Stirring the Passion: the need for the pastor to be involved in cell ministry

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Staying involved in cell ministry is essential to maintain and renew passion. We are only passionate about what we do, hence the importance of the pastor staying at the forefront of cell work. As the pastor remains intimately involved, he will instill passion in the members, which in turn will stoke the flames of passion in his own life. The eyes of the people are on what their pastor does, not what he talks about doing. The people are always watching, even if the pastor doesn’t always notice. The pastor gives value to what he does, not just what he talks about. People grasp what’s important to the pastor by what he does and does not delegate.

If the pastor delegates the direction of cell work, he is sending the message that cell ministry is a secondary effort. The members of the church will interpret what the pastor personally takes on as being the most important. The members will also focus their efforts on what they see the pastor doing. If a pastor focuses on missions, he will have a missionary congregation. If the pastor focuses on  music, the church will be known for its music ministry. Consequently, if the church prioritizes  cell ministry, it will become a healthy, vibrant cell church. The pastor defines the emphasis of the congregation and, therefore, must be passionate about the cells and practicing that belief. In turn, he will be able to get others to behave passionately as well.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

O pastor precisa estar envolvido

By Mario Vega, www.celulas.org.sv

Para manter e renovar a paixão pelo ministério em células, é essencial permanecer pessoalmente envolvido. Nós nos mantemos apaixonados por aquilo que fazemos e, portanto, é possível perceber a importância de o pastor permanecer na linha de frente do trabalho das células. À medida que o pastor permanece intimamente envolvido, ele vai acender a paixão nos membros da igreja, que por sua vez assoprarão a brasa em sua própria vida. As pessoas observam o que seu pastor faz, não o que ele fala que deve ser feito. Elas estão sempre observando, mesmo que o pastor não note isso. O pastor demonstra valor através do que ele efetivamente faz, não apenas sobre o que ele fala. É possível então perceber o que é importante para o pastor pelo que ele faz pessoalmente, sem delegar. 

Se o pastor delegar a direção do trabalho em células, ele está enviando a mensagem de que o ministério das células é um esforço secundário. Os membros da igreja interpretarão que o que o pastor faz pessoalmente é o mais importante. Os membros também vão colocar o foco de seus esforços no que eles virem seu pastor fazer. Se o foco do pastor for o trabalho missionário, ele terá uma igreja missionária. Se o pastor tiver seu foco na música, a igreja será conhecida pelo seu ministério com a música. Por consequência, se a Igreja priorizar o ministério das células, ela será uma igreja saudável e vibrante. O pastor define a ênfase da congregação e, portanto, precisa ser apaixonado pelas células e praticar o que acredita. Ele conseguirá, assim, fazer com que outros vivam esta paixão também.

Spanish blog:

El involucramiento del pastor en el trabajo celular

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Mantenerse involucrado en el trabajo celular es esencial para conservar y avivar la pasión. Solo nos apasiona aquello que hacemos. De allí la importancia de que el pastor se mantenga al frente del trabajo celular. Es la manera como él infunde pasión en los miembros y, al mismo tiempo, se apasiona él mismo. La mirada de las personas está puesta en lo que su pastor hace sin que él lo advierta. Es un hecho que el pastor le da valor a aquello que no delega en otra persona.

Si el pastor delega la dirección del trabajo celular está enviando el mensaje de que ese es un esfuerzo secundario. Los miembros de la iglesia interpretarán como lo más importante aquello que el pastor personalmente asuma. En eso también enfocarán ellos su esfuerzo. Si un pastor se enfoca en las misiones, tendrá una congregación misionera. Si su enfoque es la música, tendrá una iglesia con excelente música. Consecuentemente, si su enfoque y prioridad es el trabajo celular, tendrá una iglesia celular sana y vibrante. El pastor define el énfasis de la congregación y, por eso, debe ser un apasionado de las células para lograr apasionar a los demás.

Leave a Reply

Your email address will not be published.