One Step at a Time

By Joel Comiskey, check out  coaching 

At one time in my life, I wanted to sing solos, so I took voice lessons in preparation. However, I made a big mistake. I tried to sing my first solo too early in the process. I made my debut before the gathered church one Sunday night. My voice cracked, I felt embarrassed, received some criticism, and decided I didn’t want to do that again. The large audience wasn’t merciful to my mistakes. In reality, I should have started in a smaller setting, learned from my mistakes, and made the necessary corrections.

Jesus chose the small group atmosphere to prepare his disciples. They learned and grew in the small group as they walked with the Master, made mistakes, reflected on what they learned, and then received new challenges. When the disciples first joined Christ’s group, they had little knowledge of what they were getting into. But along the way, they took on more challenges,which led all the way to the cross and resurrection. After the resurrection, they received the Holy Spirit’s power, and continued to take steps of faith to lead the early church.

Often people come into the cell group with very little experience in the Christian faith. The leader’s job is to keep them moving forward, while keeping two main principles in mind:

  1. Don’t raise the bar too high. That is, help them to succeed by taking baby sets. Rather, than having them lead the lesson right away, for example, start with an ice-breaker, a word of encouragement to someone, or picking their favorite worship song.
  2. Be a fanatic for encouragement. Find something positive to say about the step of faith. “Great choice of song, Jim.” “Great ice-breaker, Mary.” “Thanks for that wonderful encouragement,” Juan. For every criticism or correction, generously give 4 or 5 encouraging words.

People are far more likely to take the next step in the journey if they first take baby steps followed by loads of encouragement.

I look back with amusement at the time I tried to sing a solo in a Sunday night church service. I can laugh about it now, but it wasn’t funny at the time. I also learned important lessons from that experience: I didn’t take sufficient baby steps, and I I didn’t get needed encouragement and corrections in a smaller setting.

Each of us has a long way to go and are in different places in the Christian life. Some of you reading this blog are apostles of large church networks. Others are new members of a cell group. But each person, regardless of where they are in the Christian life, follows a similar pattern of taking one step, followed by another, and then another. As Paul said, “Since we live by the Spirit, let us keep in step with the Spirit” (Galatians 5:25).

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

One Step at a Time

By Joel Comiskey

Em uma época da minha vida, eu queria cantar solos, então fiz aulas de voz para me preparar. No entanto, cometi um grande erro. Eu tentei cantar meu primeiro solo muito cedo no processo. Fiz minha estreia diante da igreja reunida em um domingo à noite. Minha voz falhou, me senti envergonhado, recebi algumas críticas e decidi que não queria fazer isso de novo. O grande público não foi misericordioso com meus erros. Na verdade, eu deveria ter começado em um ambiente menor, aprendido com meus erros e feito as correções necessárias.

Jesus escolheu a atmosfera de pequenos grupos para preparar seus discípulos. Eles aprenderam e cresceram no pequeno grupo enquanto caminhavam com o Mestre, cometeram erros, refletiram sobre o que aprenderam e depois receberam novos desafios. Quando os discípulos se juntaram ao grupo de Cristo pela primeira vez, eles tinham pouco conhecimento de onde estavam se metendo. Mas ao longo do caminho, eles enfrentaram mais desafios, atravessando a cruz e a ressurreição. Depois da ressurreição, eles receberam o poder do Espírito Santo e continuaram a tomar passos de fé para liderar a Igreja Primitiva.

Muitas vezes as pessoas entram na célula com pouca experiência na fé cristã. O trabalho do líder é mantê-los avançando, tendo dois grandes princípios em mente:

  1. Não levante a barra muito alto. Isto é, ajude-os a ter sucesso tomando passos de bebê. Em vez de fazê-los liderar a lição/palavra imediatamente, por exemplo, comece com um quebra-gelo, uma palavra de encorajamento para alguém ou escolher sua música de adoração favorita.
  2. Seja um fanático por encorajamento. Encontre algo positivo para dizer sobre o passo da fé. “Ótima escolha de música, João”. “Grande quebra-gelo, Maria”. “Obrigado por esse incentivo maravilhoso, José”. Para cada crítica ou correção, generosamente dê 4 ou 5 palavras encorajadoras.

É muito mais provável que as pessoas deem o próximo passo na jornada se derem um passo de bebê, seguido de muito encorajamento.

Olho para trás e me divirto com a época em que tentei cantar um solo em um culto de domingo à noite. Eu posso rir disso agora, mas não foi engraçado na época. Eu também aprendi uma lição importante com essa experiência. Eu não dei passos de bebê suficientes, e eu não recebi incentivo e correções necessárias em um ambiente menor.

Cada um de nós tem um longo caminho a percorrer e está em lugares diferentes na vida cristã. Alguns de vocês que estão lendo este blog são apóstolos de grandes redes de igrejas. Outros são novos membros de uma célula. Mas cada pessoa, independentemente de onde esteja na vida cristã, segue um padrão similar de dar um passo, seguido de outro e depois outro. Como Paulo disse: “Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito” (Gálatas 5:25).

Spanish  blog: 

Un paso a la vez

Por Joel Comiskey

En un momento de mi vida, quise cantar, así que tomé clases de canto en preparación. Sin embargo, cometí un gran error, traté de cantar mi primer solo demasiado temprano en el proceso. Hice mi debut ante la iglesia un domingo por la noche. Se me quebró la voz, me sentí avergonzado, recibí algunas críticas y decidí que no quería volveria a cantar de nuevo. La gran audiencia no fue misericordiosa con mis errores. En realidad, debería haber comenzado en un entorno más pequeño, aprendiendo de mis errores y haciendo las correcciones necesarias.

Jesús eligió el ambiente de los grupos celulares para preparar a sus discípulos. Aprendieron y crecieron en el pequeño grupo mientras caminaban con el Maestro, cometieron errores, reflexionaron sobre lo que aprendieron y luego recibieron nuevos desafíos. Cuando los discípulos se unieron por primera vez al grupo de Cristo, tenían poco conocimiento de lo que se estaban metiendo. Pero en el camino, asumieron más desafíos, hasta llegar a la cruz y la resurrección. Después de la resurrección, recibieron el poder del Espíritu Santo y continuaron dando pasos de fe para dirigir la iglesia primitiva.

A menudo las personas ingresan al grupo celular con muy poca experiencia en la fe cristiana. El trabajo del líder es mantenerlos avanzando, manteniendo dos principios principales en mente:

No eleve la barra demasiado alto. Es decir, ayúdalos a tener éxito tomando procesos para bebés. En lugar de hacer que enseñen la lección de inmediato, por ejemplo, comience con un rompehielos, una palabra de aliento para alguien o escogiendo su canción de adoración favorita.

Se un fanático para aliento. Encuentra algo positivo que decir sobre el paso de fe. “Gran elección de canción, Jim.” “Gran rompehielos, Mary.” “Gracias por esas maravillosas palabras de aliento”, Juan. Por cada crítica o corrección, generosamente dales 4 o 5 palabras alentadoras.

Las personas son mucho más propensas a dar el siguiente paso en el viaje si primero dan un pequeño paso seguido de un montón de estímulo.

Miro hacia atrás con una sonrisa en el rostro, en el momento en que intenté cantar un solo en un servicio de la iglesia el domingo por la noche. Ahora puedo reírme de eso , pero no fue divertido en ese momento. También aprendí una lección importante de esa experiencia; no di suficientes pasos de bebé, y no recibí el estímulo y las correcciones necesarios de un entorno más pequeño.

Cada uno de nosotros tiene un largo camino por recorrer y se encuentran en diferentes lugares de la vida cristiana. Algunos de los que leen este blog son apóstoles de grandes redes de iglesias, otros son nuevos miembros de un grupo celular. Pero cada persona, independientemente de dónde se encuentre en la vida cristiana, sigue un patrón similar de dar un paso, seguido por otro y luego otro. Como dijo Pablo: “Si vivimos por el Espíritu, andemos también por el Espíritu” (Gálatas 5:25).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!