Prioritizing Relationships in Cell Ministry

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Many times we have mentioned in these blogs the importance of personal relationships in cell ministry. However, a improper understanding of the leader’s role can spoil this relational focus. Dave Crenshaw in his book The Myth of Multitasking: How “Doing It All” Gets Nothing Done, writes, “The people with whom we live and work every day deserve our full attention. When we give people a fragmented attention, bits of time and jump from one thing to another, the cost of those interruptions will be much greater than the simple loss of time. We will end up harming our relationships.”

Taking on too many tasks leads leaders to neglect the essentials of cell life. Leaders not only have a job to do but it is a job that deserves to be well done. The key to successful cell ministry is to give it priority focus. And that priority focus should primarily be on relationships. Conversions, discipleship and edification will derive from those relationships.

Those who focus on many things at once don’t do well in all of them. Why? Because trying to do two things at once will not allow us to do one thing well. This is my recommendation: define your priority and delegate everything else to the members of the cell. In this way, you will focus on what only you can do while others will grow as they participate in cell life.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Relacionamentos: a prioridade no trabalho das células

Por Mario Veja, www.elim.org.sv

Muitas vezes, mencionamos nesses blogs a importância dos relacionamentos pessoais no ministério celular. No entanto, uma compreensão inadequada do papel do líder pode estragar esse foco relacional. Dave Crenshaw em seu livro The Myth of Multitasking: How “Doing It All” Gets Nothing Done (O Mito da Multitarefa: Como “fazer tudo” Faz com que Nada Seja Feito, em tradução livre), escreve: “As pessoas com quem vivemos e trabalhamos todos os dias merecem nossa atenção completa. Quando damos às pessoas uma atenção fragmentada, pedaços de tempo e saltamos de uma coisa para outra, o custo dessas interrupções será muito maior do que a simples perda de tempo. Acabaremos prejudicando nossos relacionamentos ”.

Assumir muitas tarefas leva os líderes a negligenciar os aspectos essenciais da vida das células. Líderes não só têm um trabalho a fazer, mas é um trabalho que merece ser bem feito. A chave para o ministério celular bem-sucedido é dar a ele foco prioritário. E esse foco prioritário deve ser principalmente nos relacionamentos. Conversões, discipulado e edificação derivarão desses relacionamentos.

Aqueles que se concentram em muitas coisas de uma só vez são ruins em todas elas. Por quê? Porque tentar fazer duas coisas ao mesmo tempo não nos permitirá fazer qualquer uma delas bem. Esta é minha recomendação: defina sua prioridade e delegue todo o resto para os membros da célula. Desta forma, você se concentrará no que só você pode fazer enquanto outros crescem fazendo as tarefas que os levarão a se tornarem novos líderes.

Spanish blog:

Las relaciones: la prioridad en el trabajo celular

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Muchas veces se ha mencionado en estos blogs la importancia que tienen las relaciones personales para lograr un buen ministerio celular. Pero, una mala comprensión del rol del líder puede llevar a estropear ese enfoque. Muy bien lo expresa Dave Crenshaw en su libro «El mito de la multitarea: cómo “hacer todo” logra que hagamos nada»: «La gente con la que vivimos y trabajamos a diario merece toda nuestra atención. Cuando prestamos a las personas una atención fragmentada, cuando les dedicamos pedacitos de tiempo y saltamos de una cosa a otra, el costo de esas interrupciones será mucho mayor que el simple tiempo perdido. Acabaremos perjudicando muestras relaciones».

El asumir demasiadas tareas conduce a los líderes a descuidar lo esencial de las células. Los líderes no solo tienen un trabajo que hacer sino que es un trabajo que merece hacerse bien. La clave del trabajo celular exitoso es el enfocarse en una prioridad. Esa prioridad deben ser las relaciones. De ellas derivarán las conversiones, el discipulado y la edificación. Quienes se dedican a hacer varias cosas a la vez son malos en todas. Simplemente porque intentar hacer dos cosas a la vez no nos permitirá hacer ninguna de ellas bien. Esta es la recomendación: define tu prioridad y todo lo demás delégalo en los miembros de la célula. De esa forma, tu te enfocaras en lo que solo tu puedes hacer mientras los demás crecerán haciendo las tareas que les llevaran a convertirse en nuevos líderes.

Leave a Reply

Your email address will not be published.