Real Talk 

By Stephen Daigle, College and Young Adult Pastor at Celebration Church, www.celebrationchurch.org

A couple months ago we were doing a relationship series at our church. My wife and I decided that we would take time during one of the sermons to be open about the challenges that come with marriage: disagreeing, arguing, etc.. Little did we know the impact that would have. The following week, we had a number of people come up to us individually and tell us ‘Thank You, I thought all pastors were perfect and don’t go thru what normal people go thru.’ I’m sure when you just read that you made the same face we made! Of course we aren’t perfect! Pastors and Leaders are people who face the same struggles (if not more) than anyone else. But people don’t think that. One of those individuals said to us ‘I feel like I can relate to you much better now.’ That was encouraging to hear but also eye opening.

Here’s a great Leadership Lesson: People would rather follow a leader who is always real instead of a leader who’s always right.

I’ve found that people tend to lean more into the ministry when the leader is more ‘real’ and ‘right’. Paul said in 1 Corinthians 11:1 ‘And you should imitate me, just as I imitate Christ.’ If we want those we are leading to be open and honest, we too must be open and honest. Your people are always watching you. What you say, what you do, how you respond, etc.. They don’t expect you to have it all together, but they do expect you to be honest and be real.

Here’s a challenge for this week: Be open and honest about some challenges you are facing in your life or about a mistake you’ve made recently or in the past. This could be done one on one, in a cell meeting or even in the context of a sermon you are preaching.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Conversa Real

Por Stephen Daigle, Pastor de Universitários e Jovens Adultos na Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Alguns meses atrás estávamos fazendo uma série sobre relacionamentos em nossa igreja. Minha esposa e eu decidimos que teríamos um tempo durante um dos sermões para sermos aberto sobre os desafios que vêm com o casamento: discordar, argumentar, etc. Nem imaginávamos o impacto que isso teria. Na semana seguinte, tivemos várias pessoas que nos procuraram individualmente e nos disseram: “Obrigado, achei que todos os pastores eram perfeitos e que não passavam pelo que as pessoas normais passam”. Tenho certeza de que ao ler isso você fez a mesma cara que fizemos! Claro que não somos perfeitos! Pastores e líderes são pessoas que enfrentam as mesmas lutas (se não mais) do que qualquer outra pessoa. Mas as pessoas não pensam isso. Um desses indivíduos nos disse: “Sinto que posso me relacionar com você muito melhor agora”. Foi encorajador ouvir isso, mas também abriu nossos olhos.

Aqui está uma ótima Lição de Liderança: As pessoas preferem seguir um líder que é sempre real, em vez de um líder que está sempre certo.

Descobri que as pessoas tendem a se inclinar mais para o ministério quando o líder é mais “real” e “certo”. Paulo disse em 1 Coríntios 11:1 “Tornem-se meus imitadores, como eu o sou de Cristo”. Se queremos que aqueles que estamos liderando sejam abertos e honestos, nós também devemos ser abertos e honestos.  Seu povo está sempre te observando. O que você diz, o que você faz, como você responde, etc. Eles não esperam que você seja perfeito, mas esperam que você seja honesto e real.

Aqui está um desafio para esta semana: seja aberto e honesto sobre alguns desafios que você está enfrentando em sua vida ou sobre um erro que você fez recentemente ou no passado. Isso pode ser feito um a um, em uma reunião de célula ou mesmo no contexto de um sermão que você está pregando.

Spanish blog:

Una Charla honesta

Por Stephen Daigle, pastor de universidad y adultos jóvenes en Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Hace un par de meses estábamos haciendo una serie de mensajes acerca de las relaciones en nuestra iglesia. Mi esposa y yo decidimos que nos tomaríamos un tiempo durante uno de los sermones para ser sinceros sobre los desafíos que conlleva el matrimonio: estar en desacuerdo, discutir, etc. Poco sabíamos del impacto que tendría. La semana siguiente, hubo varias personas que se acercaron a nosotros individualmente y nos dijeron ‘Gracias, pensé que todos los pastores eran perfectos y no pasan por lo que pasa la gente normal’. Estoy seguro de que cuando terminaste de leer eso, hiciste la misma cara que nosotros! ¡Por supuesto que no somos perfectos! Los pastores y los líderes son personas que enfrentan las mismas luchas (si no más) que cualquier otra persona. Pero la gente no piensa eso. Una de esas personas nos dijo: “Siento que puedo relacionarme con usted mucho mejor ahora”. Eso fue alentador de escuchar pero también me abrió los ojos.

Aquí hay una excelente lección de liderazgo: la gente prefiere seguir a un líder que siempre es real en lugar de un líder que siempre tiene la razón.

Descubrí que las personas tienden a inclinarse más en el ministerio cuando el líder es más “real” y “correcto”. Pablo dijo en 1 Corintios 11: 1 “Sed imitadores de mí, así como yo de Cristo”. Si queremos que aquellos a quienes dirigimos sean abiertos y honestos, también debemos serlo. Tu gente siempre te está mirando. Lo que dices, lo que haces, cómo respondes, etc. No esperan que lo tengas todo en regla, pero sí esperan que seas honesto y sea real.

Este es un desafío para esta semana: ser abierto y honesto sobre algunos desafíos que enfrentas en tu vida o sobre un error que has cometido recientemente o en el pasado. Esto se puede hacer uno a uno, en una reunión celular o incluso en el contexto de un sermón.

Leave a Reply

Your email address will not be published.