Focused on making disciples

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Since the globalization of communications, churches learn about many more activities than twenty years ago. I’m referring to: avant-garde conferences, miraculous seminars, revival events, extraordinary books, musical concerts, educational programs, youth conferences, multimedia productions, and so forth.  Many of these things are not bad and could even be good for the ministry. The problem is that these “good activities” can become distractions to what is really important. We need to understand that  there are many things that we could do but only one that we must do.

What should we do? The Bible says it clearly: “Perfecting of the saints, for the work of the ministry, for the edifying of the body of Christ” (Ephesians 4:12). The cell system is a powerful and practical tool to make this most important task a reality. Obtaining extraordinary results is directly determined by how much we are able to focus our attention on what really matters. Focusing on making disciples should become the priority that we should not sacrifice for any other task, however pious it may seem. Anything that distracts us from the mandate to perfect the saints should be declined with gentleness but with firmness. The power to focus consists in ignoring everything we could do and dedicating ourselves to do what we should do.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Focados em fazer discípulos

Por Mario Vega, www.elim.org.sv

Desde a globalização das comunicações, as igrejas aprendem sobre muito mais atividades do que vinte anos atrás. Estou me referindo a: conferências de vanguarda, seminários milagrosos, eventos de avivamento, livros extraordinários, concertos musicais, programas educacionais, conferências de jovens, produções de multimídia e assim por diante. Muitas dessas coisas não são ruins e poderiam até ser boas para o ministério. O problema é que essas “boas atividades” podem se tornar distrações para o que é realmente importante. Precisamos entender que há muitas coisas que poderíamos fazer, mas apenas uma que devemos fazer.

O que devemos fazer? A Bíblia diz claramente: « Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo» (Efésios 4:12). O sistema das células é uma ferramenta poderosa e prática para tornar essa mais importante tarefa uma realidade. A obtenção de resultados extraordinários é diretamente determinada pelo quanto somos capazes de concentrar nossa atenção no que realmente importa. Concentrar-se em fazer discípulos deve se tornar a prioridade que não devemos sacrificar por qualquer outra tarefa, por mais piedosa que possa parecer. Qualquer coisa que nos distraia do mandato de aperfeiçoar os santos deve ser rejeitada com delicadeza, mas com grande firmeza. O poder de se concentrar consiste em ignorar tudo o que poderíamos fazer e nos dedicar a fazer o que devemos fazer.

Spanish blog:

Enfocados en hacer discípulos

por Mario Vega, www.elim.org.sv

A partir de la globalización de las comunicaciones las iglesias se enteran de muchas más opciones de actividades que hace veinte años atrás. Conferencias vanguardistas, seminarios milagrosos, eventos de avivamiento, libros extraordinarios, conciertos musicales, programas educativos, congresos de jóvenes, producciones de multimedia, etc. Muchas cosas que no son malas y que hasta pudieran ser buenas para el ministerio pero que tienen la dificultad potencial de convertirse en distractoras de lo que realmente es importante. Este estado de cosas debería llevarnos a la comprensión de que hay muchas cosas que podríamos hacer pero una sola que debemos hacer.

¿Qué es lo que debemos hacer? La Biblia lo dice con claridad: «perfeccionar a los santos para la obra del ministerio, para la edificación del cuerpo de Cristo» (Efesios 4:12). El sistema celular es una poderosa y práctica herramienta para hacer realidad esa tarea más importante. Obtener resultados extraordinarios viene determinado directamente por cuánto seamos capaces de reducir el objeto de nuestra atención. Enfocarnos en hacer discípulos deberá convertirse en la prioridad que no debemos sacrificar por ninguna otra tarea por piadosa que parezca. Cualquier cosa que nos distraiga del mandato de perfeccionar a los santos debe ser declinada con gentileza pero con mucha firmeza. El poder de enfocarse consiste en ignorar todo aquello que podríamos hacer y dedicarnos a hacer aquello que debemos hacer.

Leave a Reply

Your email address will not be published.