Go Small To Thrive, Not Just Survive

By Andrew Kirk, Director of Generation 2 generation, Website – www.G2gMandate.org, Social Media – @G2gMandate

“Then the eleven disciples went to Galilee… When they saw him, they worshiped him; but some doubted. Then Jesus came to them and said, “All authority in heaven and on earth has been given to me. Therefore go and make disciples of all nations, baptizing them in the name of the Father and of the Son and of the Holy Spirit, and teaching them to obey everything I have commanded you. And surely I am with you always, to the very end of the age” (Matthew 28:16-20). 

This is “The Great Commission”… not “The Great Option”! To see this fulfilled will mean going to some of the most dangerous places where it is not always easy to have larger church gatherings. Rather, the norm is meeting “underground” in small groups – cells, home to home and one on one.

We may consider persecution a bad thing, but throughout history God has used persecution to grow a thriving church through adversity.

As we know, cells are not just for those countries where persecution abounds. Rather they are for everyone.

Today, the pressure is increasing to be molded by society, not wanting to upset members or offend those outside the walls. Yet a compromising church becomes like the world instead of setting itself apart as a place where the lost can find Truth. It becomes a place of irrelevance, where no one can go for help or transformation, as the church simply fits in, accepts and condones lifestyles outside of the Biblical path that it sets out for us.

We must surround ourselves with those who will help hold us accountable, and who stand with us, like Daniel who stood firm with his friends. The best cell groups are places where we can meet for growth, accountability, and discipleship. In this safe place we can seek truth and challenge each other’s perspectives, keep our focus sharp, and not become blurred by the society around us.

Cells are biblical and help us prepare for the end time. As the years roll on we will see an increase in “nations shaking.” For the church to function as the Bride preparing for the Bridegroom, cells will be key, no matter where you are, or what your circumstances, they will only increase in their relevance and important.

We started with, “Therefore go and make disciples of all nations, baptizing them in the name of the Father and of the Son and of the Holy Spirit, and teaching them to obey everything I have commanded you.” Multiplying, life giving, disciple making cells, whether underground, in prison or the local coffee shop can enable us to complete this command until every country and people under any circumstances cry, “Come Lord Jesus”!

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Viva um pequeno grupo para prosperar, não apenas para sobreviver

Por Andrew Kirk, diretor do movimento Generation 2 Generation , site – www.G2gMandate.org, mídias sociais – @G2gMandate

“Os onze discípulos foram para a Galileia, para o monte que Jesus lhes indicara. Quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos” (Mateus 28:16-20).

Esta é a “Grande Comissão”… e não a “Grande Opção”! Ver isso cumprido significa ir a alguns dos lugares mais perigosos onde nem sempre é fácil ter reuniões maiores na igreja. Em vez disso, a norma é se encontrar “clandestinamente” em pequenos grupos – nas células, de casa em casa e um a um.

Podemos considerar a perseguição uma coisa ruim, mas ao longo da história Deus usou a perseguição para fazer crescer uma igreja próspera através da adversidade.

Como sabemos, as células não são apenas para os países onde a perseguição é abundante. Pelo contrário, são para todos.

Hoje, a pressão está aumentando para que a célula seja moldada pela sociedade, a fim de não incomodar os membros ou ofender os que estão fora dos muros. No entanto, uma igreja que se compromete se torna como o mundo, em vez de se destacar como um lugar onde os perdidos podem encontrar a Verdade. A igreja torna-se um lugar de irrelevância, onde ninguém pode buscar ajuda ou transformação, pois ela simplesmente se encaixa, aceita e tolera estilos de vida fora do caminho bíblico proposto a nós.

Devemos nos cercar daqueles que ajudarão a nos responsabilizar e que permanecerão conosco, como Daniel, que se manteve firme com seus amigos. As melhores células são locais onde podemos encontrar crescimento, responsabilidade e discipulado. Nesse lugar seguro, podemos buscar a verdade e desafiar a perspectiva uns dos outros, manter nosso foco nítido e não deixá-lo ficar turvo pela sociedade ao nosso redor.

As células são bíblicas e nos ajudam a preparar os tempos do fim. Com o passar dos anos, veremos um aumento de “nações tremendo”. Para que a igreja funcione como a Noiva se preparando para o Noivo, as células serão essenciais, não importa onde você esteja ou quais sejam as suas circunstâncias, elas crescerão em sua relevância e importância.

Começamos com: “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês”. Células que multiplicam, dão vida e geram discípulos, seja no subterrâneo, na prisão ou na cafeteria local, podem nos permitir concluir esse comando até que todos os países e pessoas, em qualquer circunstância, gritem: “Ora vem, Senhor Jesus”!

Spanish blog: 

Vaya a lo pequeño para prosperar, no solo para sobrevivir

Por Andrew Kirk, Director de Generación 2 generación, Sitio web – www.G2gMandate.org, Redes sociales – @ G2gMandate

“Pero los once discípulos se fueron a Galilea, al monte donde Jesús les había ordenado. Y cuando le vieron, le adoraron; pero algunos dudaban. Y Jesús se acercó y les habló diciendo: Toda potestad me es dada en el cielo y en la tierra. Por tanto, id, y haced discípulos a todas las naciones, bautizándolos en el nombre del Padre, y del Hijo, y del Espíritu Santo; enseñándoles que guarden todas las cosas que os he mandado; y he aquí yo estoy con vosotros todos los días, hasta el fin del mundo. Amén ”(Mateo 28: 16-20).

Esta es “La Gran Comisión” … ¡no “La Gran Opción”! Ver esto cumplido significará ir a algunos de los lugares más peligrosos donde no siempre es fácil tener reuniones de iglesias más grandes. Más bien, la norma es reunirse “bajo tierra” en pequeños grupos: células, hogar a hogar y uno a uno.

Podemos considerar la persecución como algo malo, pero a lo largo de la historia Dios ha usado la persecución para hacer crecer una iglesia próspera a través de la adversidad.

Como sabemos, las células no son solo para aquellos países donde abunda la persecución. Más bien son para todos.

Hoy en día, la presión aumenta para ser moldeados por la sociedad, no queriendo molestar a los miembros u ofender a los que están fuera de los muros. Sin embargo, una iglesia se compromete, y se vuelve como el mundo en lugar de separarse como un lugar donde los perdidos pueden encontrar la Verdad. Se convierte en un lugar de irrelevancia, donde nadie puede buscar ayuda o transformación, ya que la iglesia simplemente encaja, acepta y condona los estilos de vida fuera del camino bíblico que nos propone.

Debemos rodearnos de aquellos que nos ayudarán a responsabilizarnos y que estarán con nosotros, como Daniel, que se mantuvo firme con sus amigos. Los mejores grupos celulares son lugares donde podemos encontrarnos para crecer, rendir cuentas y discipular. En este lugar seguro podemos buscar la verdad y desafiar las perspectivas de los demás, mantener nuestro enfoque preciso y no ser engañados por la sociedad que nos rodea.

Las células son bíblicas y nos ayudan a prepararnos para el tiempo del fin. A medida que pasen los años, veremos un aumento en las “naciones temblando”. Para que la iglesia funcione como la Novia que se prepara para el Novio, las células serán clave, sin importar dónde se encuentre o cuáles sean sus circunstancias, solo aumentarán en Su relevancia e importancia.

Comenzamos con: “Por lo tanto, ve y haz discípulos de todas las naciones, bautizándolos en el nombre del Padre y del Hijo y del Espíritu Santo, y enseñándoles a obedecer todo lo que te he mandado”. Multiplicar, dar vida, células que hacen discípulos, ya sea bajo tierra, en prisión o en la cafetería local, puede permitirnos completar este mandamiento hasta que cada país y persona, bajo cualquier circunstancia, grite: “¡Ven, Señor Jesús”!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!