What is good coaching?

By Roberto Bottrel  [serving European churches, challenging them to make disciple-makers through cells that multiply (centraldna.org). Author of the book Multiplication, The challenge before every Christian, every Leader, and the Church (available@amazon.com in English, Portuguese, Spanish and German)]

As a cell network pastor, I was always worried about how the cell leaders were growing in the Lord and how their cells were developing. At first, I would meet directly with the cell leaders. As we grew in number of cells, we had to raise coaches to oversee the growing numbers of cell leaders. When we passed 100 cells, we had to create a new level in the coaching structure. Then, I would oversee coordinators, who would oversee coaches, who would oversee cell leaders. By doing that we grew up to more than 500 cells in a very easy and peaceful way. Jethro, Moses’ father-in-law, really had a great idea!

But the main concern remained – how are the cell leaders doing? After all, they are the ones who pastor the church. So, our coaching structure became an essential element of our discipleship effort. Build great leaders and you will have great cells. I believe it is one of the pillars of a healthy and growing cell church. We need good coaching!

The two main goals of a good coach is to develop the leader – intimacy with God, spiritual maturity, relationships with friends and family, character and leadership abilities – and to develop the cell – vision, setting goals, guaranteeing health, growth in numbers and in quality, solving conflicts. Both objectives, when well worked on, will lead to multiplication.

If the focus is only on the development of the leader, you might get great Christians, well fed, with all the aspects in their lives in the right place. But you won’t get multiplication. No growth in the cells. We go back to the maintenance mode. Only developing the Christians, once again. We are always running away from that, but it seems like those movies where the bad guy never dies, no matter how hard you try. I have been there.

On the other hand, if the focus is only on the development of the cells, the leaders will feel as they are being used by a lifeless system. It is always about people, but other only people. He is not important. Just a piece in the machine. Nobody really cares what is happening in his life as long as his cells growing. You may get some cells multiplying, but it won’t last long. People will eventually dry out and the whole thing will collapse. I have also been there.

Thank God he has given us the wisdom to learn from our own mistakes (as well as from other peoples’ mistakes) which has allowed us to live the big dream so many times, over and over again: to see good coaches discipling their cell leaders in a loving atmosphere, giving the right inputs needed for them to grow spiritually and fulfill the Lord’s calling for their lives as disciple-makers, while developing the cells in quality and quantity. The result is multiplication. Healthy multiplication, by the way.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O que é mesmo uma boa Supervisão?

Roberto Bottrell

Por Roberto Bottrel [servindo igrejas europeias, desafiando-as a serem fazedoras de discípulos através de células que multiplicam (centraldna.org). Autor do livro Multiplicação, o desafio do cristão, do líder e da Igreja (disponível na loja central.online em Português e @amazon.com em Inglês, Espanhol e Alemão]

Em meu ministério, servindo como Pastor de Rede em uma Igreja em Células, eu sempre me preocupei com o crescimento dos líderes de células em sua vida pessoal com o Senhor e também com o desenvolvimento de suas células. No início eu me encontrava pessoalmente com os líderes de células. À medida que crescemos em número de células, nós tivemos que preparar Supervisores para cuidar deste número crescente de líderes de células. Quando passamos de 100 células, foi preciso criar um novo nível na estrutura de supervisão. A partir daquele ponto, eu ministrava e assumia a responsabilidade pelos Coordenadores, que por sua vez se responsabilizavam pelo cuidado dos Supervisores, que por fim tomavam para si a responsabilidade de cuidar dos líderes das células. Através desta estratégia, crescemos para mais de 500 células de uma forma simples e em paz. O conselho de Jetro, sogro de Moisés, realmente foi excelente!

Mas a principal preocupação continuava lá. Como estão os líderes de células? Afinal de contas, são eles que estão efetivamente pastoreando a Igreja. Desta forma, nossa estrutura de supervisão veio a se tornar um elemento essencial em nosso esforço de discipulado. Forme grandes líderes e você terá células maravilhosas. Eu creio que este é um dos pilares de uma igreja em células saudável e em crescimento. Nós precisamos de bons supervisores!

Os dois objetivos principais de um bom supervisor são: desenvolver o líder – intimidade com Deus, maturidade espiritual, relacionamentos com amigos e família, caráter e habilidades de liderança; e desenvolver a célula – visão, objetivos, crescimento saudável, crescimento em número e em qualidade, resolução de conflitos. Ambos objetivos, quando trabalhados adequadamente, resultarão em multiplicação.

Se o foco estiver somente no desenvolvimento do líder, você pode até formar excelente Cristãos, bem alimentados, com todos os aspectos de suas vidas bem resolvidos. Mas você não terá multiplicação. Não terá crescimento nas células. Nós estaremos voltando à igreja de manutenção, mais uma vez apenas desenvolvendo os cristãos. Apesar de estar sempre tentando fugir desta condição, parece que estamos naqueles filmes onde o bandido nunca morre, não importa o que se faça. Eu já estive lá.

Por outro lado, se o foco estiver somente no desenvolvimento das células, os líderes se sentirão usados por um sistema sem vida. Tudo é sobre pessoas, mas somente para outras pessoas. Eles não se sentirão valorizados, terão a sensação clara de serem peças de uma engrenagem. Ninguém realmente se importa com o que está acontecendo em sua vida, contanto que sua célula esteja crescendo. Nesta estratégia, você pode até ter a multiplicação de algumas células, mas isso não se prolongará por muito tempo. Mais cedo ou mais tarde as pessoas se secarão e tudo vai desmoronar. Eu também já estive lá.

Graças a Deus, Ele tem nos dado a sabedoria de aprender com nossos erros (assim com os erros de outras pessoas) e isso permitiu vivermos o grande sonho várias vezes: poder ver bons supervisores discipularem líderes de células em uma atmosfera de amor, ministrando o que de fato é necessário para que eles cresçam espiritualmente e atendam ao chamado de Deus de servirem como fazedores de discípulos, ao mesmo tempo em que desenvolvem suas células em qualidade e quantidade. O resultado disso é a multiplicação. À propósito, uma multiplicação saudável.

Spanish blog:

¿Qué es una buena supervisión?

Por Roberto Bottrel [sirviendo a las iglesias europeas, desafiándolas a hacer discípulos a través de células que se multiplican (centraldna.org). Autor del libro Multiplicación, El desafío ante cada cristiano, cada Líder y la Iglesia (disponible en @amazon.com en inglés, portugués, español y alemán)]

Como pastor de la red celular, siempre me preocupaba cómo crecían los líderes celulares en el Señor y cómo se desarrollaban sus células. Al principio me reuniría directamente con los líderes celulares. A medida que crecíamos en el número de células, tuvimos que levantar hermanos para supervisar el creciente número de líderes celulares. Cuando pasamos las 100 células, tuvimos que crear un nuevo nivel en la estructura de supervision. Luego, supervisaría a los coordinadores, quienes supervisarian a los supervisores, quienes supervisarían a los líderes celulares. Al hacerlo, crecimos hasta más de 500 células de una manera muy fácil y pacífica. Jetro, el suegro de Moisés, ¡realmente tuvo una gran idea!

Pero la principal preocupación permaneció: ¿cómo están los líderes celulares? Después de todo, ellos son los que pastorean la iglesia. Entonces nuestra estructura de entrenamiento se convirtió en un elemento esencial de nuestro esfuerzo de discipulado. Construye grandes líderes y tendrás grandes células. Creo que es uno de los pilares de una iglesia celular saludable y en crecimiento. ¡Necesitamos una buena supervision!

Los dos objetivos principales de un buen supervisor es desarrollar al líder: intimidad con Dios – – madurez espiritual, relaciones con amigos y familiares, habilidades de carácter y liderazgo. Y desarrollar la visión celular – – establecer metas, garantizar la salud, el crecimiento en números y en calidad, resolviendo conflictos. Ambos objetivos, cuando están bien trabajados, conducirán a la multiplicación.

Si la atención se centra únicamente en el desarrollo del líder, puedes obtener grandes cristianos, bien alimentados, con todos los aspectos de sus vidas en el lugar correcto. Pero no obtendrás multiplicación, no hay crecimiento en las células. Volvemos al modo de mantenimiento. Solo desarrollando a los cristianos, una vez más. Siempre estamos huyendo de eso, pero parece ser que estamos en esas películas en las que el malo nunca muere, no importa cuánto lo intentes. He estado ahí.

Por otro lado, si la atención se centra únicamente en el desarrollo de las células, los líderes sentirán que están siendo utilizados por un sistema sin vida. Siempre se trata de personas, pero de otras personas. El líder no es importante, solo una pieza en la máquina. A nadie le importa realmente lo que está sucediendo en su vida mientras sus células crezcan. Es posible que algunas células se multipliquen, pero no durará mucho. La gente eventualmente se secará y todo colapsará. Yo también he estado allí.

Gracias a Dios, nos ha dado la sabiduría para aprender de nuestros propios errores (así como de los errores de otras personas), lo que nos ha permitido vivir el gran sueño muchas veces, una y otra vez: ver buenos supervisores discipulando a sus líderes celulares. en una atmósfera amorosa, brindando los insumos necesarios para que crezcan espiritualmente y cumplan con el llamado del Señor para sus vidas como discípulos. Mientras desarrollan las células en calidad y cantidad. El resultado es la multiplicación. Multiplicación saludable, por cierto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *