Transition: Conscience, Conditions, and Will

coach_mario2016speaking

by Mario Vega, www.elim.org.sv

A Salvadoran thinker once said that in order to achieve something three things are needed: conscience, conditions and will. This thought is very true regarding the transition to the cell model. First of all, there’s got be conscience. This awareness arises when one considers what the New Testament teaches about the way to do church, the theological basis for cell ministry, and when relating to the experiences gained by other cell churches. This is the most important part of the transition, we must give ourselves enough time to really understand cell values. It requires reading the New Testament from the perspective of house to house ministry, talking to leadership, resolving questions and concerns, and receiving sufficient information to proceed intelligently.

Then one must verify the conditions. There are churches where the conditions are already perfect. Yet in other situations, the conditions need to be developed. I’m referring here to whether church leaders are well informed, are part of the decision-making process, and are passionate about the cell model. These leaders will carry out the initial work and will exemplify what they want others to follow. Anotehr important condition is that the church itself has extensive information about the reason why they are doing cell ministry, understand the biblical base, and have adopted the cell values.

Finally, there is the will. Things will not just happen despite having the right conditions. One needs the will to undertake the application of what has been learned, to establish a schedule of transition, and to start taking the first steps. At first, these may be modest steps. One should go from simple to complex. But the key is to show the will to go on. One must know that there will be resistance, but if there is sufficient will, the passion to complete the transition will be generated in a timely manner but without delay.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Transição: Consciência, Condições e Vontade.

Por Mario Vega

Um pensador salvadorenho uma vez disse que a fim de alcançar algo são necessárias três coisas: consciência, condições e vontade. Esse pensamento é muito real em relação a transição para o modelo celular. Em primeiro lugar, deve haver consciência. Esta tomada de consciência surge quando se considera o que o Novo Testamento ensina sobre a maneira de fazer igreja, a base teológica para o ministério celular, e quando se relaciona com as experiências adquiridas por outras igrejas em células. Essa é a parte mais importante da transição, nós devemos ter tempo suficiente para realmente entender os valores celulares. Isso exige a leitura do Novo Testamento a partir da perspectiva do ministério de casa em casa, conversar com a liderança, resolver de questões e preocupações, e receber informações suficientes para proceder de forma inteligente.

Em seguida, deve-se verificar as condições. Existem igrejas onde as condições já são perfeitas. No entanto, em outras situações, as condições precisam ser geradas. Estou me referindo aqui aos lderes da igreja que estão bem informados, fazem parte do processo de tomada de decisão, e são apaixonados pelo modelo celular. Esses lderes vão realizar o trabalho inicial e exemplificar o que eles querem que os outros sigam. Outra condição importante é que a própria igreja tenha uma vasta informação sobre a razão por que eles estão tornando o ministério celular, compreendendo a base bblica, e adotando os valores das células.

Finalmente, há a vontade. As coisas não irão simplesmente acontecer, apesar das condições adequadas. É preciso a vontade para realizar a aplicação do que foi aprendido, para estabelecer um cronograma de transição, e de começar a dar os primeiros passos. Inicialmente, estes podem ser passos modestos. E necessário ir do simples ao complexo. Mas a chave é mostrar a vontade de ir em frente. É preciso saber que haverá resistência, mas se houver vontade suficiente, a paixão para concluir a transição será gerada em tempo hábil, mas sem demora.

Spanish blog:

Conciencia, condiciones y voluntad para la transición

por Mario Vega

Un pensador salvadoreño dijo en una ocasión que para realizar cualquier logro se necesitan tres cosas: conciencia, condiciones y voluntad. Este pensamiento es muy verdadero con respecto a la transición hacia el modelo celular. En primer lugar, debe existir la conciencia. Ésta se origina al considerar lo que el Nuevo Testamento enseña sobre la manera cómo funcionaba la iglesia de los apóstoles, al considerar las bases teológicas del trabajo celular, al relacionarse con las experiencias alcanzadas por otras iglesias celulares. Esta es la parte más importante de la transición y a la cual hay que darle su tiempo de maduración. Requiere la lectura del Nuevo Testamento desde esta perspectiva, mucha conversación, resolver las preguntas e inquietudes, informase apropiadamente.

Seguidamente, hay que verificar las condiciones. Hay iglesias donde las condiciones están dadas, en otras, será necesario desarrollarlas. Las condiciones que se requieren es que los lderes claves de la iglesia estén muy informados, sean parte de la decisión y estén apasionados por el modelo celular. Esto lderes podrán llevar adelante el trabajo inicial y podrán mostrar el camino a la congregación. Otra condición importante es que la misma iglesia tenga amplia información del por qué. Que posea la sustentación bblica y se relacione con los valores del modelo.

Finalmente, se encuentra la voluntad. Las cosas no se darán por s solas por muchas condiciones que existan. Se necesita la voluntad para emprender la aplicación de lo aprendido. Establecer un cronograma de transición y comenzar a dar los primeros pasos. Al principio pueden ser pasos modestos. Hay que ir de lo simple a lo complejo. Pero la clave es mostrar la voluntad de seguir adelante. Hay que saber que se encontrará resistencia, pero si existe la voluntad suficiente se generará la pasión para completar la transición en su momento oportuno, pero sin dilación.

Leave a Reply

Your email address will not be published.