Be a Fanatic for Encouragement

coach_JoelFamilyWeb

By Joel Comiskey

I love the phrase, “Be a fanatic for encouragement.” I’m not sure where the phrase originated, but I use it often and try to apply it in my own coaching of pastors and cell leaders.

We can’t encourage enough. Never think, “I don’t want to give this leader a big head, so I better withhold encouraging him or her.” Rather, pass on the encouragement. Don’t worry about the big head. Life will soon send the leader enough discouragements to quickly douse the excitement that your encouragement brings.

Encouragement is especially important in the last few weeks of the year when leaders are coming to the end of their faithful service all year. Always remember that the cell leaders and coaches are volunteers and one form of “payment” is through encouragement and reminding them their reward is in heaven.

Paul said to the Thessalonians, “Now we ask you, brothers and sisters, to acknowledge those who work hard among you, who care for you in the Lord and who admonish you. Hold them in the highest regard in love because of their work.” (1 Thessalonians 5:12-13). Paul is referring here to the house church leaders and perhaps to overseers of other house church leaders who were doing a great job. The early church  context applies directly to encouragement to modern day cell leaders and those who are coaching them.

Some leaders have been more fruitful than others, and it is right to esteem those who have multiplied and borne much fruit. Yet, all are worthy of encouragement for faithfully showing up, preparing the lessons each week, pastoring God’s flock, and attempting to make disciples who make disciples through cell ministry.

For the month of December, we will write ten blogs about fanatical encouragement. JCG will then take a three week break from blogging from December 18, 2016 to January 08, 2017. Here are the themes we’ll cover in December:

  • December 04-10. Importance of encouragement and why it’s oxygen to the soul. Scripture in 1 Thessalonians 5:12-13 speaks directly to house church leaders and overseers.
  • December 11-17. How to encourage leaders, overseers, and other pastors. Some leaders show their appreciation through verbal acknowledgement, cards, or even a special dinner. There are many ways to encourage, but the key is actually doing it. Those who have been very fruitful in their cell ministry should be especially esteemed without neglecting those who have labored without much fruit. In fact, sometimes, those who have not seen many results need to be encouraged more!

Have you discovered that encouragement is a key factor in your coaching? Your cell leadership? Share your experiences.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Seja um Fanático pelo Encorajamento

por Joel Comiskey

Eu amo a frase “seja um fanático pelo encorajamento”. Eu não tenho certeza de onde essa frase surgiu, mas eu a uso muitas vezes e tento aplicá-la no meu próprio treinamento de pastores e lderes de células.

Não podemos encorajar o suficiente. Nunca pense: “Eu não quero dar a este lder uma cabeça grande, então é melhor eu não encorajá-lo tanto”. Em vez disso, encoraje. Não se preocupe com a cabeça grande. A vida em breve dará ao lder desânimos suficientes para apagar rapidamente a emoção que o seu encorajamento traz.

O encorajamento é especialmente importante nas últimas semanas do ano, quando os lderes estão chegando ao fim de seu serviço fiel durante o ano todo. Lembre-se sempre que os lderes e treinadores são voluntários e uma forma de “pagamento” é através do encorajamento e lembrando-lhes que sua recompensa está no céu.

Paulo disse aos Tessalonicenses: “Agora lhes pedimos, irmãos, que tenham consideração para com os que se esforçam no trabalho entre vocês, que os lideram no Senhor e os aconselham. Tenham-nos na mais alta estima, com amor, por causa do trabalho deles. Vivam em paz uns com os outros” (1 Tessalonicenses 5:12-13). Paulo está se referindo aqui aos lderes das igrejas domésticas e talvez aos supervisores de outros lderes de igrejas domésticas que estavam fazendo um ótimo trabalho. O contexto da Igreja Primitiva se aplica diretamente ao encorajamento aos lderes de células modernos e àqueles que estão treinando-os.

Alguns lderes têm sido mais frutferos do que outros, e é correto estimar aqueles que multiplicaram e deram muito fruto. No entanto, todos são dignos de encorajamento por comparecer fielmente, preparar as lições toda semana, pastorear o rebanho de Deus e tentar fazer discpulos que fazem discpulos através do ministério celular.

Para o mês de dezembro, nós vamos escrever dez blogs sobre encorajar fanaticamente. Depois, o Joel Comiskey Group vai fazer uma pausa de três semanas no blog de 18 de dezembro de 2016 a 08 de janeiro de 2017. Se você gostaria de receber os blogs de dezembro por e-mail, clique aqui. Aqui estão os temas que vamos abordar em dezembro.

  • 04 a 10 de dezembro. A importância do encorajamento e porque ele é oxigênio para a alma. As Escrituras em 1 Tessalonicenses 5:12-13 falam diretamente aos lderes e supervisores da igreja doméstica.
  • 11 a 17 de dezembro. Como encorajar lderes, supervisores e outros pastores. Alguns lderes demonstram sua apreciação através de reconhecimento verbal, cartões, ou mesmo através de um jantar especial. Há muitas maneiras de encorajar, mas a chave é realmente fazer isso. Aqueles que têm sido muito frutferos em seu ministério celular devem ser especialmente estimados sem negligenciar aqueles que trabalharam e não obtiveram muitos frutos. Na verdade, às vezes, aqueles que não tiveram muitos resultados precisam ser mais incentivados!

Você descobriu que o incentivo é um fator chave em seu treinamento? Em sua liderança celular? Compartilhe suas experiências aqui.

Spanish blog:

Se un fanático para animar

por Joel Comiskey

Me encanta la frase, “Se un fanático para animar.” No estoy seguro de dónde se originó la frase, pero la utilizo a menudo y trato de aplicarla en mi propia capacitación de pastores y l­deres de células.

No podemos animar lo suficiente. Nunca pienses: “No quiero elogiar tanto a este lder, as que mejor no seguiré animándolo”. Más bien, pasaré por alto el estmulo. No te preocupes por elogiarlo demasiado. La vida pronto le enviará al lder suficientes desalientos para apagar rápidamente la emoción que tus ánimos le traen.

El estmulo es especialmente importante en las últimas semanas del año cuando los lderes están llegando al final de su fiel servicio durante todo el año. Recuerda siempre que los lderes de célula y los supervisores son voluntarios y una forma de “pago” es a través del ánimo que se les da y recordándoles que su recompensa está en el cielo.

Pablo les dijo a los Tesalonicenses: ” Hermanos, les pedimos que sean considerados con los que trabajan arduamente entre ustedes, y los guan y amonestan en el Señor. Ténganlos en alta estima, y ámenlos por el trabajo que hacen”. (1 Tesalonicenses 5: 12-13). Pablo se refiere aqu a los lderes de la iglesia de las casas y tal vez a los supervisores de otros lderes de la iglesia de las casas que estaban haciendo un gran trabajo. El contexto de la iglesia primitiva se aplica directamente al estmulo que se les debe dar a los lderes de las células modernas y a quienes los están supervisando.

Algunos lderes han sido más fructferos que otros, y es justo estimar a aquellos que se han multiplicado y han dado mucho fruto. Sin embargo, todos son dignos de ser animados por presentarse fielmente, preparar las lecciones cada semana, pastorear el rebaño de Dios e intentar hacer discpulos que hagan discpulos a través del ministerio celular.

Durante el mes de diciembre, vamos a escribir diez blogs sobre ser fanáticos para animar. Luego JCG tomará un descanso de tres semanas para escribir los blogs, del 18 de diciembre de 2016 al 08 de enero de 2017. Si deseas recibir los blogs de diciembre en tu correo electrónico, haz clic aqu­. Estos son los temas que cubriremos en diciembre:

  • 04-10 de diciembre. La importancia de animar y por qué es el oxgeno para el alma. La Escritura en 1 Tesalonicenses 5: 12-13 habla directamente a los lderes de la iglesia de las casas y a los supervisores.
  • 11-17 de diciembre. Cómo animar a los lderes, supervisores y otros pastores. Algunos lderes muestran su aprecio a través de reconocimiento verbal, tarjetas, o incluso una cena especial. Hay muchas maneras de animar, pero la clave es realmente hacerlo. Aquellos que han sido muy fructferos en su ministerio celular deben ser especialmente estimados sin descuidar a aquellos que han trabajado sin dar mucho fruto. ¡De hecho, a veces, aquellos que no han visto muchos resultados deben ser alentados aún más!

¿Has descubierto que el estmulo es un factor clave en tu supervisión? ¿En tu liderazgo celular? Comparte aqu.

Leave a Reply

Your email address will not be published.