Stir Up Passion

By Andrew Kirk, Director of Generation 2 generation, Website – www.G2gMandate.org, Social Media – @G2gMandate

Passion is key to inspiration, incentive, pushing forward, and navigating the highs and the lows. It builds momentum, energy, and stamina for perseverance. Passion is like a fire that quickly gains momentum. It is caught, not taught. Passion must be owned in a person’s heart, so that it becomes part of who they are.                                                                  

So what are some of the keys to stirring passion?

A good experience of cell life

creates a desire for more. If people have negative experiences, it won’t inspire them to keep returning. We need to make sure our cells are healthy. And healthy cells will multiply, and the vision will spread enthusiastically.

People want to experience the “benefits”

of being part of a cell. When the cell is used by God to be an instrument of healing and transformation in a person’s life, family, and/or church, the testimony that follows provokes passion both in that person and others who hear. If there is no “benefit” then passion can become hard to maintain. A consistent feeling of receiving nothing or plowing through cell issues week after week can quench passion.

Teaching and discussing the Biblical basis 

for cells will reinforce the belief that they are not just a good idea that will finish when the next idea comes along. Rather, they are the core to the life of the church, both in Biblical times and today. Application of the Word in cell groups will enable people to really apply the truths to their own lives. They will also evaluate themselves from a Biblical foundation, like whether or not they’re living in  community and practicing the one-anothers. This brings head knowledge (logos) to the heart (rhema) and rhema brings passion, a passion that means it naturally overflows to others, including the next generation.

The Bible constantly talks about His Word being in the heart (Hebrews 8:10), because out of the heart comes passion.

People need to be actively involved in the mission,

not a bystander or even just a recipient but a contributor. The more they feel fully engaged, receiving and giving, the more fully integrated they will be into the community of the King.

Ultimately most important is a love for Jesus,

which will have an outworking in love for people and a desire to be part of the cell community where Jesus is center. Love for Jesus and love for people are intertwined in cell life.

These are just a few keys to help to stir up passion for cell ministry.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Aquecendo a paixão

Andrew Kirk, Diretor do “Generation 2 generation”, Website – www.G2gMandate.org, Mídia Social – @G2gMandate

A paixão é a chave para a inspiração, para o incentivo, para a continuidade das ações e para que seja possível prosseguir navegando entre os altos e baixos. É a paixão que cria o “momento”. Ela não é ensinada, é abraçada. A paixão precisa possuir o coração da pessoa, até que se torne efetivamente parte de quem ela é.

Então, quais são algumas chaves para que a paixão seja aquecida?

Uma experiência positiva do viver em células

cria o desejo de viver cada vez mais desta maneira. Quando as pessoas têm experiências negativas, isso faz diminuir seu desejo por retornar. Precisamos nos esforçar para que nossas células sejam sadias. Células sadias se multiplicarão e a visão vai se espalhar com entusiasmo.

A pessoas querem experimentar as “vantagens”

de fazer parte de uma célula. Quando a célula é usada por Deus como instrumento de cura e transformação na vida das pessoas, família e igreja, o testemunho que se segue provoca a paixão tanto em quem testemunha quando naqueles que o ouvem. Se não houver “vantagens” então pode ser difícil manter a paixão acesa. Uma sensação constante de que não se recebe nada e de que somente há batalhas nas questões da célula semana após semana, pode certamente fazer esfriar a paixão.

Ensinar e discutir o embasamento bíblico

para o viver em células reforçará a certeza de que tudo isso não é simplesmente uma boa ideia que desaparecerá quando a próxima ideia chegar. Ao invés disso, é o sentido real da vida da igreja, tanto nos tempos bíblicos como hoje em dia. A aplicação da Palavra de Deus nas células permitirá que as pessoas realmente apliquem estas verdades em suas próprias vidas. Eles também poderão avaliar-se através dos fundamentos bíblicos, se estão ou não vivendo em comunidade e praticando o amor um ao outro. Isto traz entendimento racional (logos) ao coração (rhema) e rhema traz paixão, uma paixão que naturalmente transborda para os outros, incluindo a próxima geração.,

A Bíblia constantemente fala sobre a Palavra de Deus estar no coração (Hebreus 8:10), pois é do coração que vem a paixão.

As pessoas precisam estar ativamente envolvidas na missão

e não apenas assistir ou ainda serem apenas recebedores, mas efetivamente contribuírem. Quanto mais se sentirem engajadas, recebendo e ministrando, mais elas se sentirão completamente integradas elas estarão na comunidade do Rei Jesus.

No final das contas, o mais importante é o amor por Jesus

e o desejo de fazer parte de uma comunidade em células onde o centro é Jesus. O amor a Ele e o amor pelas pessoas fazem parte do tecido que é o viver em células.

Estas são apenas algumas das chaves que podem ser utilizadas para aquecer a paixão pelo ministério em células.

Spanish blog:

Enciende la pasión

Por Andrew Kirk, director de Generación 2, sitio web – www.G2gMandate.org, redes sociales – @ G2gMandate

La pasión es clave para la inspiración, el incentivo, el seguir adelante y navegar por los altos y bajos. La pasión genera impulso, energía y resistencia para la perseverancia. La pasión es como el fuego que rápidamente gana impulso, se toma, no se enseña. La pasión debe pertenecer al corazón de una persona, para que se convierta en parte de lo que es.

Entonces, ¿cuáles son algunas de las claves para despertar la pasión?

Una buena experiencia de vida celular.

crea un deseo de más. Si las personas tienen experiencias negativas, no les inspirará a seguir regresando. Necesitamos asegurarnos de que nuestras células estén sanas. Y las células sanas se multiplicarán y la visión se extenderá con entusiasmo.

La gente quiere experimentar los “beneficios”

de ser parte de una célula. Cuando Dios usa la célula para ser un instrumento de sanidad y transformación en la vida, la familia y / o la iglesia de una persona, el testimonio que sigue provoca pasión tanto en esa persona como en otros que escuchan. Si no hay “beneficio”, la pasión puede volverse difícil de mantener. Un sentimiento constante de no recibir nada o de lidiar con los problemas celulares semana tras semana puede apagar la pasión.

Enseñar y discutir la base bíblica

porque las células reforzarán la creencia de que no son solo una buena idea que terminará cuando surja la siguiente. Más bien, son el núcleo de la vida de la iglesia, tanto en los tiempos bíblicos como en la actualidad. La aplicación de la Palabra en grupos celulares permitirá a las personas aplicar realmente las verdades a sus propias vidas. También se evaluarán a sí mismos desde un fundamento bíblico, como si viven o no en comunidad y practican el amor los unos a los otros. Esto lleva el conocimiento de la cabeza (logos) al corazón (rhema) y rhema trae pasión, una pasión que significa que naturalmente se desborda a los demás, incluida la próxima generación.

La Biblia habla constantemente de que Su Palabra está en el corazón (Hebreos 8:10), porque del corazón surge la pasión.

Las personas deben participar activamente en la misión,

no como un espectador o incluso un destinatario, sino un contribuyente. Cuanto más se sientan plenamente comprometidos, recibiendo y dando, más plenamente integrados estarán en la comunidad del Rey.

En última instancia, lo más importante es el amor por Jesús,

que tendrá una manifestación de amor por las personas y el deseo de ser parte de la comunidad celular donde Jesús es el centro. El amor por Jesús y el amor por las personas están entrelazados en la vida celular.

Estas son solo algunas claves para ayudar a despertar la pasión por el ministerio celular.

Leave a Reply

Your email address will not be published.