Counting the Cost of Cell Ministry

coach_JoelFamilyWeb

By Joel Comiskey, check out  coaching 

Some pastors rush to become cell churches because it’s the latest and greatest thing to do, like adding a  new programs such as  AWANA, Evangelism Explosion, Vacation Bible School, or a new program from their denomination.

Programs normally have a built-in life-cycle which can be discontinued after a semester, one year, or when the church decides to change programs. Many pastors approach starting cell church ministry in a programmatic way. They want to take it out of the box, set it up, and then delegate others to make it work. They view the cell church strategy as a technique or program that can be used for a time and then discontinued.

Cell church is not another program. It’s a way of life that focuses on people. Cell church ministry asks potential leaders to go through a specified training. Those who become cell leaders (or part of the leadership team) need on-going coaching. Pastors need to realize this and count the cost to make sure training and coaching takes place.

When a church moves forward with a vision, there will always be people who attack it. Whenever a leader goes in a particular direction and asks people to follow, some will resist, preferring another direction or keeping things just as they are.

It’s one thing for the senior leader to be on board, but it’s also critical that every member of the leadership team also supports the vision. When this happens, a team can go forward together. Cell church is really all about leadership development and the leadership team is the steering wheel of the cell church. If the leadership team is united and guiding the cell church vision, there’s a good chance the rest of the church will follow.

Some churches even lose people in the process. Ramon Justamente is a southern Baptist pastor in Florida. He counted the cost to become a cell church by studying the literature and visiting various cell churches (he and his wife even visited our cell church in Quito, Ecuador in 1999). He was totally convinced he should transition his church.

I don’t think Ramon was ready for what happened next: four hundred people left the church. Yet, Ramon believed God had called him to cell church ministry, and he wasn’t going to back down.

When I held a seminar in his church ten years after the transition, I saw a vibrant cell church. God has not only won back far more than four hundred who had left, but the people were excited, motivated, and serving Jesus with zeal and passion.  I spoke on how to transition a church, and Ramon gave his testimony.

If Ramon was just “testing the waters” he would have only lasted a few months. His commitment to the vision and values of cell church ministry helped him to “weather” the violent storms and stay afloat when things got rough. Ramon’s church is now a great model for those doing cell ministry in Florida.

Pastors who have successfully planted or transitioned to the cell church model have done their homework and are ready to stick with it for the long haul. Have you counted the cost?  Are you committed long term?

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Contando o Custo do Ministério das Células

Por Joel Comiskey

Alguns pastores apressam-se a se tornar igrejas celulares porque é a última e melhor coisa a fazer, como a adição de novos programas, como AWANA, Evangelismo Explosão, Vacation Bible School (Escola Bíblica de Férias) ou um novo programa de sua denominação.

Os programas normalmente possuem um ciclo de vida incorporado que pode ser descontinuado após um semestre, um ano ou quando a igreja decide mudar de programa. Muitos pastores abordam o início do ministério da igreja celular de forma programática. Eles querem tirá-lo da caixa, configurá-lo e, em seguida, delegar outros para fazê-lo funcionar. Eles vêem a estratégia da igreja celular como uma técnica ou programa que pode ser usado por um tempo e depois descontinuado.

A igreja celular não é outro programa. É um modo de vida que se concentra nas pessoas. O ministério da igreja celular pede que líderes potenciais passem por um treinamento específico. Aqueles que se tornam líderes de células (ou parte da equipe de liderança) precisam de treinamento contínuo. Os pastores precisam perceber isso e contar o custo para se certificar de treinamento e equipamento.

Quando uma igreja avança com uma visão, sempre haverá pessoas que a atacam. Sempre que um líder vai em uma direção particular e pede às pessoas que sigam, algumas resistirão, preferindo outra direção ou mantendo as coisas exatamente como elas são.

É uma coisa para o líder sênior estar a bordo, mas também é crítico que cada membro da equipe de liderança também suporte a visão. Quando isso acontece, uma equipe pode avançar juntos. Igreja celular é realmente tudo sobre desenvolvimento de liderança, e a equipe de liderança é o volante da igreja celular. Se ela estiver unida e guiando a visão da igreja celular, há uma boa chance de o resto da igreja seguir.

Algumas igrejas até perdem as pessoas no processo. Ramon Justamente é um pastor batista do sul na Flórida. Ele contava o custo para se tornar uma igreja celular, estudando literatura e visitando várias igrejas celulares (ele e sua esposa até visitaram nossa igreja celular em Quito, Equador em 1999). Ele estava totalmente convencido de que ele deveria mudar sua igreja.

Não acho que Ramon estivesse pronto para o que aconteceu depois: quatrocentas pessoas deixaram a igreja. No entanto, Ramon acreditava que Deus o havia chamado para o ministério da igreja celular,
e ele não iria recuar.

Quando realizei um seminário em sua igreja dez anos após a transição, vi uma igreja celular vibrante. Deus não só ganhou mais de quatrocentos que partiram, mas as pessoas estavam entusiasmadas, motivadas e servindo a Jesus com zelo e paixão. Falei sobre a transição de uma igreja, e Ramon deu seu testemunho.

Se Ramon estivesse “testando as águas”, ele só duraria alguns meses. Seu compromisso com a visão e os valores do ministério das igrejas celulares o ajudaram a “resistir” às violentas tempestades e manter-se a flutuar quando as coisas ficaram difíceis. A igreja de Ramon é agora um ótimo modelo para aqueles que fazem o ministério celular na Flórida.

Os pastores que plantaram com sucesso ou fizeram a transição para o modelo da igreja celular fizeram seus trabalhos de casa e estão prontos para ficar com ele para o longo prazo. Você contou o custo? Você está comprometido por longo prazo?

Spanish blog:

Considerando el costo del Ministerio Celular

Por Joel Comiskey

Algunos pastores se apresuran en convertir su congregaciones en iglesias celulares porque es lo más nuevo, lo más grande, así también agregan nuevos programas como AWANA, Explosión Evangelistica, Escuela Biblica en Vacaciones o un nuevo programa de su  denominación.

Los programas normalmente tienen un ciclo de vida incorporado que se puede descontinuar después de un semestre, un año o cuando la iglesia decide cambiar de programa. Muchos pastores se acercan a el ministerio de la iglesia celular de una manera programática. Quieren presentarlo, configurarlo y luego delegar a otros para que lo hagan funcionar. Ven el modelo de la iglesia celular como una técnica o programa que se puede utilizar por un tiempo y que luego se puede suspende.

La iglesia celular no es programa un más, es una forma de vida que se centra en las personas. El ministerio de la iglesia celular le pide a los líderes potenciales que realicen una capacitación específica. Aquellos que se convierten en líderes celulares (o parte del equipo de liderazgo) necesitan entrenamiento continuo. Los pastores deben darse cuenta de esto y tener en cuenta el costo para asegurarse de que entrenen y capaciten.

Cuando una iglesia avanza con una visión, siempre habrá personas que la atacarán. Cada vez que un líder va en una dirección particular y le pide a la gente que lo siga, algunos se resistirán, van a preferir ir en otra dirección o simplemente  mantener todo de la misma manera.

Una cosa es que el líder principal esté a bordo, pero también es fundamental que cada miembro del equipo de liderazgo también apoye la visión. Cuando esto sucede, un equipo puede avanzar. La iglesia celular realmente tiene que ver con el desarrollo del liderazgo y el equipo de liderazgo es el volante de la iglesia celular. Si el equipo de liderazgo está unido y guía la visión de la iglesia celular, hay una buena probabilidad de que el resto de la iglesia lo siga.

Algunas iglesias incluso pierden miembros en el proceso. Ramón Justamente es un pastor bautista sureño en Florida. Experimentó el costo de convertirse en una iglesia celular, estudiando la literatura y visitando varias iglesias celulares (él y su esposa incluso visitaron nuestra iglesia celular en Quito, Ecuador en 1999). Estaba totalmente convencido de que debería hacer la transición de su iglesia.

No creo que Ramón estuviera preparado para lo que sucedió a continuación: cuatrocientas personas abandonaron la iglesia. Sin embargo, Ramón creía que Dios lo había llamado al ministerio de la iglesia celular, y él no iba a retroceder.

Cuando tuve un seminario en su iglesia diez años después de la transición, vi una vibrante iglesia celular. Dios no solo ha ganado más de cuatrocientos de los que se habían ido, sino que la gente estaba emocionada, motivada y sirviendo a Jesús con celo y pasión. Hablé sobre cómo hacer una transición a una iglesia y Ramón dio su testimonio.

Si Ramón solo estaba “probando las aguas”, solo habría durado unos pocos meses. Su compromiso con la visión y los valores del ministerio de la iglesia celular lo ayudó a “resistir” las tormentas violentas y mantenerse a flote cuando las cosas se pusieron difíciles. La iglesia de Ramón, ahora es un gran modelo para quienes desarrollan el ministerio celular en Florida.

Los pastores que han plantado o hecho la transición con éxito al modelo de la iglesia celular, han hecho su tarea y están listos para seguirlo a largo plazo. ¿Has calculado el costo? ¿Estás comprometido a largo plazo?

Leave a Reply

Your email address will not be published.