More Than Ever

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

In a few short days, life went from “normal” to being quarantined at home.  Everything seemed to shift in a moment. For me, I normally have a meeting with my mentor once a month, although she is always there when I reach out between our times together.  Our regularly scheduled time to meet was during the first week we were working from home and had so much to do. We decided to cancel the meeting and would resume when life got back to normal.  At the time, I was fine with this, but after a couple of weeks, my heart grew heavy. I wanted to reach out, but didn’t because I thought, “She is busy, and I don’t want to bother her.” I did not reach out.  Later that same week, she sent me a message that said, “I miss you.” My eyes filled with tears. I needed her wisdom and counsel, but I had not reached out.

This made me think about those that I lead.  Had I reached out? Did they know I was there for them?  Am I available to listen, to pray and to encourage? Now, the need to effectively communicate is more important than ever.  We have leaders and cell members that need us, and all we have to do is reach out. At this moment, people are quarantined, isolated and lonely.  Some are finding the solitude to be a blessing, but others are seeing it as a loss. Right now as leaders, we should be connecting and checking in on those we lead more than ever before.

Here are a few ideas: (based on what is allowed in your community)

  • Have regular leader meetings virtually. Get everyone together to see how groups are going, share testimonies and prayer requests.
  • Invite leaders for a virtual coffee date. Spend time with each leader to see how they are doing and what you can do to encourage them
  • Send note cards in the mail to your leaders with scriptures and positivity
  • Drop off a meal or sweet treat
  • Call your leaders/members on the phone and ask questions, like: What has changed in your home recently? How are you taking care of yourself? Are you able to spend time with Jesus regularly? Ask questions and be prepared to help them come up with creative solutions.

Right now is when we have the chance to build up trust with our people and minister like never before, but some leaders have made themselves “unavailable” during this time. Instead, let’s be leaders that connect with those we lead and help them to not only to make it through this pandemic, but help them to soar above it.  They need to hear from us now more than ever.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Agora mais do que nunca

Michelle Geoffrey

Pastora de células na Celebration Church. (www.celebrationchurch.org)

Em poucos dias, a vida passou do que era “normal” para a situação de quarentena em casa. Tudo pareceu mudar instantaneamente. Para mim, o normal seria por exemplo eu ter um encontro com minha mentora uma vez por mês, mesmo sabendo que ela sempre estava disponível sempre que eu precisasse, no período entre os encontros. Nossos encontros aconteciam na primeira semana do mês. Nós trabalhávamos de casa e tínhamos muitos assuntos para conversar. Com tudo o que estava acontecendo, decidimos cancelar os encontros e voltar a nos reunir quando a vida voltasse ao normal. Quando decidimos assim, eu achei que era uma boa decisão, mas depois de algumas semanas, meu coração se agitou quanto a isto. Eu até queria entrar em contato com minha mentora mas acabei não fazendo isso. Eu pensava: “ela deve estar ocupada, não quero incomodar”. Decidi não entrar em contato. Mais tarde naquela semana, recebi uma mensagem dela: “estou com saudade”. Meus olhos se encheram de lágrimas. Eu realmente precisava da sua sabedoria e seus conselhos, mas eu não a procurei.

Esta situação me levou a meditar sobre as pessoas que eu mesma lidero. Será que eu mesma tinha buscado o contato com cada uma delas? Será que cada uma destas pessoas sabia que eu estava disponível para ser contactada? Eu continuava mesmo disponível para ouvir, orar e encorajar cada uma das pessoas que eu lidero? Neste momento a necessidade de comunicação efetiva é mais importante do que nunca. Nós temos líderes de células e membros das células que precisam de nós e tudo que precisamos fazer é buscar o contato com cada um deles. As pessoas estão em quarentena, isoladas e se sentido sozinhas. Algumas até estão se sentindo abençoadas por estes momentos de isolamento, mas muitas outras estão se sentido mal com tudo isso. Nosso papel como líderes agora é estar em contato e acompanhá-los mais de perto ainda.

Seguem algumas ideias. (Use de acordo com o que é possível e permitido na sua própria comunidade)

  • Promova reuniões frequentes com os líderes de célula. Permita que todos os líderes estejam cientes de como todas as células estão caminhando, compartilhe testemunhos e pedidos de oração.
  • Convite líderes individualmente para um “café virtual”. Invista em tempo com cada um dos líderes para se certificar de como eles estão prosseguindo e para encorajá-los na caminhada.
  • Envie mensagens, por email ou carta regular, com passagens Bíblicas e frases de encorajamento.
  • Envie um lanche ou uma sobremesa bem gostosa para seus líderes.
  • Ligue para os líderes por telefone e faça perguntas do tipo: “O que mudou na sua casa e no seu dia-a-dia? Você está se cuidando? Você continua conseguindo separar tempo para seu momento devocional?” Faça as perguntas e esteja preparado para ajudar cada líder através de soluções criativas.

Este é um momento único e podemos aproveitá-lo para aumentar nosso comprometimento e a confiança das pessoas, mas alguns líderes vão se colocar como “indisponíveis” durante este período. Ao invés disso, sejamos líderes que se conectam com suas equipes e as ajudam a não somente atravessar tudo o que está acontecendo, mas fazer isso com excelência. Nossas equipes precisam de nós como nunca.

Spanish blog:

Más que nunca

Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org

En unos pocos días, la vida pasó de ser “normal” a estar en cuarentena en casa. Todo pareció cambiar en un momento. Yo normalmente tengo una reunión con mi mentor una vez al mes, aunque ella siempre está allí cuando me comunico entre nosotros. Nuestro horario habitual para reunirnos fue durante la primera semana que estábamos trabajando desde casa y teníamos mucho que hacer. Decidimos cancelar la reunión y reanudaríamos cuando la vida volviera a la normalidad. En ese momento, estaba bien con esto, pero después de un par de semanas, mi corazón se puso cargó. Quería comunicarme, pero no lo hice porque pensé: “Ella está ocupada y no quiero molestarla”. No me acerqué. Más tarde esa misma semana, ella me envió un mensaje que decía: “Te extraño”. Mis ojos se llenaron de lágrimas, necesitaba su sabiduría y consejo, pero no había me había acercado. 

Esto me hizo pensar en los que lidero. ¿Me había acercado? ¿Sabían que estaba allí para ellos? ¿Estoy disponible para escuchar, orar y animar? Ahora, la necesidad de comunicarse efectivamente es más importante que nunca. Tenemos líderes y miembros de células que nos necesitan, y todo lo que tenemos que hacer es comunicarnos. En este momento, las personas están en cuarentena, aisladas y solitarias. Algunos encuentran que la soledad es una bendición, pero otros la ven como una pérdida. En este momento, como líderes, deberíamos estar conectando y controlando a los que lideramos más que nunca.

Aquí hay algunas ideas: (según lo que está permitido en su comunidad)

▪️Tener reuniones virtuales regulares con los líderes. Reúna a todos para ver cómo van las células comparta testimonios y solicitudes de oración.

▪️Invite a los líderes para una cita virtual de café. Pase tiempo con cada líder para ver cómo están y qué puede hacer para alentarlos.

▪️Envíe tarjetas de notas por correo a sus líderes con escrituras y positividad

▪️Lleve una comida o un dulce a domicilio

▪️Llame a sus líderes / miembros por teléfono y haga preguntas, como: ¿Qué ha cambiado recientemente en su hogar? ¿Cómo te estás cuidando? ¿Eres capaz de pasar tiempo con Jesús regularmente? Haga preguntas y prepárese para ayudarlos a encontrar soluciones creativas.

En este momento es cuando tenemos la oportunidad de generar confianza con nuestra gente y ministrar como nunca antes, pero algunos líderes se han mostrado “no disponibles” durante este tiempo. Al contrario, seamos líderes que se conecten con aquellos a quienes lideramos y ayudemosles a no solo superar esta pandemia, pero también ayudemosles a elevarse por encima de ella. Ellos necesitan saber de nosotros ahora más que nunca.

Sumate a la Obra Misionera a Pueblos No Alcanzados

Leave a Reply

Your email address will not be published.