Prioritizing Jesus in 2018, part 2

By Dr. Bill Beckham [William A. (Bill) Beckham has been a pastor in Texas, missionary in Thailand, church planter in Houston, conference speaker in many parts of the world, and a strategy consultant for cell ministry. He has written many books on the cell movement, including The Second Reformation]

Prioritizing Jesus in 2018

By Dr. Bill Beckham

Part 2: Self- discipline and spiritual disciplines in prioritizing

To prioritize my focus on God, I need to exercise self-discipline and I need to practice spiritual disciplines. The gateway discipline is practicing the presence of God.

I have personally found that passively waiting for God to speak is not effective in living the Christian life. God is never passive toward me but is always actively seeking me. This is His nature of revelation and relationship. This year I want to be proactive in my relationship to God. I want to intentionally focus on Him.

Christian self-discipline requires some kind of practical spiritual disciplines because willpower (discipline) must be directed toward a desired action (disciplines).

Spiritual disciplines provide a place for fruit to grow and ripen. God’s truth about spiritual fruit is that He produces fruit from a rule of life and all fruit comes by abiding in Christ. I must have disciplines that provide me familiar and beaten paths into His presence. Over the past several years, God has made me aware of the desperate need for spiritual disciplines in my own life and in the Church.

I have identified eleven spiritual disciplines that Christians should live out as a rule of life. These disciplines form a spiritual trellises or framework so that the branches and vines of life can support as much fruit of the Spirit as God can grow.

The eleven disciplines operate as three integrated sets and have a natural upward, inward and outward flow. The intent of the disciplines is to help a Christian live the transformed life of the Master in every aspect, situation, circumstance and place of life.

I have found that spiritual disciplines are exercises of grace. We don’t do the disciplines. In fact, we can’t do the disciplines. The Holy Spirit as a work of grace produces the fruit of the disciplines through a disciple and grace brings blessed rest in body, soul and spirit.

Marlene Kropf and Eddy Hall in Praying with the Anabaptists, (page 113) explain that a “result-oriented” life does not produce spiritual fruit. “So the secret is this: Fruit-bearing is not a command, it is a promise. If you want to bear fruit, Jesus is saying, don’t focus on bearing fruit; focus on abiding. Fruit will follow.”

The first work of grace of a Christian is to abide in Christ because in Him are all of the disciplines of the Christian life. A Christian thinks about these disciplines, prays about these disciplines, talks about the disciplines and lives out the disciplines.

A Christian personally practices the disciplines, applies the disciplines with 2 or 3 friends, celebrates the disciplines in a community cell and lives the disciplines out in a self-organizing expansion network made up of friendship units and community cells.

Friends in Christ, let us practice spiritual disciplines so He can produce spiritual fruit in our lives this year.

‘Oh, taste and see that the Lord is good!
Happy are those who take refuge in God!’ (Psalm 34:8).

Korean blog (Click here)

Portuguese blog:

Priorizando Jesus em 2018

Pelo Dr. Bill Beckham

Parte 2: Autodisciplina e disciplinas espirituais na priorização

Para priorizar meu foco em Deus, eu preciso exercitar autodisciplina e preciso praticar disciplinas espirituais. A disciplina de entrada é praticar a presença de Deus.

Eu pessoalmente descobri que esperar passivamente Deus falar não é eficaz para viver a vida cristã. Deus nunca é passivo para comigo, mas sempre está me buscando ativamente. Esta é a Sua natureza de revelação e relacionamento. Este ano eu quero ser proativo no meu relacionamento com Deus. Eu quero intencionalmente me concentrar nEle.

A autodisciplina cristã requer alguns tipos de disciplinas espirituais práticas porque a força de vontade (disciplina) deve ser direcionada em direção a uma ação desejada (disciplinas).

As disciplinas espirituais fornecem um lugar para que a fruta cresça e amadureça. A verdade de Deus sobre o fruto espiritual é que Ele produz frutos a partir de uma regra de vida e todo o fruto vem por permanecer em Cristo. Devo ter disciplinas que me proporcionem caminhos conhecidos dentro da presença dEle. Ao longo dos vários últimos anos, Deus me deixou consciente da necessidade desesperadora por disciplinas espirituais na minha própria vida e na Igreja.

 

Disciplinas de Transformação                          Pratique a Presença de Deus (adoração)

Para cima em direção a Deus                           Declare que Jesus é o Senhor

Ouça a Deus em Oração

Aplique a Palavra da Vida

 

Disciplinas de Edificação                                   Siga o Espírito

Para dentro em direção Um ao Outro            Seja Responsável

Confesse os Pecados

Edifique um ao Outro

 

Disciplinas de Expansão                                    Viva como Corpo de Cristo

Para fora em direção ao Perdido                    Acrescente ao Seu Círculo de Amigos

 

Eu identifiquei onze disciplinas espirituais que os cristãos deveriam viver como uma regra de vida. Essas disciplinas formam treliças ou estruturas espirituais para que os ramos e vinhas da vida possam suportar tanto fruto do Espírito quanto Deus pode fazer crescer.

As onze disciplinas operam como três conjuntos integrados e têm um fluxo natural para cima, para dentro e para fora. A intenção das disciplinas é ajudar um cristão a viver a vida transformada do Mestre em todo os aspectos, situações, circunstâncias e lugares da vida.

Descobri que as disciplinas espirituais são exercícios de graça. Nós não fazemos as disciplinas. Na verdade, não podemos fazer as disciplinas. O Espírito Santo como uma obra da graça produz o fruto das disciplinas através de um discípulo e a graça traz um descanso abençoado no corpo, alma e espírito.

Marlene Kropf e Eddy Hall em Praying with the Anabaptists (Orando com os Anabatistas, em tradução livre), página 113, explicam que uma vida “orientada para resultados” não produz frutos espirituais. “Então, o segredo é este: dar frutos não é um comando, é uma promessa. Se você quer dar frutos, Jesus está dizendo- Não se concentre em dar frutos; foque em permanecer. O fruto virá em seguida “.

A primeira obra de graça de um cristão é permanecer em Cristo, porque nEle estão todas as disciplinas da vida cristã. Um cristão pensa sobre essas disciplinas, ora sobre essas disciplinas, fala sobre as disciplinas e vive as disciplinas.

Um cristão pratica pessoalmente as disciplinas, aplica-as com 2 ou 3 amigos, celebra as disciplinas em uma célula da comunidade e as vive em uma rede de expansão auto-organizada composta por unidades de amizade e células da comunidade.

Amigos em Cristo, vamos praticar as disciplinas espirituais para que Ele possa produzir frutos espirituais em nossas vidas este ano.

Provem, e vejam como o Senhor é bom. Como é feliz o homem que nele se refugia! (Salmos 34:8).

Spanish blog:

Priorizando a Jesús en 2018

Por el Dr. Bill Beckham

Parte 2: Priorizando la autodisciplina y la disciplinas espirituales.

Para priorizar mi enfoque en Dios, necesito ejercitar mi autodisciplina y necesito practicar disciplinas espirituales. La entrada a la disciplina es practicar la presencia de Dios.

Personalmente, he descubierto que esperar pasivamente a que Dios hable, no es efectivo para vivir una vida cristiana. Dios nunca es pasivo hacia mí, pero siempre me está buscando activamente. Esta es su naturaleza de revelación y relación. Este año quiero ser proactivo en mi relación con Dios. Quiero enfocarme intencionalmente en él.

La autodisciplina cristiana requiere algún tipo de disciplina espiritual práctica porque la fuerza de voluntad (disciplina) debe dirigirse hacia una acción deseada (disciplinas).

Las disciplinas espirituales proporcionan un lugar para que el fruto crezca y madure. La verdad de Dios acerca del fruto espiritual es, que Él produce fruto de una regla de vida y todo fruto viene por permanecer en Cristo. Debo tener disciplinas que me proporcionen caminos conocidos y no conocidos a Su presencia. En los últimos años, Dios me ha hecho consciente de la necesidad desesperada de disciplinas espirituales en mi propia vida y en la Iglesia.

He identificado once disciplinas espirituales que los cristianos deberían vivir como una regla de vida. Estas disciplinas forman un enrejado o marco espiritual para que las ramas y vinas de la vida puedan soportar tanto el fruto del Espíritu como el crecimiento en nuestro Señor.

Las once disciplinas operan como tres conjuntos integrados y tienen un flujo natural ascendente, interno y externo. La intención de las disciplinas es ayudar a un cristiano a llevar una vida transformada en la imagen del Maestro en cada aspecto, situación, circunstancia y lugar de la vida.

He descubierto que las disciplinas espirituales son ejercicios de gracia. Nosotros no hacemos las disciplinas; de hecho, no podemos hacer las disciplinas. El Espíritu Santo como una obra de gracia produce el fruto de las disciplinas a través de un discípulo y la gracia trae un bendito descanso en cuerpo, alma y espíritu.

Marlene Kropf y Eddy Hall en Praying with the Anabaptists, (página 113) explican que una vida “orientada a resultados” no produce frutos espirituales. “Así que el secreto es este: cosechar frutos no es una orden, es una promesa. Si quieres dar fruto, Jesús te dice: no te concentres en dar fruto; enfócate en ser constante. El fruto llegara”.

La primera obra de gracia de un cristiano es permanecer en Cristo porque en él están todas las disciplinas de la vida cristiana. Un cristiano piensa en estas disciplinas, ora acerca de estas disciplinas, habla acerca de ellas y las vive.

Un cristiano practica personalmente las disciplinas, aplica las disciplinas con 2 o 3 amigos, celebra las disciplinas en una célula y vive las disciplinas en una red de expansión auto organizada, formada por unidades de amistad y células.

Amigos en Cristo, practiquemos las disciplinas espirituales para que Él pueda producir frutos espirituales en nuestras vidas este año.

‘¡Oh, gustad y ved que bueno es Jehová!

¡Dichoso el hombre que confía en El! “(Salmo 34: 8).

Leave a Reply

Your email address will not be published.