Cell Pastors

By Mario Vega, www.elim.org.sv

At Elim church in San Salvador we are a team of 87 pastors. This number was reached because the number of people we needed to take care of who attend our cells. All pastors were once cell leaders who excelled, for that reason they were later promoted to supervisors and, those who stood out the most were eventually promoted to pastors. They are really not chosen because of their competence for preaching but because of their God-given grace to implement cell work. In fact, very few of them are the ones who preach at the celebration service. Those who do it more frequently, do it approximately once a month. The others do it every six months or once a year.

Of course they have many more opportunities to preach/teach at meetings of supervisors and leaders. They do this every week outside the church building, in the zones where they minister.  They are well aware that the focus of their ministry is not on the celebration service but on their work in the city. It is in the cell zones where they develop their ministry by forming, mentoring, visiting, encouraging, performing weddings, performing baptisms, and so forth. Their task focuses on both multiplication and caring for people.

In some cases, some of them are called to plant a church and become lead pastors. Others might be called to an existing church. But even in their new ministry position, they focus on team ministry with other leaders and pastors who will focus on cell ministry as the driving force. Yes, they also have quality preaching and celebration times, but their main focus is on multiplying cells, leaders and then supervising those who are ministering to others.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Pastores De Células

Por Mario Vega, www.celulas.org.sv

Na Elim Church, em San Salvador, somos uma equipe de 87 pastores. Este número foi alcançado devido ao número de pessoas que precisávamos para cuidar de quem frequenta nossas células. Todos os pastores já foram líderes de célula que se destacaram, por essa razão foram posteriormente promovidos a supervisores e, aqueles que mais se destacaram foram eventualmente promovidos a pastores. Eles não são realmente escolhidos por causa de sua competência para pregar, mas por causa de sua graça dada por Deus para implementar o trabalho em células. De fato, poucos são os que pregam no culto de celebração. Aqueles que fazem isso com mais frequência, fazem isso aproximadamente uma vez por mês. Os outros fazem isso a cada seis meses ou uma vez por ano.

É claro que eles têm muito mais oportunidades de pregar/ensinar em reuniões de supervisores e líderes. Eles fazem isso toda semana fora do prédio da igreja, nas zonas onde ministram. Eles estão bem conscientes de que o foco de seu ministério não está no culto de celebração, mas em seu trabalho na cidade. É nas regiões de células onde eles desenvolvem seu ministério formando, orientando, visitando, encorajando, realizando casamentos, batismos e assim por diante. Sua tarefa se concentra na multiplicação e no cuidado das pessoas.

Em alguns casos, alguns deles são chamados para plantar uma igreja e se tornar pastores principais. Outros podem ser chamados para uma igreja existente. Mas mesmo em sua nova posição de ministério, eles se concentram no ministério de equipe com outros líderes e pastores que se concentrarão no ministério celular como força motriz. Sim, eles também têm pregações e cultos de celebração de qualidade, mas seu foco principal é multiplicar células, líderes e, depois, supervisionar aqueles que estão ministrando aos outros.

Spanish blog:

Los Pastores Celulares

por Mario Vega, www.elim.org.sv

En la iglesia Elim de San Salvador somos un equipo de 87 pastores. Esa cantidad se alcanzó a partir de la necesidad de atención a las personas que asisten a nuestras células. Todos los pastores fueron en su momento líderes de células que destacaron, por esa razón luego fueron promovidos a supervisores y, los que más destacaron, son los que fueron ascendidos a pastores. En realidad, ellos no son elegidos por su competencia para la predicación sino por su gracia para implementar el trabajo celular. De hecho, muy pocos de ellos son los que predican en la celebración. Quienes lo hacen con mayor frecuencia es aproximadamente una vez al mes. Los otros, lo hacen cada seis meses o una vez al año.

Por supuesto que tienen muchas más oportunidades de predicar, pero en las reuniones de supervisores y líderes. Eso lo hacen todas las semanas fuera del edificio de la iglesia, en las zonas de trabajo. Ellos están muy conscientes que el enfoque de su ministerio no es en la celebración sino en el campo. En las zonas de células es donde desarrollan su ministerio formando, mentoreando, visitando, animando, realizando bodas, realizando bautismos, etc. Su tarea se enfoca tanto en la multiplicación como en el cuidado de las personas.

En algunos casos, algunos de ellos son llamados a un ministerio primario. Cuando eso ocurre, normalmente salen para estar al frente de una iglesia como pastores principales. Pero, allí, forman su equipo de trabajo con otros pastores que se enfocarán en el trabajo celular como una especialidad. En tanto que ellos se dedicarán a las celebraciones y a dar dirección, supervisión y motivación al trabajo en las casas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!