Failure IS An Option, but Quitting is NOT!

By Michelle Geoffrey, www.celebrationchurch.org

In 2007, I met with my cell pastor and asked what kind of group I should start, after taking a short leadership hiatus. He encouraged me to begin a women’s group for 30-somethings. At the time, we had no groups for that age group. That day I left our meeting with a mission; I was going to follow all the cell principles and begin this explosive cell group that was desperately needed. It was time to prove whether this cell group idea was really going to work. I picked my day and time and spoke to a couple of church friends. We met and after one month, it was me and one other young lady. I had done everything that was taught in Cell Leader Training by Joel Comiskey. Yet, after four months, it was me and one other young lady. (Sometimes just me!) I was ready to throw in the towel!

We are taught all our lives that failure is not an option. When we fail, we tend to beat ourselves up and often want to give up or quit. This is certainly true in cell ministry. Failure takes place on every level of cell ministry. Leaders fall, ministries go under and people walk away, but when God has called us, we can fail, but we must not quit. Cell ministry is a marathon, not a sprint, and there are no overnight solutions. Jesus spent three years with the disciples to raise them up to be who He had designed them to be. Look at your cell ministry in the same way: disciple, build and equip your congregation to pioneer cell ministry in your church and community.

Whatever you do, don’t compare your failures to someone else’s success. We can’t imagine what one church has gone through to have the large numbers of cells that they have and what it took for them to reach that amount. Rejoice with them and continue with the vision and mission God has given to you. After all, comparison is the killer of contentment!

Going back to how this started. God pushed me not to quit and push through to the other side. After four lonely months, my group exploded! We had 12 ladies coming each week. The group multiplied in a matter of months and then again within the next year. After three years, we were 12 groups strong! God did it, and reminded me that we may fail at times, but we must not quit.

I have fought the good fight, I have finished the race, I have kept the faith. – II Timothy 4:7

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A Falha É Uma Opção, Mas Desistir NÃO É!

Por Michelle Geoffrey, www.celebrationchurch.com

Em 2007, conheci meu pastor celular e perguntei qual o tipo de grupo que eu deveria começar, depois de ter um curto hiatus de liderança. Ele me encorajou a começar um grupo de mulheres para 30 anos. Na época, não tínhamos grupos para essa faixa etária. Naquele dia eu deixei nosso encontro com uma missão; Eu seguiria todos os princípios da célula e começaria esse grupo de células explosivas que era desesperadamente necessário. Era hora de provar se essa ideia de grupo celular realmente funcionaria. Escolhi meu dia e hora e falei com alguns amigos da igreja. Nós nos conhecemos e depois de um mês, fui eu e uma outra jovem. Eu tinha feito tudo o que foi ensinado no Cell Leader Training (Treinamento de Líder de Célula, em tradução livre) por Joel Comiskey. No entanto, depois de quatro meses, fui eu e uma outra jovem. (Às vezes, apenas eu!) Eu estava pronto para jogar a toalha!

Nós ensinamos todas as nossas vidas que o fracasso não é uma opção. Quando falhamos, tendemos a vencer e muitas vezes queremos desistir ou sair. Isso certamente é verdade no ministério celular. A falha ocorre em todos os níveis de ministério celular. Os líderes caem, os ministérios passam e as pessoas se afastam, mas quando Deus nos chamou, podemos falhar, mas não devemos parar. O ministério da célula é uma maratona, não uma simples corrida, e não há soluções durante a noite. Jesus passou três anos com os discípulos para criá-los para ser quem Ele os havia projetado para ser. Olhe para o ministério celular da mesma maneira: discípulo, construa e equipe sua congregação para o ministério das células pioneiras em sua igreja e comunidade.

Faça o que fizer, não compare suas falhas com o sucesso de outra pessoa. Não podemos imaginar o que uma igreja passou para ter o grande número de células que ela tem e o que demorou para alcançar esse valor. Alegre-se com ela e continue com a visão e missão que Deus lhe deu. Afinal, a comparação é o assassino do contentamento!

Voltando a como isso começou. Deus me empurrou para não sair e atravessar o outro lado. Depois de quatro meses solitários, meu grupo explodiu! Nós tivemos 12 senhoras vindo cada semana. O grupo se multiplicou em questão de meses e depois novamente no próximo ano. Depois de três anos, nós éramos 12 grupos fortes! Deus fez isso e me lembrou que podemos fracassar às vezes, mas não devemos parar.

Spanish blog:

El fallar es una opción, pero rendirse no lo es!

Por Michelle Geoffrey, www.celebrationchurch.com

En 2007, me reuní con mi pastor de células y le pregunté con qué tipo de célula debía iniciar, después de tomar una breve pausa en el liderazgo. Me animó a iniciar un grupo para mujeres de treinta y cuarenta años; en ese momento, no teníamos células para ese grupo de edad. Ese día salí de nuestra reunión con una misión; Yo iba a seguir todos los principios celulares y comenzaría esta célula explosiva que era muy necesaria. Era hora de probar si esta idea del grupo célular realmente iba a funcionar. Escogí el día y hora y hablé con un par de amigos de la iglesia, nos reunimos y después de un mes, solo estaba yo y otra jovencita. Había hecho todo lo que se enseñaba en Cell Leader Training (Entrenamiento del lider celular) de Joel Comiskey. Sin embargo, después de cuatro meses, solo estaba yo y una jovencita. (A veces sólo yo) Estaba lista para tirar la toalla!

Toda la vida nos enseñan que el fracaso no es una opción. Cuando fallamos, tendemos a regañarnos a nosotros mismos y a menudo queremos dejar de intentarlo o renunciar. Esto es realmente  cierto en el ministerio celular. El fracaso tiene lugar en todos los niveles del ministerio celular, los líderes caen, los ministerios pasan y la gente se aleja, pero cuando Dios nos ha llamado, podemos fracasar, pero no debemos renunciar. El ministerio celular es un maratón, no una carrera pequeña, y no hay soluciones de la noche a la mañana. Jesús pasó tres años con los discípulos para educarlos y para que ellos fueran lo que Él ya los habia designado ser. Observa a tu ministerio celular de la misma manera: discípula, construye y equipa a tu congregación para abrir el camino al ministerio de celular en tu iglesia y comunidad.

Hagas lo que hagas, no compares tus fracasos con el éxito de otra persona. No podemos imaginar lo que ha afrontado una iglesia para tener el gran número de células que tienen, y lo que les llevó a alcanzar esa cantidad. Alégrate con ellos y continúa con la visión y misión que Dios te ha dado. ¡Después de todo, la comparación es la asesina de la satisfacción!

Volviendo al punto de partida. Dios me animó para no rendirme y me impulsó hacia adelante. Después de cuatro solitarios meses, ¡mi grupo explotó! Teníamos 12 mujeres viniendo cada semana. El grupo se multiplicó en cuestión de meses y de nuevo en el año siguiente. ¡Después de tres años, éramos 12 fuertes grupos! Dios lo hizo, y me recordó que a veces podríamos fallar, pero no debemos renunciar.

He peleado la buena batalla, he acabado la carrera, he guardado la fe. – 2 Timoteo 4:7

Leave a Reply

Your email address will not be published.