Service

coach_freddynoble

By Dr. Freddy Noble, www.iglesiabautistanyc.org 

Another critical element of leadership is a willingness to serve.

When talking to young pastors, I often talk about this characteristic saying, “If you want people to follow you, serve them.”

I am convinced that the authority to lead others does not come from our titles, our talents or our positions in the structure of the church. Rather they flow from our service and collaboration with others. Effective leadership is through relationships and service.

Some think that by the mere fact of having a  position, others must submit to them and serve them. Wrong. In fact, Jesus warned about the confusion of leading as the world does. He told his disciples that while the “great” exercise authority over the people, it will not be like that among us, “but whoever wants to be great among you will be your servant and whoever wants to be first will be a servant of all” ( St. Mark 10: 42-44). And this is not only a great statement to be remembered and taught but first lived and practiced, especially by those in leadership positions.

What does this mean practically? The supervisor or leader must show interest in the needs of those who they are leading. They must be in contact with them personally and through other means.

You should first help them with their family and personal needs. Offer advice when necessary and  admonish them in the spirit of Jesus Christ, always seeking their good. You should pray for them and let them know you’ve been praying.

When people notice that their leader is really interested in them and shows an attitude of love, service, cooperation and help, they will have no qualms about submitting or any doubt in following their instructions and submitting to their guidance.

The leader who wants to see his work crowned with success must first of all dedicate himself or herself to helping and serving those under their care. The pastor, zone leader, or leader of a cell who wants the rest to follow must first of all be a servant. The best example we have is our Lord Jesus Christ. He said to his disciples, “The son of man did not come to be served but to serve” (Mark 10:45). Then he took a towel and washed their feet. Let’s follow his example.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Serviço

Pelo Dr. Freddy Noble, https://www.iglesiabautistanyc.org/

Outro elemento crítico da liderança é a disposição para servir.

Quando converso com jovens pastores, costumo falar sobre essa característica dizendo: “Se você quer que as pessoas o sigam, sirva-as”.

Estou convencido de que a autoridade para liderar os outros não vem de nossos títulos, talentos ou posições na estrutura da igreja. Em vez disso, eles fluem do nosso serviço e colaboração com os outros. A liderança eficaz acontece através de relacionamentos e serviços.

Alguns pensam que, pelo simples fato de ter uma posição, as outras pessoas devem se submeter a eles e servi-los.  Errado. De fato, Jesus alertou sobre a confusão de liderar da forma como o mundo faz. Ele disse a seus discípulos que, embora o “grande” exercite autoridade sobre o povo, não será assim entre nós: “quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo; e quem quiser ser o primeiro deverá ser servo de todos” (Marcos 10:42-44). E esta não é uma grande declaração para ser apenas lembrada e ensinada, mas primeiramente vivida e praticada, especialmente por aqueles que estão em posições de liderança.

O que isso significa de forma prática? O supervisor ou líder deve mostrar interesse nas necessidades daqueles que eles estão liderando. Eles devem estar em contato com eles pessoalmente e por outros meios.

Você deve primeiro ajudá-los com suas necessidades familiares e pessoais.  Ofereça conselhos quando necessário e exorte-os no espírito de Jesus Cristo, sempre buscando o bem deles. Você deve orar por eles e deixá-los saber que você está orando.

Quando as pessoas percebem que o seu líder está realmente interessado nelas e ele mostra uma atitude de amor, serviço, cooperação e ajuda, elas não hesitarão em submeter-se e não terão dúvida em seguir suas instruções e submeter-se à sua orientação.

O líder que quer ver seu trabalho coroado de sucesso deve antes de tudo dedicar-se a ajudar e servir os que estão sob seus cuidados. O pastor, líder de setor ou líder de uma célula que quer que os outros lhe sigam deve primeiro ser um servo. O melhor exemplo que temos é o nosso Senhor Jesus Cristo. Ele disse aos seus discípulos: “O filho do homem não veio para ser servido, mas para servir” (Marcos 10:45). Então ele pegou uma toalha e lavou seus pés. Vamos seguir seu exemplo.

Spanish blog:

Servicio

Por Dr. Freddy Noble, https://www.iglesiabautistanyc.org/

Otro de los elementos que debe tener un líder, supervisor dentro de la visión celular de la Iglesia, debe ser un espíritu de servicio. Esta es otra recomendación que le hago aquellos jóvenes que se inician en el pastorado de una iglesia. Por lo general les digo “si tú quieres que la gente te siga, sírvele”.

Estoy convencido de que la autoridad para conducir a los demás no proviene de nuestros títulos, nuestros talentos o nuestras posiciones en la estructura de la Iglesia, sino en nuestro espíritu de servicio y colaboración para con los demás. El liderato en términos de la vida cristiana y de las relaciones en la Iglesia, es un liderato de servicio.

Algunos confunden la posición de supervisión o liderato de células. Piensan que por el solo hecho de ostentar su posición los demás deben sometérseles y servirles como si fueran marionetas en las manos de otra persona.

Jesús advirtió acerca de la confusión de liderear como el mundo lo hace. Él dijo a sus discípulos que mientras los “grandes “ejercen potestad sobre la gente, entre nosotros no será así “sino que el que quiera hacerse grande entre vosotros será vuestro servidor y el que de vosotros quiera ser el primero será siervo de todos “(San Marcos 10:42-44). Y esto es no sólo una gran declaración para ser recordada y enseñada sino en primer término vivida y practicada, especialmente por aquellos que ocupan posiciones de liderato y que esperan que los demás se sujeten a ellos.

Para que los líderes de su zona o los miembros de su célula se sujeten usted, primero que nada, necesita mostrar un espíritu de servicio hacia ellos. Es decir, el supervisor o líder debe mostrar interés por las necesidades de los que están a su cargo. Debe estar en contacto con ellos de manera personal y por otros medios. Debe buscar ayudarlos en el orden de su necesidades personales y familiares. Debe aconsejarlos y cuando sea necesario amonestarlos en el espíritu de Jesucristo procurando el bien de ellos. Debe orar por ellos y hacérselo saber.

Cuando la gente nota que su líder está realmente interesado en ellos y que muestra una actitud de amor, servicio, cooperación y ayuda hacia lo que están bajo su supervisión o atención espiritual, no tendrá ningún reparo en sujetarse ni ninguna duda en seguir sus instrucciones y someterse a su guía.

El líder que quiere ver su labor coronada con éxito debe primero que nada dedicarse ayudar y servir aquellos que están bajo su cuidado. El pastor, líder zonal, o líder de una célula que desea que lo demás lo sigan debe primero que nada ser un servidor. El mejor ejemplo que tenemos de eso es nuestro Señor Jesucristo. No solamente dijo a sus discípulos, “porque el hijo del hombre no vino para ser servido sino para servir “(San Marcos 10:45)sino que en el aposento alto se ciñó una toalla y lavó los pies de sus discípulos. Sigamos su ejemplo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.