Elim’s Unique Transition to the Cell Church

coach_mario2016speaking

by Mario Vega, www.elim.org.sv

Many people know that the Elim Church in El Salvador made a very rapid transition to cell ministry by starting lots of cells simultaneously.

However, I would not recommend the way we transitioned as a model or example for others to follow. Why? Because the conditions in which our transition occurred were very particular. For example:

  • Elim was experiencing a unique “momentum” at the time of our transition. In fact, since the beginning, Elim had grown very rapidly. From an initial core of nine people, the church had grown to 3,000 in just nine years. The church was full of enthusiasm and passion to move forward. The members were actively evangelizing and the cell model fit perfectly with the time we were living.
  • The founding pastor of Elim was a fiery and passionate preacher. He was very expressive in his vocal ability and able to connect very well with people. Those qualities gave him a very strong leadership, which attracted many enthusiastic followers. The people were willing to follow the founder wholeheartedly and when he said that the church was moving to cell ministry, they accepted the new philosophy with very little resistance.
  • El Salvador was completely open to the gospel and people were hungry spiritually. It was a remarkable harvest time with multitudes receiving Jesus and wanting discipleship. The people had great hope that God was going to do something new. The cell system helped organize this spiritual revival in a systematic way to better make disciples who make disciples.

Historical and cultural conditions are often not repeatable and that’s why Elim’s transition cannot be applied in many situations. However, if the conditions mentioned above apply to your situation today, perhaps you would have a similar transitional experience like our own.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A rápida transição da Igreja Elim

Por Mario Vega

Muitas pessoas sabem que a igreja de Elim em El Salvador fez uma transição muito rápida para o ministério celular, iniciando com muitas células simultaneamente.

De qualquer forma, eu não recomendaria a maneira que nós mudamos como um modelo ou exemplo para outros seguirem. Por quê? Porque as condições em que a nossa transição ocorreu foram muito particulares.
Por exemplo:

  • Elim estava passando por um momento único na época da nossa transição. Na verdade, desde o começo, a igreja de Elim tem crescido muito rapidamente. A partir de um núcleo inicial de nove pessoas, a igreja cresceu para 3.000 em apenas nove anos. A igreja estava tão cheia de entusiasmo e paixão em seguir em frente. Os membros estavam evangelizando ativamente e o modelo celular se encaixou perfeitamente ao momento que estávamos vivendo.
  • O pastor fundador de Elim era um pregador caloroso e apaixonado. Ele era muito expressivo em sua oralidade e conseguia se conectar muito bem com as pessoas. Essas qualidades deram à ele uma liderança muito forte, a qual atraiu muitos seguidores entusiastas. As pessoas estavam dispostas a seguir o fundador de todo o coração e quando ele disse que a igreja estava mudando para o ministério celular, eles aceitaram a nova filosofia com pouqussima resistência.
  • El Salvador estava completamente aberta ao evangelho e as pessoas estavam famintas espiritualmente. Isso era um notável tempo de colheita, com multidões recebendo Jesus e querendo discipulado. As pessoas tinham grande esperança que Deus estava para fazer algo novo. O sistema de crlular ajudou a organizar essa reavivamento espiritual de uma forma sistemática para melhor fazer discpulos que fazem discpulos.

Condições históricas e culturais muitas vezes não são repetveis e é por isso que a transição de Elim não pode ser aplicada em muitas situações. No entanto, se as condições mencionadas acima se aplicam a sua situação hoje, talvez você teria uma experiência de transição semelhante a nossa.

Spanish blog:

La rápida transición de Elim

por Mario Vega

Es sabido que la iglesia Elim de El Salvador hizo su transición al trabajo celular de manera muy rápida y comenzando con varias células de manera simultánea. La manera en que se hicieron las cosas no la recomendara a otras iglesias como modelo. No porque las cosas hayan salido mal sino porque las condiciones en que se produjeron fueron muy particulares. Entre esas condiciones puedo mencionar:

  • La iglesia estaba viviendo un “momentum” único. Desde su fundación Elim haba crecido rápidamente. De un núcleo inicial de 9 personas haba pasado a 3,000 en nueve años. La iglesia se encontraba en plena efervescencia y haba mucha pasión por seguir avanzando. Los miembros eran muy activos en el evangelismo de todo tipo. El modelo celular llegó a cazar perfectamente con el ambiente que se viva.
  • El pastor fundador de Elim era un predicador fogoso y apasionado. Muy expresivo en su capacidad vocal y con gran habilidad para conectar con las personas. Esas cualidades le daban un liderazgo muy fuerte y con muchos seguidores entusiastas. Bastaba que la iglesia escuchara que se adoptara el trabajo celular para que fuera acogido sin resistencia por la casi totalidad.
  • A lo anterior, se suma el hecho que El Salvador es un pas muy fértil al evangelio. Las personas son muy sensibles espiritualmente y las diversas dificultades mueven a las personas a buscar una esperanza en Dios. De hecho, la época fue de un notable crecimiento de las iglesias en general. Pero, las condiciones fueron mejor aprovechadas al disponerse de un trabajo sistemático para levantar la cosecha. Ese trabajo sistemático fue el sistema celular.

Las condiciones históricas y culturales suelen ser irrepetibles, por ello, es que el modelo de transición de Elim no pudiera ser aplicado en muchos casos. No obstante, si se reprodujeran los aspectos mencionados, probablemente la experiencia pudiera repetirse.

Leave a Reply

Your email address will not be published.