Concentrate on “This One Thing”

coach_JoelFamilyWeb

By Joel Comiskey

One of the common phrases constantly repeated in cell churches is, “cell ministry is the backbone of our church.”  The vision passed down from the lead pastor to the leaders to members was that in order to receive pastoral care, one must belong to a cell group. Cells are the very life of the church. And the lead pastor is the key to making this happen.

The fact is that a church can’t do everything well. If cell ministry is simply one program in the midst of endless church activity,  the church is bound to fail. George Barna says, “In speaking with pastors of declining churches, a common thread was their desire to do something for everybody. Despite their worthy intentions, they tried to be so helpful to everyone that they wound up being helpful to no one” (User Friendly Churches, p. 51).

How many times have I heard, “This program will strengthen our cell ministry by making better cell leaders . . .” Be careful about this type of argument. In one sense, every program on the market might have some long-term benefit for cell leaders. But in the meantime, these programs draw the leader away from their principal work. They require loads of extra time and normally only benefit the cell leader indirectly.

Don’t add programs with the hope that they might somehow benefit cell ministry in the long run. There are many good ideas that we want to attach to the cells to help them be successful. These attachments are simply not needed. In fact, they will eventually burden the cell groups so much that there will be an “overload” factor that will kill one cell group after another along with its leadership.”

It’s like planting a new garden. You must give the seeds a chance to grow by rooting out the grass, which would destroy the new growth. You must water and provide sufficient sunlight. When you first plant the cell church philosophy, you protect your new philosophy from the grass of church programs and competing activities.

For many churches transitioning into the cell lifestyle, it’s wise to place a moratorium on new programs for a certain time. The lead pastor, along with the ministerial team, needs to help the church concentrate in order to establish the cell philosophy as a way of life in the church.

I’m convinced that learning to say NO is one of the most important principles in the cell church. There are one million good things that will come knocking—even pounding—on your church door. These are well-intentioned programs by well-intentioned people, but they will surely drown the cell ministry. NO is a blessed word in the cell church, and the lead pastor must set the example and say no to competing programs. If the church doesn’t  learn to say NO, the cell church system will flounder.  Concentrating on making disciples who make disciples through cell ministry, on the other hand, will bring lasting fruit and help build God’s eternal kingdom.

Korean blog (click here)

Portuguese blog: 

Concentre-se nessa “Única Coisa”

Por Joel Comiskey

Uma das frases comuns que é constantemente repetida em igrejas em células é: “O ministério celular é a coluna vertebral da nossa igreja”. A visão passada do pastor presidente para os lderes e para os membros era que para receber cuidados pastorais, uma pessoa deve pertencer a uma célula. As células são a própria vida da igreja. E o pastor principal é a chave para fazer isso acontecer.

O fato é que a igreja não pode fazer tudo muito bem. Se o ministério celular é simplesmente um programa no meio de inúmeras atividades da igreja, a igreja está fadada ao fracasso. George Barna diz: “Ao falar com pastores de igrejas em declnio, uma caracterstica comum era o desejo deles de fazer algo para todos. Apesar de suas intenções serem dignas, eles tentaram ser tão úteis para todos que acabaram sendo úteis para ninguém” (User Friendly Churches, p. 51).

Quantas vezes eu já ouvi: “Este programa irá fortalecer o nosso ministério de células, fazendo melhores lderes de célula…”. Tenha cuidado com este tipo de argumento. Em certo sentido, todos os programas no mercado podem ter algum benefcio a longo prazo para os lderes de célula. Entretanto, esses programas levam o lder para longe de sua obra principal. Eles exigem muito tempo extra e normalmente só beneficiam indiretamente o lder de célula.

Não acrescente programas com a esperança de que eles possam de alguma forma beneficiar o ministério celular a longo prazo. Há muitas boas ideias que desejamos adicionar às células para ajudá-las a serem bem-sucedidas. Essas adições simplesmente não são necessárias. Na verdade, elas eventualmente vão pesar tanto para as células que haverá um fator de sobrecarga que vai matar uma célula após a outra, juntamente com a sua liderança.

É como plantar um novo jardim. Você deve dar às sementes a chance de crescer, removendo a grama que destruiria o novo crescimento. Você deve regar e fornecer luz solar suficiente. Quando você planta a filosofia de igreja em células, você deve proteger a sua nova filosofia da grama dos programas e atividades concorrentes da igreja.

Para muitas igrejas que estão transicionando para o estilo de vida celular, é aconselhável dar uma pausa em novos programas por um certo tempo. O pastor presidente, juntamente com a equipe ministerial, precisa ajudar a igreja a se concentrar, a fim de estabelecer a filosofia celular como um estilo de vida na igreja.

Estou convencido de que aprender a dizer NÃO é um dos princpios mais importantes da igreja em células. Há um milhão de coisas boas que virão bater, até mesmo esmurrar, na porta de sua igreja. Esses são programas bem-intencionados por pessoas bem-intencionadas, mas eles certamente irão afogar o ministério celular. “NÃO” é uma palavra abençoada na igreja em células, e o pastor principal deve dar o exemplo e dizer não para programas concorrentes. Se a igreja não aprender a dizer NÃO, o sistema de igreja em células vai tropeçar. Concentrar-se em fazer discpulos que fazem discpulos através do ministério de células, por outro lado, vai trazer frutos duradouros e ajudar a construir o Reino eterno de Deus.

Spanish blog:

Concéntrese en esta “una cosa”

Joel Comiskey por

Una de las frases comunes en las iglesias celulares es, “el ministerio celular es la columna vertebral.”La visión transmitida de pastor titular a los lderes celulares a los miembros es que para recibir atención pastoral, hay que pertenecer a una célula. Las células son la vida misma de la iglesia. Y el pastor principal es la clave para matener la concentración hacia la visión celular.

El hecho es que una iglesia no puede hacer todo bien. Si el ministerio celular es simplemente un programa en medio de la actividad de la iglesia. la iglesia está destinada al fracaso. George Barna dice: “Al hablar con los pastores de las iglesias decrecientes, un hilo común era su deseo de hacer algo para todo el mundo. A pesar de sus intenciones dignas, trataron de ser tan útil para todos que terminaron siendo útiles a nadie “(Iglesias de uso fácil, Pág. 51).

¿Cuántas veces he odo: “Este programa fortalecerá nuestro ministerio celular” Tenga cuidado con este tipo de argumento. En cierto sentido, todos los programas en el mercado podra tener algún beneficio a largo plazo para los lderes celulares. Pero mientras tanto, estos programas requieren un montón de tiempo extra y normalmente sólo se benefician del lder de la célula de manera indirecta.

No añadir programas con la esperanza de que de alguna manera podran beneficiarse ministerio celular en el largo plazo. Hay muchas buenas ideas que se quieren unir a las células para ayudarles a tener éxito. Simplemente no se necesitan estos actividades extras. De hecho, con el tiempo, se pueden sobrecargar las células y  que cansar a los lderes y los miembros.

Es como plantar un nuevo jardn. Debe dar las semillas de la oportunidad de crecer mientras que se mata malas hierbas, lo que destruira el nuevo crecimiento. Debe proporcionar la suficiente agua y la luz solar. En la misma manera, se debe proteger la filosofa de la iglesia celular de las hiebras malas de  programas que se competen con el ritmo celular.

Para muchas iglesias en transición, es aconsejable establecer una moratoria sobre nuevos programas durante un cierto tiempo. El pastor principal, junto con el equipo ministerial, tiene que ayudar al concentrado de la iglesia con el fin de establecer la filosofa celular como una forma de vida en la iglesia.

Estoy convencido de que aprender a decir no es uno de los principios más importantes de la iglesia celular. Hay un millón de cosas buenas que van a tocar a la puerta de la iglesia. Estos son programas bien intencionados por personas bien intencionadas, pero que seguramente va a ahogar el ministerio celular. La palabra no es una palabra bendita en la iglesia celular, y el pastor principal debe dar el ejemplo y decir no a programas de la competencia. Si la iglesia no aprende a decir no, el sistema celular va a la deriva. Concentrándose en hacer discpulos que hagan discpulos a través del ministerio celular, por el contrario, traerá frutos duraderos y ayudar a llevar mucho fruto al reino de Dios.

Leave a Reply

Your email address will not be published.