Transitioning to Cell-based Ministry

coach_JoelFamilyWeb

by Joel Comiskey

For three weeks in May I traveled to eleven states in Brazil with the Foursquare Church and spoke to 19,000 pastors and leaders. The top leadership is encouraging the entire denomination of 20,000 churches to transition to the cell church model. Their goal is 300,000 cell groups by 2021. It’s very exciting to witness what God is doing! 

The reality, however, is that most churches are either in the pre-transitioning stage or are just starting their transition. One of my main teachings to these Foursquare pastors was how to transition to the cell church strategy. I highlighted the biblical foundations for cell ministry and how cell church is a group disciple-making strategy. I wanted to make sure these pastors and churches captured the values and the Biblical base for cell ministry, rather than viewing it as a “church growth” method. 

Those who view cell church as a technique or program for church growth rarely successfully make the transition. In fact, most of us know churches who began well but didn’t stick with cell ministry for the long-term. One of the key reasons for not continuing is because the pastor didn’t view cell church as a biblical way of life that would continue until Jesus comes again.

Many of these Foursquare pastors already knew the exciting stories of growing cell churches, and the temptation would be to give cell church a “test run,” to see if this new method would bring quick growth, while always keeping their options open for another, more productive method. To make a successful transition, however,  they needed to count the cost before transitioning in order to give themselves enough time to actually make it work–knowing it often takes five years to make the cell church transition

It takes time to change attitudes and values. Nor is it easy for pastors and congregations to prepare lay people to do the work of the ministry and then to coach them to make sure those lay people fulfill their pastoral ministry. Cell church demands more training and coaching than traditional ministry. Future leaders do better when they are trained and coached.

During the month of June on the JCG blog, we will be talking about how to successfully transition to the cell church strategy.  We will cover:

  • Week 1 (June 5-11); How churches have transitioned.   By far the most effective and common way is the model cell approach. The lead pastor chooses key leaders and starts a pilot group. This group might last for six months. After the group multiplies (best to have a team of at least two), the lead pastor becomes the coach of the new leaders. It’s good for the lead pastor to continue to lead a group. However, some have started more than one cells at once, like in the case of Elim under Sergio Solorzano. Others have prepared the church extensively in the pre-transition and then started several groups at once (Phil Potter describes this approach in The Challenge of the Cell Church. 
  • Week 2 (June 12-18); Role of Leadership Team in the transition, as well as common errors in making the transition. It’s unlikely to make the transition unless the lead pastor and key leaders are 100% committed. Plus, the lead pastor has to be willing to stay for a while. It’s best not to do even start the transition unless the lead pastor is passionate about cell ministry and is willing to lead the church (the vision can’t be delegated to someone else). It’s not enough to have a vision; the vision must have you. Another common error is not giving the transition enough time. In traditional churches, a transition will probably take about five years! Share your experience here with churches you’ve coached in transitioning situations.
  • Week 3 (June 19-25). Change dynamics and the importance of giving enough time. The book Diffusion of Innovations (Rogers) and Leading Change (Kotter) are great books on change within organizations. Robert Clinton said something like, “Change takes longer than you think even when you think it will take longer.” Change dynamics really come to play in transitioning a cell church.  There is the pre-transition stage, a transition period, and then the post-transition phase. All are important. 
  • Week 4 (June 26-July 02); Churches do successfully transition. You will go through some rocky moments or are still going through them. But with God’s help, you will make it. During this week, we’ll hear counsel from pastors who have made the transition. Steve Cordle’s book The Church in Many Houses helps pastors understand key principles behind a successful transition.  

Have you successfully transitioned to the cell strategy? Share your experiences here.

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Fazendo a Transição para o Ministério Baseado em Células

Durante três semanas em maio eu viajei para onze estados do Brasil com a Igreja Quadrangular e falei para 19.000 pastores e lderes. A liderança maior está incentivando toda a denominação que possui 20.000 igrejas a fazer a transição para o modelo de igreja em células. O objetivo deles é ter 300.000 células até 2021. É muito emocionante testemunhar o que Deus está fazendo!

A realidade, porém, é que a maioria das igrejas estão na fase de pré-transição ou estão apenas começando sua transição. Um dos meus principais ensinamentos a esses pastores da Quadrangular foi sobre como fazer a transição para a estratégia da igreja em células. Eu destaquei os fundamentos bblicos para o ministério celular e como a igreja em células é uma estratégia de formação de discpulos em grupo. Eu queria ter certeza de que esses pastores e igrejas assimilaram os valores e a base bblica para o ministério celular, em vez de vê-lo como um método de “crescimento da igreja”.

Aqueles que veem a igreja em células como uma técnica ou programa para o crescimento da igreja raramente têm sucesso ao fazer a transição. Na verdade, a maioria de nós conhece igrejas que começaram bem, mas não mantiveram o ministério celular a longo prazo. Uma das principais razões para não continuar é porque o pastor não visualizou a igreja em células como uma forma bblica de vida que deve continuar até que Jesus volte.

Muitos desses pastores da Igreja Quadrangular já conheciam as histórias emocionantes de crescimento de igrejas em células, e a tentação seria fazer um teste para ver se este novo método traria crescimento rápido, mantendo sempre as opções em aberto para o outro método mais produtivo. Para fazer uma transição bem-sucedida, no entanto, eles precisavam pensar no custo antes da transição, a fim de ter tempo suficiente para fazê-la funcionar de verdade – sabendo que muitas vezes a transição leva cinco anos.

Leva tempo para mudar atitudes e valores. Também não é fácil para os pastores e congregações ter que preparar leigos para fazer a obra do ministério e depois orientá-los para garantir que eles cumpram o seu ministério pastoral. A igreja em células exige mais treinamento e acompanhamento do que o ministério tradicional. Os futuros lderes se saem melhor quando são treinados e acompanhados. 

Durante o mês de junho no blog Joel Comiskey Group nós vamos falar sobre como fazer a transição para a estratégia de igreja em células de forma bem-sucedida. Se você gostaria de receber esses textos por e-mail, por favor, clique aqui. Nós vamos abordar:

  • Semana 1 (5 a 11 de junho). Como igrejas fizeram a transição. De longe a forma mais eficaz e comum é a abordagem da célula modelo. O pastor principal escolhe lderes-chave e começa um grupo piloto. Esse grupo pode durar seis meses. Depois que o grupo se multiplica (melhor ter uma equipe de pelo menos dois), o pastor principal se torna o treinador dos novos lderes. É bom para o pastor principal continuar a liderar um grupo. No entanto, alguns começaram mais de uma célula de uma só vez, como no caso da Igreja Elim sob a liderança de Sérgio Solorzano. Outros prepararam a igreja extensivamente no perodo pré-transição e depois começaram vários grupos ao mesmo tempo (Phil Potter descreve essa abordagem no livro The Challenge of the Cell Church (“O Desafio da Igreja em Células”, em tradução livre).
  • Semana 2 (12 a 18 de junho). O papel da Equipe de Liderança na transição, bem como erros comuns ao fazer a transição. É pouco provável que a transição ocorra a menos que o pastor principal e os principais lderes estejam 100% comprometidos. Além disso, o pastor principal tem que estar disposto a permanecer por um tempo. É melhor nem começar a transição, a menos que o pastor principal esteja apaixonado pelo ministério celular e esteja disposto a liderar a igreja (a visão não pode ser delegada a outra pessoa). Ter uma visão não é suficiente; a visão deve ter você. Outro erro comum é não dar tempo suficiente para a transição. Nas igrejas tradicionais, uma transição levará provavelmente cerca de cinco anos!
  • Semana 3 (19 a 25 de junho). Mudar a dinâmica e a importância de dar tempo suficiente. Os livros Diffusion of Innovations (“Difusão de Inovações”, em tradução livre) de Rogers e Leading Change (Kotter) são grandes livros sobre a mudança dentro das organizações. Robert Clinton disse algo como, “a mudança leva mais tempo do que você pensa, mesmo quando você pensa que ela vai demorar mais tempo”. A mudança de dinâmica realmente acontece na transição para uma igreja em células. Existe a fase de pré-transição, um perodo de transição e depois a fase de pós-transição. Todos são importantes.
  • Semana 4 (26 de junho a 02 de julho). Igrejas fazem a transição com sucesso. Você vai passar por alguns momentos rochosos ou ainda está passando por eles. Mas com a ajuda de Deus, você vai conseguir. Durante esta semana, vamos ouvir conselhos de pastores que fizeram a transição. O livro de Steve Cordle Church in Many Houses (“A Igreja em Muitas Casas”, em tradução livre) ajuda pastores a entenderem os princpios fundamentais por trás de uma transição bem-sucedida.

 Você fez a transição para a igreja em células com sucesso? Compartilhe suas experiências aqui.

Spanish blog:

Haciendo la Transición al Ministerio Basado En Células

En mayo viajé durante tres semanas a once estados en Brasil con la Iglesia Cuadrangular y hablé a 19,000 pastores y lderes. La máxima dirección de liderazgo está animando a toda la denominación de 20,000 iglesias para que haga la transición al modelo de la iglesia celular. Su meta es de 300,000 grupos celulares para el año 2021. ¡Es muy emocionante ser testigo de lo que Dios está haciendo!

Sin embargo, la realidad, es que la mayora de las iglesias  ya están en la etapa de pre-transición o apenas están comenzando su transición. Una de mis principales enseñanzas para estos pastores de la Iglesia Cuadrangular fue sobre cómo hacer la transición a la estrategia de la iglesia celular. Hice destacar los fundamentos bblicos para el ministerio celular y cómo la iglesia celular es una estrategia de grupo para hacer discpulos. Quera asegurarme que estos pastores e iglesias captaran los valores y la base bblica para el ministerio celular, en vez de verlo como un método de “crecimiento de la iglesia“.

Aquellos que ven la iglesia celular como una técnica o programa para el crecimiento de la iglesia rara vez hacen la transición con éxito. De hecho, la mayora de nosotros conocemos iglesias que empezaron bien pero no se mantuvieron con el ministerio celular a largo plazo. Una de las principales razones por las que no continuaron se debió a que el pastor no visualizaba a la iglesia celular como una forma bblica de vida que continuara hasta que Jesús regresara de nuevo.

Muchos de estos pastores de la Iglesia Cuadrangular ya conocan las historias emocionantes de crecimiento de iglesias celulares, y la tentación era darle a la iglesia celular una “probadita” para ver si este nuevo método traera un crecimiento rápido, mientras mantenan siempre sus opciones abiertas para otro método más productivo. Sin embargo, para hacer una transición exitosa tenan que contar el costo antes de hacer la transición a fin de darse ellos mismos el tiempo suficiente para que realmente funcionara – conocerlo a menudo toma cinco años para hacer la transición a iglesia celular.

Se necesita tiempo para cambiar las actitudes y los valores. Tampoco es fácil para los pastores  y congregaciones preparar laicos  para hacer la obra del ministerio y luego entrenarlos para asegurarse de que esos laicos cumplan con su ministerio pastoral. La iglesia celular exige más formación y supervisión que el ministerio tradicional. A los futuros lderes les irá mejor cuando sean capacitados y entrenados.

 

Durante el mes de Junio en el blog JCG, estaremos hablando sobre cómo hacer la transición con éxito hacia la estrategia de la iglesia celular. Si deseas recibir estos blogs en tu bandeja de entrada cada da, por favor haz clic aqu. Vamos a estar cubriendo los siguientes temas:

  • Semana 1 (5-11 junio). Cómo han hecho la transición las iglesias. La forma más eficaz y común es el enfoque del modelo celular. El pastor principal elige lderes clave y empieza un grupo piloto. Este grupo podra durar seis meses. Después que se multiplica el grupo (es mejor tener un equipo de al menos dos), el pastor principal se convierte en el supervisor de los nuevos lderes. Es bueno para el pastor principal que continúe dirigiendo un grupo. Sin embargo, algunos han comenzado con más de una célula a la vez, como es el caso de Elim bajo la dirección de Sergio Solorzano. Otros han preparado a la iglesia ampliamente en la pre-transición y luego han comenzó varios grupos a la vez (Phil Potter describe este enfoque en “The Challenge of the Cell Church” (El Desafo de la Iglesia Celular).
  • Semana 2 (12-18 junio). El papel del equipo de liderazgo en la transición, as como los errores comunes en la transición. Es poco probable que se lleve a cabo la transición a menos que el pastor principal y los lderes clave estén comprometidos al 100%. Además, el pastor principal tiene que estar dispuesto a quedarse por algún tiempo. Es mejor no hacer, o incluso comenzar la transición a menos que el pastor principal no esté apasionado por el ministerio celular y esté dispuesto a dirigir la iglesia (la visión no se le puede delegar a otra persona). No es suficiente tener una visión; la visión debe tenerte a ti. Otro error común es no darle el tiempo suficiente a la transición. ¡En iglesias tradicionales, una transición probablemente tomará unos cinco años! Comparte tu experiencia aqu con iglesias que hayas supervisado en situaciones de transición.
  • Semana 3 (19-25 junio). Cambiar la dinámica y la importancia de darle el tiempo suficiente. El libro Diffusion of Innovations “Difusión de Innovaciones” (Rogers) y Leading Change “Dirigiendo el cambio” de (Kotter) son grandes libros que tratan sobre el cambio dentro de las organizaciones. Robert Clinton dijo algo as: “Las dinámicas del cambio verdaderamente entran en juego en la transición de una iglesia celular”. Existe la etapa de pre-transición, un perodo de transición, y luego la fase posterior a la transición. Todas son importantes.
  • Semana 4 (26 junio al 02 julio) Las iglesias s hacen una transición exitosa. Pasarás por algunos momentos difciles o aún estás pasando por ellos. Pero con la ayuda de Dios, lo lograrás. Durante esta semana, vamos a escuchar el consejo de pastores que han hecho la transición. El libro de Steve Cordle The Church in Many Houses (La Iglesia en Muchas Casas) ayuda a pastores a comprender los principios clave detrás de una transición exitosa.

¿Haz hecho la transición hacia la estrategia celular con éxito? Comparte tus experiencias  aqu.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!