Generational Myths and Truths

By Andrew Kirk, Director of Generation 2 generation, Website – www.G2gMandate.org, Social Media – @G2gMandate

I want to start by saying that there is a place for peer cells, where the emerging generations are reaching their schools and colleges, for those from unchurched families and for developing peer leadership but…

A myth I hear around the world is that the emerging generation needs to be separate from adults for their mutual benefit.

However, the Biblical generational truth is that all generations were created to grow and flow together in community. (e.g. 2 Chron 20 & Exodus 16:8-10)

When the norm is that we separate them in the basic community, it’s counter to the Biblical generational culture.

The separation of generations is decided based on unbiblical motives e.g. that some people don’t like children, are uncomfortable with them or their relationships between generations or families is not great, etc. These attitudes reap generational disunity and disunity comes from sin. Sin needs repentance not accommodating by creating separate cells. If this was to be taken further, we could end up with cells accommodating other wrong attitudes, for instance those who don’t honor their parents, who enjoy stealing, or taking drugs! If there are issues between generations or families, should we not work to resolve them and not create cells / spaces to avoid them? We need deep repentance between the generations and families and this takes work.

When we separate generations, we deprive people of “fathers for the fatherless.” Having grown up in a fatherless household myself, I am all too aware of the impact this could have, however I was fortunate to have a great multi-generational community.

There is probably a month’s worth of “Myths and Truths” surrounding the issue of separating generations in cells. When approaching the topic of “Myths and Truths,” the best place to start is going back to the foundations of the Biblical generational doctrine and returning to “the ancient paths” (Jeremiah 6: 16).

Some Myths that I often hear are:

  • That the generations don’t need each other.
  • Cannot relate to each other.
  • Children cannot be used by God.
  • One generation cannot rely on the next.
  • a Greek Education System is the way forward.

The Truth is that when generations and families flow the way they were created to flow according to Scripture, they result in:

  • Generational Discipleship: Paul and Timothy, Elijah and Elisha, Mordecai and Esther, Moses and Joshua.
  • Older men and women pouring into younger men and women: Titus 2: 2-5.
  • Children being role models: Matthew 18.
  • Experiencing struggles and victories together: 2 Chronicles 20, Exodus 17:1
  • Parental discipleship as a lifestyle: Deuteronomy 6:4-8
  • Generational Interdependence: 1 Samuel 2:18-26, 3, Matthew 18:1-14
  • Restoration of generational relationship and flow is God’s mandate: Malachi 4: 4-6

And so much more!

If you are interested in discovering more about how these Biblical principles can be immersed and utilized in your church / ministry / life, we are happy to help and talk more about this subject, you can also find more resources on our website at: www.G2gMandate.org

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Mitos e Verdades Geracionais

Por Andrew Kirk, Diretor do Generation 2 generation, Website- www.G2gMandate.org, Mídia Social- @G2gMandate

Quero começar dizendo que há um lugar para as células entre os pares, onde as gerações emergentes estão alcançando suas escolas e faculdades, para aquelas de famílias que não são da igreja e para desenvolver a liderança de pares, mas…

Um mito que ouço ao redor do mundo é que a geração emergente precisa ser separada dos adultos para que haja benefício mútuo.

No entanto, a verdade bíblica geracional é que todas as gerações foram criadas para crescer e fluir juntas em comunidade (por exemplo, 2Crônicas 20 e Êxodo 16:8-10).

Quando a norma é separar as gerações na comunidade básica, isso é contra a cultura geracional bíblica.

A separação de gerações é decidida com base em motivos antibíblicos, por exemplo, que algumas pessoas não gostam de crianças, que não se sentem à vontade com elas ou que suas relações entre gerações ou famílias não são boas, etc. Essas atitudes geram uma desunião geracional e a desunião vem do pecado. O pecado precisa do arrependimento, e para isso não devemos nos acomodar criando células separadas. Se isso fosse para ser levado adiante, poderíamos acabar com as células acomodando outras atitudes erradas, como aqueles que não honram seus pais, que gostam de roubar ou de usar drogas! Se existem problemas entre gerações ou famílias, não deveríamos trabalhar para resolvê-los em vês de criar células/espaços para evitá-los? Precisamos de um arrependimento profundo entre as gerações e as famílias e isso requer trabalho.

Quando separamos gerações, privamos as pessoas de “pais para os órfãos”. Tendo crescido em uma casa sem pai, sou muito consciente do impacto que isso pode ter, mas tive a sorte de ter uma grande comunidade multigeracional.

Há conteúdo para provavelmente um mês de “Mitos e Verdades” em torno da questão da separação de gerações nas células. Ao abordar o tópico “Mitos e Verdades”, o melhor lugar para começar é voltar aos fundamentos da doutrina bíblica geracional e retornar aos “antigos caminhos” (Jeremias 6:16).

Alguns mitos que eu ouço frequentemente são:

  • Que as gerações não precisam uma da outra.
  • Que elas não conseguem se relacionar umas com as outras.
  • As crianças não podem ser usadas por Deus.
  • Uma geração não pode confiar na próxima.
  • Um Sistema de Educação Grego é o caminho a seguir.

A verdade é que quando gerações e famílias fluem da maneira que foram criadas para fluir de acordo com as Escrituras, elas resultam em:

  • Discipulado Geracional: Paulo e Timóteo, Elias e Eliseu, Mardoqueu e Ester, Moisés e Josué.
  • Homens e mulheres mais velhos se derramando sobre homens e mulheres mais jovens: Tito 2:2-5.
  • Crianças como modelos: Mateus 18.
  • Experimentando lutas e vitórias juntos: 2 Crônicas 20, Êxodo 17:1.
  • Discipulado dos pais como estilo de vida: Deuteronômio 6:4-8.
  • Interdependência Geracional: 1 Samuel 2:18-26 e 3, Mateus 18:1-14.
  • A restauração do relacionamento e fluxo geracional é o mandato de Deus: Malaquias 4:4-6.

E muito mais!

Se você está interessado em descobrir mais sobre como esses princípios bíblicos podem ser imersos e utilizados em sua igreja/ministério/vida, ficamos felizes em ajudar e falar mais sobre este assunto; você também pode encontrar mais recursos em nosso site: www.G2gMandate.org

Spanish blog:

Mitos y verdades generacionales

Por Andrew Kirk, Director de Generación 2, sitio web – www.G2gMandate.org, Social Media – @ G2gMandate

Quiero comenzar diciendo que hay un lugar para las células de pares, donde las generaciones emergentes están llegando a sus escuelas y colegios, para aquellos de familias sin iglesia y para desarrollar el liderazgo de pares, pero …

Un mito que escucho en todo el mundo es que la generación emergente debe estar separada de los adultos para su beneficio mutuo.

Sin embargo, la verdad generacional bíblica es que todas las generaciones fueron creadas para crecer y fluir juntas en comunidad. (por ejemplo, 2 Crónicas 20 y Éxodo 16: 8-10)

Cuando la norma es que los separamos en la comunidad básica, es contrario a la cultura generacional bíblica.

La separación de generaciones se decide en función de motivos no bíblicos. Que a algunas personas no les gusten los niños, que se sientan incómodos con ellos o que las relaciones entre generaciones o familias no son muy buenas, etc. Estas actitudes generan desunión generacional y la desunión proviene del pecado. El pecado necesita arrepentimiento no acomodarse creando células separadas. Si esto fuera más allá, podríamos terminar con células que acomoden otras actitudes equivocadas, por ejemplo, aquellos que no honran a sus padres, que disfrutan robar o tomar drogas. Si hay problemas entre generaciones o familias, ¿no deberíamos trabajar para resolverlos y no crear células / espacios para evitarlos? Necesitamos un profundo arrepentimiento entre las generaciones y las familias y esto requiere trabajo.

Cuando separamos a las generaciones, privamos a las personas de ser “padres para los huérfanos”. Yo crecí en una casa sin padre, soy muy consciente del impacto que esto podría tener, sin embargo tuve la suerte de tener una gran comunidad multigeneracional.

Probablemente hay un mes de “Mitos y verdades” en torno al tema de separar las generaciones en las células. Al abordar el tema de “Mitos y verdades”, el mejor lugar para comenzar es volver a los fundamentos de la doctrina generacional bíblica y regresar a “los caminos antiguos” (Jeremías 6: 16).

Algunos mitos que escucho a menudo son:

  • Que las generaciones no se necesitan.
  • No pueden relacionarse entre sí.
  • Los niños no pueden ser usados ​​por Dios.
  • Una generación no puede confiar en la siguiente.
  • Un sistema educativo griego es el camino a seguir.

La verdad es que cuando las generaciones y las familias fluyen de la manera en que fueron creadas para fluir de acuerdo con las Escrituras, resultan en:

  • Discipulado generacional: Pablo y Timoteo, Elías y Eliseo, Mardoqueo y Ester, Moisés y Josué.
  • Hombres y mujeres mayores que se vierten en hombres y mujeres más jóvenes: Tito 2: 2-5.
  • Los niños son modelos a seguir: Mateo 18.
  • Experimentando luchas y victorias juntos: 2 Crónicas 20, Éxodo 17: 1
  • El discipulado de los padres como estilo de vida: Deuteronomio 6: 4-8
  • Interdependencia generacional: 1 Samuel 2: 18-26, 3, Mateo 18: 1-14
  • La restauración de la relación y el flujo generacional es el mandato de Dios: Malaquías 4: 4-6 ¡Y mucho más!

Si estas interesado en descubrir más acerca de cómo estos principios Bíblicos se pueden sumergir y utilizar en tu iglesia / ministerio / vida, nos complace ayudarte y hablar más sobre este tema, también puedes encontrar más recursos en nuestro sitio web en: www. G2gMandate.org

Leave a Reply

Your email address will not be published.