Make Followers of Jesus

By Pastor Ryan Faust

In my last blog, I mentioned that Jesus used words in the Great Commission to point His disciples to the ways He had worked to disciple them.  In particular the word used for “make disciples” (manthano), points us back to a few other words used in the Gospels and Acts, which convey the idea of “…attachment to someone in discipleship.” (New International Dictionary of New Testament Theology, Vol. 1, p. 486). This is the historical backdrop of the Gospels, the culture within which Jesus and His disciples were raised and this gives us a better understanding of what Jesus meant in His command to make disciples.

A synonym of manthano is akoloutheo, which was used by a rabbi to call a disciple “to follow” in a master-pupil relationship. The word was not used metaphorically and had a “semi-literal sense of ‘going behind’” (NIDNTT, Vol. 1, p. 482).  It is also synonymous with “come after me” (opiso mou) and is the simplest call to discipleship in Matthew 4:19 and Mark 1:17.21 and describes people who who wandered “…about with him.” (NIDNTT, p. 488).  Disciples were expected to give up their old life and take up their new calling, which was not worth it to some (e.g., the rich young man, cf. Mark 10:21-22). But Jesus didn’t run after those who rejected His call only to compromise.  He took His disciples and went on to new listeners receptive to His ministry and message.  

Jesus was not the head of a synagogue, and we have no record of His training, hence Jesus’ authority was questioned (Matthew 21:23).  But His method and message roused the attention of thousands, and because the earliest disciples followed suit (Acts 2:42-47), millions and millions have come to know Christ including you and me.  And we can do the same with His help as a small band (or small group) seeking to emulate what He began.

GODSPEED

Ryan

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Faça Seguidores de Jesus

Pastor Ryan Faust

No meu último blog, mencionei que Jesus usou palavras na Grande Comissão para apontar Seus discípulos para as maneiras com as quais Ele havia trabalhado para discipulá-los. Em particular, a palavra usada para “fazer discípulos” (manthano), nos remete a algumas outras palavras usadas nos Evangelhos e Atos, que transmitem a ideia de “… apego a alguém em discipulado”. (New International Dictionary of New Testament Theology, Vol. 1, p. 486). Este é o pano de fundo histórico dos Evangelhos, a cultura na qual Jesus e Seus discípulos foram criados e isso nos dá uma melhor compreensão do que Jesus quis dizer em Seu mandamento de fazer discípulos.


Um sinônimo de manthano é akoloutheo, que foi usado por um rabino para chamar um discípulo a “seguir” em um relacionamento entre mestre e aluno. A palavra não foi usada metaforicamente e tinha um “senso semi-literal de ir atrás” (NIDNTT, vol. 1, p. 482). Também é sinônimo de “venha atrás de mim” (opiso mou) e é o chamado mais simples ao discipulado em Mateus 4:19 e Marcos 1: 17:21 e descreve as pessoas que caminhavam “… com ele” (NIDNTT, p. 488). Era esperado que os discípulos abandonassem sua antiga vida e assumissem seu novo chamado, o que não valia a pena para alguns (por exemplo, o jovem rico de Marcos 10:21-22). Mas Jesus não correu atrás daqueles que rejeitaram Seu chamado apenas para se comprometer. Ele levou Seus discípulos e foi a novos ouvintes receptivos ao Seu ministério e mensagem.

Jesus não era o chefe de uma sinagoga e não temos o registro de Seu treinamento; portanto, a autoridade de Jesus foi questionada (Mateus 21:23). Mas Seu método e mensagem foram o foco da atenção de milhares e, como os primeiros discípulos seguiram o exemplo (Atos 2:42-47), milhões e milhões de pessoas passaram a conhecer a Cristo, incluindo você e eu. E podemos fazer o mesmo com Sua ajuda em um pequeno grupo (ou célula) procurando reproduzir o que Ele começou.

Fiquem com Deus!

Ryan

Spanish blog:

Hacer seguidores de Jesús

Por el pastor Ryan Faust

En mi último blog, mencioné que Jesús usó palabras en la Gran Comisión para señalar a sus discípulos las formas en que había trabajado para discipularlos. En particular, la palabra usada para “hacer discípulos” (manthano), nos remite a algunas otras palabras usadas en los Evangelios y en Hechos, que transmiten la idea de “… apego a alguien en el discipulado”. (Nuevo Diccionario Internacional de New Testament Theology, Vol. 1, p. 486). Este es el trasfondo histórico de los Evangelios, la cultura dentro de la cual Jesús y sus discípulos fueron criados y esto nos da una mejor comprensión de lo que Jesús quiso decir en su mandato de hacer discípulos.

Un sinónimo de manthano es akoloutheo, que fue utilizado por un rabino para llamar a un discípulo “a seguirle” en una relación maestro-alumno. La palabra no se usó metafóricamente y tenía un “sentido semi-literal de” ir detrás “” (NIDNTT, Vol. 1, p. 482). También es sinónimo de “ven tras de mí” (opiso mou) y es el llamado más simple al discipulado en Mateo 4:19 y Marcos 1: 17.21 y describe a las personas que deambulaban “… con él” (NIDNTT, p 488). Se esperaba que los discípulos abandonaran su antigua vida y retomaran su nuevo llamado, lo que no valía la pena para algunos (por ejemplo, el joven rico, cf. Marcos 10: 21-22). Pero Jesús no corrió tras aquellos que rechazaron Su llamado. Tomó a sus discípulos y llegó a nuevos oyentes receptivos a su ministerio y mensaje.

Jesús no era el líder de una sinagoga, y no tenemos constancia de su entrenamiento, por lo tanto, la autoridad de Jesús fue cuestionada (Mateo 21:23). Pero su método y mensaje despertaron la atención de miles, y debido a que los primeros discípulos hicieron lo mismo (Hechos 2: 42-47), millones y millones han llegado a conocer a Cristo, incluidos tu y yo. Y podemos hacer lo mismo con su ayuda, como una pequeña banda (o grupo pequeño) que busca emular lo que Él inició.

BUENA SUERTE

Ryan

Leave a Reply

Your email address will not be published.