Grit

coaches-rob3Web

By Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Angela Lee Duckworth (2013) asks in a TED talk presentation, “But what if doing well in school and in life depends on much more than your ability to learn quickly and easily?” As her monologue continues, she answers this question. “One characteristic emerged as a significant predictor of success. And it wasn’t social intelligence. It wasn’t good looks, physical health, and it wasn’t IQ. It was GRIT… a passion and perseverance for very long-term goals… living like it’s a marathon, not a sprint.”

Duckworth administered high school Juniors surveys regarding this grit factor. The findings suggest that grit is the number one factor in seeing a student graduate from high school. Grit supersedes family income, test scores, and safety in schools. Comparable results were found when West Point cadets and children participating in the National Spelling Bee were surveyed. Grit was the key factor in determining if a cadet would stay in military service or if a child would advance deeper in the competition.

Grit entails resolution, fortitude and courage. While there is immense value in excellent IQ scores, raw talent, and a healthy home life, it appears that true grit wins.

Duckworth asks, “How do I build grit in kids? What do I do to teach kids a solid work ethic? How do I keep them motivated for the long run?” Her candid answer is “I don’t know.” I appreciate her honesty. She is, however, impressed with the work of Dr. Carol Dweck from Stanford University. Dweck postulates that “the ability to learn is not fixed, that it can change with your effort…This idea is called ‘growth mindset’.” Dweck explains, “When kids read and learn about the brain and how it changes and grows in response to challenge, they’re much more likely to persevere when they fail, because they don’t believe that failure is a permanent condition.”

I trust and believe in a God who created me including my mind, body, soul, and spirit. Everything I am comes from Him. With that said, pursuing a strong work ethic, perseverance, and grit are a noble pursuit for all.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Fibra

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Angela Lee Duckworth (2013) pergunta em uma apresentação de comunicação TED: “Mas e se para se sair bem na escola e na vida depender em muito mais do que em sua capacidade de aprender de forma rápida e fácil?”. Conforme seu monólogo continua, ela responde esta pergunta. “Uma característica surgiu como um importante preditor de sucesso. E não é inteligência social. Não é boa aparência, saúde física ou QI. É FIBRA… uma paixão e perseverança para objetivos a longo prazo… viver como uma maratona e não como uma corrida de velocidade”.

Duckworth realizou exames no ensino médio em relação a este fator fibra. Os achados sugerem que a fibra é o fator número um ao ver um estudante graduado do ensino médio. A fibra substitui a renda familiar, os resultados dos exames e a segurança nas escolas. Resultados comparáveis foram encontrados quando cadetes da West Point e crianças que participaram do Concurso Nacional de Ortografia foram pesquisados. A fibra foi o fator-chave para determinar se um cadete permaneceria no serviço militar ou se uma criança avançaria mais na competição.

Fibra implica resolução, fortaleza e coragem. Embora exista um valor imenso em excelentes pontuações de QI, talento bruto e vida familiar saudável, parece que a fibra verdadeira ganha.

Duckworth pergunta: “Como faço para construir essa fibra nas crianças? O que eu faço para ensinar às crianças uma sólida ética de trabalho? Como faço para mantê-las motivados a longo prazo?”. Sua resposta sincera é “Não sei”. Agradeço sua honestidade. No entanto, ela está impressionada com o trabalho da Dra. Carol Dweck da Universidade de Stanford. Dweck postula que “a capacidade de aprender não é fixa, mas pode mudar com seus esforços… Essa idéia é chamada de ‘mentalidade de crescimento'”. Dweck explica: “Quando as crianças lêem e aprendem sobre o cérebro e sobre como ele muda e cresce em resposta aos desafios, elas são muito mais propensas a perseverar quando falham, porque não acreditam que essa falha seja uma condição permanente”.

Confio e acredito em um Deus que me criou, incluindo minha mente, corpo, alma e espírito. Tudo o que eu sou vem dele. Com isso, perseguir uma forte ética de trabalho, perseverança e fibra é uma busca nobre para todos.

Spanish blog:

Determinación

Por Rob Campbell, www.cypresscreekchurch.com

Angela Lee Duckworth (2013), pregunta en una presentación  TED: “Pero ¿y si desenvolverse bien en la escuela y en la vida depende mucho más que tu habilidad para aprender rápida y fácilmente?” Mientras su monólogo continúa, ella responde esta pregunta. “Una característica surgió, como un indicador significativo de éxito. Y no era la inteligencia social, no era una buena apariencia, salud física, y no era el CI (coeficiente intelectual). Fue la DETERMINACIÓN … una pasión y perseverancia por objetivos a muy largo plazo … viviendo como si fuera un maratón, no una pequeña carrera “.

Duckworth ha administrado encuestas en colegios secundarios sobre este factor de la determinación. Los resultados sugieren que la determinación es el factor número uno al ver a un estudiante graduarse de la escuela secundaria. La determinación  reemplaza el ingreso familiar, los resultados de las pruebas y la seguridad en las escuelas. Se encontraron resultados comparables cuando se encuestó a los cadetes de West Point y a los niños que participaban en la National Spelling Bee (Concurso de deletreo); la determinación fue el factor clave para saber si un cadete permanecería en servicio militar o si un niño avanzaría más en la competencia.

La determinación  implica resolución, fortaleza y coraje. Si bien hay un valor inmenso en excelentes calificaciones de CI, talento en bruto y una vida hogareña saludable, parece que la verdadera determinación gana.

Duckworth pregunta: “¿Cómo construyo determinación en los niños? ¿Qué hago para enseñar a los niños una sólida ética de trabajo? ¿Cómo puedo mantenerlos motivados a largo plazo? “Mi respuesta sincera es” No lo sé. “Aprecio su honestidad, sin embargo, está impresionada con el trabajo del Dra. Carol Dweck de la Universidad de Stanford. Dweck postula que “la capacidad de aprender no es fija, que puede cambiar con tu esfuerzo … Esta idea se llama” mentalidad de crecimiento “. Dweck explica:” Cuando los niños leen y aprenden sobre el cerebro y de la manera de cómo cambia y crece en respuesta a los desafíos, son mucho más propensos a perseverar cuando fallan, porque no creen que el fracaso es una condición permanente “.

Confío y creo en un Dios que me creó incluyendo mi mente, cuerpo, alma y espíritu. Todo lo que soy viene de él. Con eso dicho, perseguir una ética fuerte de trabajo, perseverencia, y determinación es una búsqueda noble para todos.

Leave a Reply

Your email address will not be published.