Give It Away

By Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Cell-based ministry can be brutal on a pastor’s ego — and that is a good thing!

As pastors, our highest priority is the development and health of the church, not self-promotion. However, if we are honest, there might be times we enjoy being needed by people. It is gratifying to pray for a troubled person and see the Lord bring peace and direction. It is thrilling to lead an unbeliever to faith in Jesus. However, Ephesians 4:11 tells us that our job is to equip the saints to do those things.

As Dave Ferguson writes, we are not to be the hero, we are to be the hero-maker. (We can still personally win the lost and comfort the members, but we do that as Christians, not as pastors.)

Cell pastors are hero-makers. We equip leaders to disciple others and then put the ministry in their hands. Whatever we do as pastors, we equip others to do. They are capable of doing it if we train them. God has designed his church to work this way. We might miss being at the center of every ministry moment, but we are empowering the body to do more than we could ever do on our own. 

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Dê tudo

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

Ministério baseado em célula pode ser bruto no ego do pastor – e isso é uma coisa boa!

Como pastores, nossa maior prioridade é desenvolvimento e saúde da igreja, não a auto promoção. Entretanto, se nós formos honestos, poderá haver vezes que nós gostamos de ser necessário às outras pessoas. É gratificante orar por uma pessoa em tribulação e ver o Senhor trazer paz e direção. É empolgante liderar um não crente para a fé em Jesus. Todavia, Efésios 4:11 nos diz que nosso trabalho é treinar os santos para fazer essas coisas.

Conforme Dave Ferguson escreve, nós não somos o herói, nós temos que ser o formador de heróis. (Nós vamos continuar pessoalmente ganhando o perdido e confortando membros, porém nós fazemos isso como cristãos, não como pastores.)

Pastores de células são formadores de heróis. Nós treinamos líderes para discipular outros e então colocamos o ministério em suas mãos. Qualquer coisa que nós façamos como pastores, nós treinamos outros para fazer. Eles são capazes de fazer se nós os treinamos. Deus projetou sua igreja para fazer desse jeito. Nós podemos ter saudades de estar no centro de cada movimento do ministério, porém nós estamos empoderando o corpo para fazer mais do que nós poderíamos fazer por nossa própria conta.

Spanish blog:

Regálalo

Por Steve Cordle, www.crossroadsumc.org

El ministerio celular puede ser brutal para el ego de un pastor, ¡y eso es algo bueno!

Como pastores, nuestra máxima prioridad es el desarrollo y la salud de la iglesia, no la autopromoción. Sin embargo, si somos honestos, puede haber ocasiones en las que nos guste que la gente nos necesite. Es gratificante orar por una persona atribulada y ver al Señor traer paz y dirección. Es emocionante llevar a un incrédulo a la fe en Jesús. Sin embargo, Efesios 4:11 nos dice que nuestro trabajo es equipar a los santos para hacer esas cosas.

Como escribe Dave Ferguson, no debemos ser el héroe, debemos ser el creador de héroes. (Todavía podemos, de manera personal, alcanzar a los perdidos y consolar a los miembros, pero lo hacemos como cristianos, no como pastores).

Los pastores celulares son hacedores de héroes. Equipamos a los líderes para que discipulen a otros y luego pongan el ministerio en sus manos. Todo lo que hacemos como pastores, luego tenemos que entregarlo a otros para que lo hagan. Los demás son capaces de hacerlo si los entrenamos. Dios ha diseñado su iglesia para que funcione de esta manera. Es posible que extrañemos estar en el centro de cada momento del ministerio, pero estamos capacitando al cuerpo para que haga más de lo que podríamos hacer por nuestra cuenta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Free Facilitator PDF download

This book on how to facilitate a small group will help your ministry

You have Successfully Subscribed!