The Cell as an Alternative Family

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Caring for each person within the cell occurs in various ways. Prayer helps care for the members because the members can take turns praying for each other. Members know that when they are facing problems, they can take their petitions to their fellow members in the cell. But care is not only a matter of prayer but also of action. Like the believers in Jerusalem who sold their property to distribute the money among those in need, the cell members help each other to the best of their ability. Perhaps a member is sick or has lost their job. A helping hand is always a great blessing.

Friendship and care within the cell doesn’t just happen when the cell meets together. People also meet during the week to spend time together. In addition, they visit each other in order to discuss and deepen their relationship. This is especially helpful when facing difficulties, like sickness.  The idea is that people see cell members as if they were part of their family. In an urbanized society where anonymity predominates, having a group of people who really care about you is a valuable asset to develop a sense of belonging and a spirit of serving one another.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

A célula como uma família alternativa

Por Mario Vega

Cuidar de cada pessoa dentro da célula pode acontecer de várias maneiras. A oração é um bom exemplo, porque os membros podem se revezar em oração uns pelos outros. Os membros sabem que quando estão enfrentando problemas, eles podem levar seus pedidos aos seus companheiros na célula. Mas o cuidado não é apenas uma questão de oração, mas também de ação. Como os crentes em Jerusalém que venderam suas propriedades para distribuir o dinheiro entre os necessitados, os membros da célula ajudam-se mutuamente ao melhor de sua capacidade. Talvez um membro esteja doente ou tenha perdido o emprego. Uma mão amiga é sempre uma grande bênção.

A amizade e o cuidado dentro da célula não acontecem apenas quando a célula se reúne. As pessoas também se encontram durante a semana para passar tempo juntas. Além disso, elas se visitam para discutir e aprofundar seu relacionamento. Isso é especialmente útil quando enfrentamos dificuldades, como doenças. A ideia é que as pessoas vejam os membros das células como se fossem parte de sua família. Em uma sociedade urbanizada onde o anonimato predomina, ter um grupo de pessoas que realmente se importam com você é um ativo valioso para desenvolver um sentimento de pertencimento e um espírito de servir um ao outro.

Spanish blog:

La célula como familia alternativa

por Mario Vega, www.elim.org.sv

El cuidado de cada persona dentro de la célula se produce de diversas maneras, por ejemplo, cuando los miembros oran los unos por los otros. Si este es un ejercicio que se desarrolla con sinceridad en cada reunión, las personas sabrán con seguridad que al enfrentar problemas los demás estarán orando por su situación.

Pero el cuidado no es solamente un tema de oración sino también de acción. Al igual que los creyentes de Jerusalén, que vendían sus propiedades para repartir el dinero entre los necesitados, los miembros de la célula se ayudan mutuamente en la medida de sus posibilidades. El apoyo puede ser para personas enfermas o que han perdido su empleo. Una mano de ayuda siempre es de gran bendición.

Dado que la amistad y el interés por el hermano es algo sincero, la comunión no se reduce al programa de la célula. Las personas también se reúnen durante la semana para pasar tiempo juntos. Además, se visitan mutuamente con el fin de conversar y profundizar su relación. Mucho más cuando enfrentan dificultades o enfermedades. La idea es que las personas vean a los miembros de la célula como si fueran parte de su familia. En una sociedad urbanizada en donde el anonimato predomina, el tener un grupo de personas a quien realmente uno les importa es un valioso activo para desarrollar pertenencia y actitudes de servicio.

Leave a Reply

Your email address will not be published.