Cell Church Planting at Maranatha Praise Cathedral

coach_rafaelBlumeWeb

By Rafael Blume, pastor of Maranatha Praise Cathedral in St. Lois, Brazil

The Maranatha Praise Cathedral is a church in the city of St. Lois in the Northeast of Brazil. When we reached nine hundred members in 2009, we stopped growing, and got stuck in administrative problems. Mentored by Pastor Robert Lay, we decided to multiply the church. In two years we started eleven new churches sending out cells with their supervisors or coaches as pastors. We repeated this process several times, and today we have 25 churches with a total of 3000 members. Four pillars sustain the vision of the church:

First, we are a church planting movement. We abandoned the dream of becoming a mega local church, retaining the best leaders to strengthen the mother church. The vision was adjusted, so each disciple multiplies himself, each cell multiplies, and every church multiplies, to reach all peoples in the world. In this way, even small churches multiply and form new churches. The criteria of multiplication is organic. Planting churches is in the DNA of every cell.

Second, we are simple churches. A new church is planted by the sending of one cell or a group of cells under a coach, as already mentioned. These new cells start out with experienced leaders, non-paid or part-time ministers. They meet in homes, and have celebrations in garages, city plazas, under a big tree, community centers, schools, and so forth.  We are simple churches, very relational, and low cost in initial investment, and maintenance.

Third, we are community churches. The planting and life of the church is totally committed in helping the community. We do a lot of work with and for the community. We give away medicine for the needy, we help to build houses for people, help with food, our mother church building is used to serve the community and it’s needs, like teaching people to read and write, and teaching of labor skills.

Fourth, we are a network of pastors. Each pastor and church leader is personally mentored by a more experienced pastor. Nobody is sent alone to plant a new church. All are coached, trained, and taken care of by a fellow minister. Never alone. No pastor should be left to walk alone.

Our cell churches have been walking in this vision. We do not want to become a mega local church, but a mega network of simple churches.

Korean blog (click here)

Portuguese blog: 

Plantação de Igrejas em Células

Por Rafael Blume, pastor de igreja com a Catedral de Louvor Maranata em São Lus, Brasil.

A Catedral de Louvor Maranata é uma igreja no nordeste do Brasil. Quando nós alcançamos novecentos membros em 2009, nós paramos de crescer, e ficamos presos em problemas administrativos. Orientados pelo pastor Robert Lay, nós decidimos multiplicar a igreja. Em dois anos, nós começamos onze novas igrejas, enviando células com os seus supervisores, ou lderes como pastores. Nós repetimos esse processo muitas vezes, e hoje nós temos 25 igrejas, com o total de 3.000 membros. Quatro pilares sustentam a visão da igreja:

Primeiro, nós somos um movimento de plantação de igrejas. Nós abandonamos o sonho de nos tornarmos uma mega igreja local, retendo os melhores lderes para fortalecer a igreja mãe. A visão foi ajustada, de modo que cada discpulo se multiplica, cada célula multiplica, e cada igreja se multiplica, para alcançar todos os povos do mundo. Dessa forma, até as igrejas pequenas se multiplicam e formam novas igrejas. O critério da multiplicação é orgânico. Plantar igrejas está no DNA de toda célula.

Segundo, nós somos igrejas simples. Uma nova igreja é plantada pelo envio de uma célula ou um grupo de células, sob supervisão, como já foi mencionado. Essas novas células começam com lderes experientes, ministros não pagos, ou de perodo parcial. Eles se reúnem nas casas e tem os cultos de celebração em garagens, nas praças da cidade, debaixo de uma árvore, em centros comunitários, em escolas e assim por diante. Nós somos igrejas simples, muito relacionais, e de baixo custo em investimento inicial e de manutenção.

Terceiro, nós somos igrejas da comunidade. A plantação e vida da igreja é totalmente comprometida em ajudar a comunidade. Nós fazemos muitos trabalhos com e para a comunidade. Nós doamos remédios para os necessitados, nós ajudamos a construir casas para as pessoas, ajudamos com comida, o prédio da nossa igreja mãe é usado para servir a comunidade e suas necessidades, como ensinar pessoas a ler e escrever e ensinar habilidades de trabalho.

Quarto, somos uma rede de pastores. Cada pastor e lder de igreja é pessoalmente orientado por um pastor mais experiente. Ninguém é enviado sozinho para plantar uma nova igreja. Todos são treinados, preparados e cuidados por um ministro companheiro. Nunca sozinho. Nenhum pastor deve ser deixado para andar sozinho.

Nossas igrejas em células tem andado nessa visão. Nós não queremos nos tornar uma mega igreja local, mas uma mega rede de igrejas simples.

Spanish blog: 

Plantando iglesias celulares

por Rafael Blume, pastor de Maranatha Praise Cathedral en St. Lois, Brazil

La Catedral de Alabanza Maranatha es una iglesia en la ciudad de St. Lois en el noreste de Brasil. Cuando llegamos a los novecientos miembros en el 2009, dejamos de crecer, y nos quedamos atascados en los problemas administrativos. Tutelado por el Pastor Robert Lay, decidimos multiplicar la iglesia. En dos años empezamos once iglesias nuevas, enviando células con sus respectivos supervisores y/o entrenadores como pastores. Repetimos e este proceso varias veces, y hoy tenemos 25 iglesias con un total de 3000 miembros. Cuatro pilares sostienen la visión de la iglesia:

En primer lugar, somos un movimiento de plantación de iglesias. Abandonamos el sueño de convertirnos en una mega iglesia local, reteniendo a los mejores lderes para fortalecer la madre iglesia. La visión se ajustó, de tal forma que cada discpulo se multiplique a s mismo, cada célula se multiplica, y cada iglesia se multiplica, para llegar a todos los pueblos del mundo. De esta manera, aun las iglesias más pequeñas se multiplican y forman nuevas iglesias. El criterio de esta multiplicación es orgánico. La plantación y/o siembra de iglesias está en el ADN de cada célula.

En segundo lugar, somos iglesias simples. Una nueva iglesia es plantada por el envo de una célula o de un grupo de células bajo la gua de un entrenador, como ya se haba mencionado. Estas nuevas células comienzan con lderes experimentados, los ministros no remunerados o de media jornada. Se reúnen en los hogares, y llevan a cabo celebraciones en garajes, plazas de la ciudad, bajo un árbol grande, en centros comunitarios, escuelas, y as sucesivamente. Somos iglesias muy simples, muy relacional, y de bajo costo en la inversión inicial y mantenimiento de esta.

En tercer lugar, somos iglesias de la comunidad. La siembra, (establecimiento) y la vida de la Iglesia está totalmente comprometida, en ayudar a la comunidad. Hacemos muchsimo trabajo con la comunidad y para la comunidad. Regalamos medicina para los necesitados, ayudamos a construir casas para las personas, ayudamos con la comida, nuestro edificio de la iglesia matriz se utiliza para servir a la comunidad y sus necesidades, tales como enseñar a la gente a leer y escribir, y la enseñanza de habilidades y/o destrezas labor

En cuarto lugar, somos una red de pastores. Cada pastor y lder de la iglesia es adiestrado personalmente por un pastor con más experiencia. Nadie es enviado por s solo para plantar una nueva iglesia. Todos son entrenados, capacitados, y atendido por un compañero ministro. Nunca solos. No se debe dejar que un pastor camine solo.

Nuestras iglesias celulares han estado caminando dentro de esta visión. No queremos convertirnos en una mega iglesia local, sino en una mega red de iglesias simples “.

Leave a Reply

Your email address will not be published.