A Second Chance

coaches_ernesto

By Ernesto Humeniuk, www.oikoslatino.org

We all have a favorite “hero” in the Bible, apart from Jesus. Do not be surprised, mine is Barnabus. I know, he did not write any New Testament letters, nor was he a  flashy person, but he’s my “hero.” His name says it all: “son of consolation,” which makes me think of a calm man, one who knew how to encourage and give wise advise. When it was necessary to go and inspect what was happening in Antioch of Syria, Barnabus was sent, implying that he was a judicious, discerning person, and full of the Holy Spirit. Remember that Barnabas who sold his property and put his money at the feet of the apostles.

But what strikes me is that when the missionary work begins in Acts 13, the one mentioned first is  Barnabas and then Paul. That order continues until Luke begins to talk about Paul and Barnabas. Our friend moves to a second place, which indicates that he had already trained Paul so well that he was letting go and allowing Paul to have the lead position. Excellent work of a leader with his apprentice!

When trying to start the second missionary journey, Barnabus wanted to take with them his relative John Mark. Paul’s opposition was such that Paul left with Silas and Barnabas went with John Mark. Paul’s resistance came because Mark had abandoned them in Pamphylia, that he was not trustworthy, and that he did not deserve to be in the missionary work.

When we read the last Pauline letter available to us, 2 Timothy, Paul asks: “Pick up Mark and bring him with you, because he is of help in my ministry” (4:11). This was the same John Mark who Paul had rejected but who Barnabus had given a second chance. Paul asks for help from someone he had previously rejected. There are not many leaders who pastor and heal the wounds of those who have problems ministry, but Barnabus was one of those.

Will you be a Barnabas who disciplines and trains those who have made mistakes in ministry? Will you be the loving leader who gives others a second chance? There will always be apprentices and cell group leaders who fail, but loving persistence and understanding will help restore and bless, putting someone who has committed errors back in ministry.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Uma Segunda Chance

Por Ernesto Humeniuk, www.oikoslatino.org

Todos nós temos um “herói” favorito na Bíblia, além de Jesus. Não se surpreenda, o meu é Barnabé. Eu sei, ele não escreveu nenhuma carta do Novo Testamento, nem era uma pessoa chamativa, mas ele é meu “herói”. Seu nome diz tudo: “filho da consolação”, o que me faz pensar em um homem calmo, que soube encorajar e dar conselhos sábios. Quando foi necessário ir e inspecionar o que estava acontecendo em Antioquia da Síria, Barnabé foi enviado, implicando que ele era uma pessoa criteriosa, com discernimento e cheia do Espírito Santo. Lembre-se de que Barnabé vendeu sua propriedade e colocou seu dinheiro aos pés dos apóstolos.

Mas o que me impressiona é que quando o trabalho missionário começa em Atos 13, o primeiro mencionado é Barnabé e Paulo. Essa ordem continua até que Lucas comece a falar sobre Paulo e Barnabé. Nosso amigo se muda para um segundo lugar, o que indica que ele já havia treinado Paulo tão bem que ele estava soltando a corda e permitindo que Paulo tivesse a posição de liderança. Excelente trabalho de um líder com seu aprendiz!

Ao tentar iniciar a segunda jornada missionária, Barnabé queria levar consigo seu parente João Marcos. A oposição de Paulo foi tal que ele partiu com Silas, enquanto Barnabé foi com João Marcos. A resistência de Paulo veio porque Marcos os abandonou na Panfília, Paulo acreditava que ele não era digno de confiança e que não merecia estar no trabalho missionário.

Quando lemos a última carta paulina disponível para nós, 2 Timóteo, Paulo pergunta: “Traga Marcos com você, porque ele me é útil para o ministério” (4:11). Este foi o mesmo João Marcos que Paulo rejeitou, mas a quem Barnabé deu uma segunda chance. Paulo pede ajuda de alguém que ele havia rejeitado anteriormente. Não há muitos líderes que pastoreiam e curam as feridas daqueles que tiveram um problema no ministério, mas Barnabé era um deles.

Você será um Barnabé que disciplina e treina aqueles que cometeram erros no ministério? Você será o líder amoroso que dá aos outros uma segunda chance? Sempre haverá aprendizes e líderes de células que fracassam, mas a persistência e a compreensão amorosas ajudarão a restaurar e abençoar, colocando alguém que cometeu erros no ministério.

Spanish blog:

Una segunda oportunidad

Por Ernesto Humeniuk, www.oikoslatino.org

Todos tenemos algún «héroe» preferido en la Biblia, aparte de Jesús. No te sorprendas, el mío es Bernabé. Ya sé, no escribió ninguna carta neotestamentaria, no es alguien llamativo, pero es mi «héroe». Su nombre lo dice todo: «hijo de consolación», lo que me hace pensar en un hombre calmo, que sabía animar y aconsejar, lleno de sabiduría. Cuando hubo que ir a inspeccionar lo que estaba ocurriendo en Antioquía de Siria se envió a este hombre, dando a entender que era una persona juiciosa y con discernimiento para ver lo que estaba sucediendo fuera de Jerusalén por obra del Espíritu Santo. Fue Bernabé uno de los que vendió sus propiedades y puso lo obtenido a los pies de los apóstoles.

Pero lo que me llama la atención es que cuando comienza la obra misionera según Hechos 13, el que se menciona primero es a Bernabé y luego a Saulo (Pablo). Así continúa la mención hasta que Lucas empieza a hablar de Pablo y Bernabé. Nuestro amigo pasa a un segundo lugar, lo que indica que ya había entrenado tan bien a Pablo que lo estaba soltando para que asumiera el liderazgo. Excelente trabajo de un líder con su aprendiz.

Al pretender iniciar el segundo viaje misionero, Bernabé quiso llevar con ellos a su pariente Juan Marcos. Fue tal la oposición de Pablo que éste se fue con Silas y Bernabé siguió camino con Marcos. La razón que Pablo adujo era que Marcos los había abandonado en Panfilia, que no era confiable, que no merecía estar en la obra misionera.

Cuando leemos la última carta paulina de la que disponemos, 2 Timoteo,  Pablo ruega «Recoge a Marcos y tráelo contigo, porque me es de ayuda en mi ministerio» (4:11), ese joven inexperto que había tenido un error y a quien Bernabé le dio una segunda oportunidad. Pablo pide ayuda de alguien a quien antes había rechazado. No hay muchos líderes que pastoreen y sanen las heridas a quienes han tenido un problema en el ministerio. ¿Serás tú un Bernabé que discipule y entrene a quien haya tenido un error? ¿Serás tú el líder amoroso que dé a los demás una segunda oportunidad? Siempre habrá aprendices y líderes de grupos celulares que fallen, pero la persistencia amorosa y la comprensión ayudará a restaurar y a bendecir, poniendo de nuevo en el liderazgo a alguien que haya tenido un error.

Leave a Reply

Your email address will not be published.