The Most Important Thing in Your Small Group System

coaches_JimEgil

By Jim Egli, www.jimegli.com, author and pastor of Vineyard Church in Urbana, Illinois

If you are the senior leader of your church, you are probably wondering: What is the most important element in creating a thriving small group system? Twenty years ago I started doing statistical research to discover the answer to that question.  It began with my doctoral studies and the research continues to this day. Most recently Joel Comiskey and I again surveyed over 2000 home group leaders in 4 different languages—English, Spanish, Portuguese, and Mandarin to see what creates thriving groups.

Again, the analysis of the data revealed the same thing that the previous ten rounds of data collection showed. The single most important element in the long-term growth of your small groups is the active, ongoing coaching of your group leaders.

Coaching means supportive people are looking out for all of your leaders. They are meeting with them, encouraging them, praying for them, and helping them solve their problems.

Getting a great coaching system in place takes a lot of work. It’s fairly easy to diagram an organizational chart and plug names into it. But training quality coaches, and keeping in touch with them to help them fulfill their vital role requires a lot of thought, planning, and energy. Because of the effort it requires, some churches have abandoned having a coaching system. And, other churches have decided to just hire staff to do the job.  The thought is, “Surely paid staff will take their job more seriously and be easier to supervise than volunteer coaches.”

So in this round of research we asked the group leaders this question to see if paid staff, in fact, do a better job than volunteers.

Here is how they answered.

  • The coach or supervisor that oversees our group is:
  • No one oversees our group – 16%
  • A volunteer – 57%
  • A paid staff person (full or part-time) – 17%
  • I don’t know the status of the person – 10%

As you might guess, the groups overseen by “no one” are the least healthy. Which do you think are the healthiest? The research revealed that the groups overseen by volunteer coaches are both the healthiest and fastest growing. Apparently, volunteer coaches overall do a better job than paid staff in encouraging, supporting and helping group leaders.

I am not saying that it is easy. Most really important things are not easy. It takes time and effort to create a great system of volunteer coaches. But it’s the most important thing in the ongoing health of your leaders, your small groups, and ultimately your church.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A Coisa Mais Importante em Seu Sistema Celular

Por Jim Egli, Ph.D., Pastor de Liderança e Missões, www.jimegli.com

Se você é o lder principal de sua igreja, você provavelmente está se perguntando: qual é o elemento mais importante na criação de um sistema próspero de pequenos grupos? Vinte anos atrás eu comecei a fazer uma pesquisa estatstica para descobrir a resposta para essa pergunta. A pesquisa começou com meus estudos de doutorado e continua até hoje. Mais recentemente, eu e Joel Comiskey pesquisamos novamente mais de 2000 lderes de células em 4 lnguas diferentes: inglês, espanhol, português e mandarim, para descobrir o que faz com que os grupos sejam prósperos.

Mais uma vez, a análise dos dados revelou a mesma coisa que os dez ciclos anteriores de coleta de dados mostrou. O elemento mais importante no crescimento a longo prazo dos pequenos grupos é o treinamento ativo e contnuo de seus lderes.

O treinamento significa que pessoas de apoio estão cuidando de todos os seus lderes. Elas se encontram com eles, os encorajam, oram por eles e os ajudam a resolver seus problemas.

Instalar um bom sistema de treinamento exige muito trabalho. É muito fácil fazer um diagrama organizacional e colocar os nomes nos lugares. Mas desenvolver treinadores com qualidade e se manter em contato com eles para ajudá-los a cumprir o seu papel vital requer bastante reflexão, planejamento e energia. Por causa do esforço necessário, algumas igrejas têm abandonado a ideia de ter um sistema de treinamento. E outras igrejas decidiram simplesmente contratar uma equipe para fazer esse trabalho. O pensamento é: “certamente uma equipe remunerada vai levar seu trabalho mais a sério e será mais fácil de fiscalizar do que treinadores voluntários”.

Então neste perodo da pesquisa, nós fizemos essa pergunta aos lderes de grupos para ver se uma equipe paga de fato tem um melhor desempenho do que voluntários.

Aqui está o que eles responderam:

O treinador ou supervisor que supervisiona nosso grupo é:

  • Ninguém supervisiona nosso grupo – 16%
  • Um voluntário – 57%
  • Uma pessoa contratada da equipe (meio perodo ou perodo integral) – 17%
  • Eu não conheço a posição da pessoa – 10%

Como você pode imaginar, os grupos supervisionados por “ninguém” são os menos saudáveis. Quais você acha que são os mais saudáveis? A pesquisa revelou que os grupos supervisionados por treinadores voluntários são os mais saudáveis e os que crescem mais rápido. Aparentemente, treinadores voluntários em geral fazem um trabalho melhor do que a equipe que é paga em encorajar, apoiar e ajudar os lderes de célula.

Eu não estou dizendo que isso é fácil. A maioria das coisas importantes não são fáceis. Leva tempo e esforço para criar um bom sistema de treinadores voluntários. Contudo, essa é a coisa mais importante na saúde atual de seus lderes, de seus pequenos grupos e, finalmente, de sua igreja.

Spanish blog:

Lo más importante en el sistema de los grupos celulares

Por Jim Egli, PhD., Liderazgo y Pastor de Misiones, www.jimegli.com

Si usted es el lder principal de su iglesia, probablemente te preguntas: ¿Cuál es el elemento más importante en la creación de un sistema próspero en los grupos celulares? Hace veinte años que empecé a hacer investigación de estadstica para descubrir la respuesta a esa pregunta. Comencé con mis estudios de doctorado y la investigación continúa hasta nuestros das. Recientemente, Joel Comiskey y yo examinamos más de 2000 lderes de grupos en 4 diferentes idiomas: inglés, español, portugués y mandarn para ver lo que crea en los grupos.

Una vez más, el análisis de los datos reveló la misma cosa que las diez rondas anteriores de la recolección de datos mostrados. El elemento más importante en el crecimiento a largo plazo de los pequeños grupos es el entrenador activo y continuo de los lderes del grupo.

El entrenamiento significa gente de apoyo que están mirando hacia fuera para todos sus lderes. Ellos se están reuniendo con ellos, animándolos, orando por ellos, y ayudando a resolver sus problemas.

Conseguir un buen sistema de entrenamiento en su lugar toma un montón de trabajo. Es bastante fácil para diagramar una organización de nombres e introducirla a ellos. Pero la formación de entrenadores de calidad, y mantenerse en contacto con ellos para que puedan cumplir su función vital requiere una gran cantidad de pensamientos, planificación, y energa. Debido al esfuerzo que requiere, algunas iglesias han abandonado tener un sistema de entrenamiento. Y, otras iglesias han decidido simplemente contratar personal para hacer el trabajo. El pensamiento es: “Ciertamente personal pagado se toman su trabajo más en serio y es más fácil de supervisar que a los entrenadores voluntarios”.

As que en esta ronda de la investigación preguntamos a los lderes de grupos esta pregunta para ver si el personal pagado, de hecho, hace un mejor trabajo que los voluntarios.

Aqu es cómo respondieron.

El entrenador o supervisor que supervisa nuestro grupo es:

  • Nadie supervisa nuestro grupo – 16%
  • Un voluntario – 57%
  • El personal pagado (a tiempo completo o parcial) – 17%
  • No sé el estado de la persona – 10%

Como se puede pensar, los grupos supervisados por “nadie” son los menos saludables. ¿Cuáles crees que son los más sanos? La investigación reveló que los grupos supervisados por entrenadores voluntarios son a la vez los más sanos y de mayor crecimiento. Al parecer, los entrenadores voluntarios en general hacen un mejor trabajo que el personal pagado en alentar, apoyar y ayudar a los lderes del grupo.

No estoy diciendo que es fácil. La mayora de las cosas realmente importantes no son fáciles. Se necesita tiempo y esfuerzo para crear un gran sistema de entrenadores voluntarios. Pero es lo más importante en la salud continua de sus lderes, sus pequeños grupos, y en última instancia su iglesia.

Leave a Reply

Your email address will not be published.