenar a orar. Cuando discipulamos a nuestros lderes, pregunta acerca de su tiempo con Dios.

Yo le digo a nuestros lderes, “Si usted tiene sólo 10 minutos para prepararse para una reunión, pasa 9 orando y un 1 minuto mirando por encima de la lección”.

Tratando de dirigir un grupo sin oración es como tratar de cultivar un jardn sin agua. Pero pasar tiempo a solas con Dios libera la presencia y el poder de Dios que es fundamental para un grupo sano.

Leave a Reply

Your email address will not be published.