How Important Is Transparency?

By Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

When I was younger, I heard more than one pastor say that you cannot have friends in the church. Is this true? If it is, doesn’t it go against what Jesus modeled? Jesus developed such open friendships that he wept at the grave of his friend Lazarus just moments before he raised him from the dead. Bystanders remarked. “See how he loved him!” (John 11:36)

When Jesus was faced with his greatest challenge, he asked his disciples to support him in prayer. Even though he found them sleeping, he still pleaded with them to watch and pray with him. He did not hide his anguish. These are the men that he humbled himself by getting down and washing their feet. Then he called them friends (John 15:14-17) with his instruction to “love one another.” How could Jesus serve them, seek their prayer support, and even cry in front of them without being transparent?

Have you ever been discouraged in ministry? Has your heart been heavy because of a personal struggle or even because you were grieving? Wasn’t Jesus discouraged and sad when he looked at Jerusalem and talked about wanting to hold her under his wings (Matthew 27:37 or Luke 13:34)?

Pastor Rick Warren from Saddleback Church has experienced a terrible loss with the suicide of his son. I appreciate how he and his wife have openly shared their pain and their battle with mental illness. Rick and Kaye have allowed people to see their struggle and their heartache. It has not made him less of a pastor. In fact, it has opened them up to redeeming the loss of their son and turning it into a ministry to help others.

There have been times in life group meeting when I have openly shared my discouragement or struggles in ministry. One night, my wife Debbie and I both cried as we grieved the pain of someone leaving the church. We did not make it a session to attack the person who left; we spoke of our hurt whenever someone leaves the church. Recently, some of our close friends in the church have moved out of our state. The loss is great. With tears we said goodbye and our group knew that we loved them.

On another level, I have openly shared about some times when our marriage was in trouble. Doesn’t humility require honesty and transparency? I am not perfect. Everyone around me knows I am not perfect, so why should I maintain a false image that I am? Is it risky to share yourself openly? Of course it is! It is risky for everyone but we will not be able to support one another without being honest and transparent. Friends share openly. Leaders should do the same. If we don’t, aren’t we wearing the mask of hypocrisy?

Find a few people that you can trust and do life with them. Transparency in life is very important! Be honest about your humanity. It may lead someone closer to Christ.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Quão importante é a transparência?

Por Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

Quando eu era mais jovem, ouvi mais de um pastor dizer que você não pode ter amigos na igreja. Isso é verdade? Se for, não vai contra o que Jesus modelou?  Jesus desenvolveu amizades tão abertas que ele chorou no túmulo de seu amigo Lázaro momentos antes de ressuscitá-lo dos mortos. Os espectadores comentaram: “Veja como ele o amava!” (João 11:36).

Quando Jesus foi confrontado com o seu maior desafio, ele pediu aos seus discípulos para apoiá-lo em oração.  Mesmo que ele os encontrasse dormindo, ele ainda clamava para eles vigiarem e orarem com ele. Ele não escondeu sua angústia. Aqueles eram os homens com os quais ele se humilhou ao descer e lavar os pés. Então ele os chamou de amigos (João 15:14-17) com sua instrução de “amar uns aos outros”. Como Jesus poderia servi-los, buscar seu apoio de oração e até mesmo chorar diante deles sem ser transparente?

Você já foi desencorajado no ministério? Seu coração ficou pesado por causa de uma luta pessoal ou até mesmo porque você estava de luto? Jesus não estava desanimado e triste quando olhou para Jerusalém e falou sobre querer abraçá-la (Mateus 27:37 ou Lucas 13:34)?

O pastor Rick Warren, da Saddleback Church, sofreu uma perda terrível com o suicídio de seu filho. Eu aprecio como ele e sua esposa compartilharam abertamente sua dor e sua batalha contra a doença mental. Rick e Kaye permitiram que as pessoas vissem sua luta e sua mágoa. Isso não o tornou menos pastor. Na verdade, isso os abriu para redimir a perda de seu filho e transformá-la em um ministério para ajudar os outros.

Houve momentos em reuniões de células quando compartilhei abertamente o meu desânimo ou lutas no ministério. Certa noite, minha esposa Debbie e eu choramos quando nos entristecemos com a dor de alguém saindo da igreja. Nós não fizemos uma sessão para atacar a pessoa que saiu; nós falamos de nossas mágoas sempre que alguém deixa a igreja. Recentemente, alguns de nossos amigos mais próximos na igreja se mudaram para outro estado. A perda é grande. Com lágrimas nos despedimos e nosso grupo sabia que nós os amamos.

Em outro nível, já compartilhei abertamente algumas vezes quando nosso casamento estava em apuros. A humildade não exige honestidade e transparência? Eu não sou perfeito. Todos ao meu redor sabem que eu não sou perfeito, então por que devo manter uma imagem falsa de que sou? É arriscado compartilhar-se abertamente? Claro que é! É arriscado para todos, mas não seremos capazes de apoiar uns aos outros sem ser honestos e transparentes.  Amigos compartilham abertamente. Líderes devem fazer o mesmo. Se não, não estamos usando a máscara da hipocrisia?

Encontre algumas pessoas em quem você pode confiar e “faça vida” com elas.  Ter transparência na vida é muito importante! Seja honesto sobre sua humanidade. Isso pode levar alguém para mais perto de Cristo.

Spanish blog:

¿Qué tan importante es la transparencia?

Por Bill Mellinger, www.crestlinefbc.com

Cuando era más joven, escuché a más de un pastor decir que no puedes tener amigos en la iglesia. ¿Es esto cierto? Si lo es, ¿no va en contra de lo que Jesús enseñó? Jesús desarrolló amistades tan abiertas que lloró en la tumba de su amigo Lázaro momentos antes de resucitarlo de entre los muertos. Los transeúntes comentaron. “¡Mira cómo lo amaba!” (Juan 11:36)

Cuando Jesús enfrentó su mayor desafío, le pidió a sus discípulos que lo apoyaran en la oración. A pesar de que los encontró durmiendo, aún les suplicó que vigilaran y oraran con él. No ocultó su angustia. Estos son los hombres que él mismo se humilló al bajar y lavarles los pies. Luego los llamó amigos (Juan 15: 14-17) con su instrucción de “amarse unos a otros”. ¿Cómo podría Jesús servirles, buscar su apoyo en oración e incluso llorar frente a ellos sin ser transparente?

¿Alguna vez te has desanimado en el ministerio? ¿Tu corazón ha estado cargado debido a una lucha personal o incluso porque estabas sufriendo? ¿No estaba Jesús desanimado y triste cuando miró a Jerusalén y habló de querer sostenerla bajo sus alas (Mateo 27:37 o Lucas 13:34)?

El pastor Rick Warren de la Iglesia de Saddleback ha sufrido una terrible pérdida con el suicidio de su hijo. Aprecio cómo él y su esposa han compartido abiertamente su dolor y su batalla con la enfermedad mental. Rick y Kaye han permitido que las personas vean su lucha y su dolor de corazón. No le ha hecho menos pastor. De hecho, los ha abierto para redimir la pérdida de su hijo y convertirlo en un ministerio para ayudar a otros.

Ha habido momentos en la reunión del grupo de l en los que he compartido abiertamente mi desaliento o mis dificultades en el ministerio. Una noche, mi esposa Debbie y yo lloramos mientras lamentábamos el dolor de alguien que se había ido de la iglesia. No hicimos una sesión para atacar a la persona que se fue; hablamos de nuestro dolor cada vez que alguien abandona la iglesia. Recientemente, algunos de nuestros amigos cercanos en la iglesia se han mudado de nuestro estado. La pérdida es grande. Con lágrimas nos despedimos y nuestro grupo supo que los amábamos.

En otro nivel, he compartido abiertamente algunas veces cuando nuestro matrimonio estaba en problemas. ¿La humildad no requiere honestidad y transparencia? No soy perfecto. Todos a mi alrededor saben que no soy perfecto, entonces, ¿por qué debería mantener una imagen falsa de lo que soy? ¿Es arriesgado compartir abiertamente? ¡Por supuesto que es! Es arriesgado para todos, pero no podremos apoyarnos unos a otros sin ser honestos y transparentes. Los amigos comparten abiertamente. Los líderes deberían hacer lo mismo. Si no lo hacemos, ¿no estamos usando la máscara de hipocresía?

Encuentra algunas personas en las que puedas confiar y haz vida con ellos. ¡La transparencia en la vida es muy importante! Se honesto acerca de tu humanidad, puede llevar a alguien más cerca de Cristo.

Leave a Reply

Your email address will not be published.