Preparing People through Church Ministry

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

It is obvious that  Ephesians 4,11 and 12 tell Pastors to prepare the saints for the work of ministry. Why, then, so few pastors do it?

A key reason is seminary training. Most seminaries teach that the pastor is the one who does the ministry. For example, in my seminary training I was taught to do all the ministry in all areas myself: preaching, counseling, teaching, praying, administrating, conducting meetings, sessions, etc. I spent four years in seminary learning theology, philosophy, and psychology.

I was trained to be totally equipped to be a good minister. However, I did not have one class on how to train others, not even in my practicum year. I was taught that while pastoring, if somebody showed talent for ministry, I was supposed to send him to the seminary to be prepared. After all, that is what seminaries are for, or at least that’s what we were taught.

We had no clue of training people in the church through the equipping track or relational discipleship. The only preparation was to train Sunday school teachers. Sunday school classes gave people Bible knowledge, but never prepared them for ministry. Teaching informs but discipleship and equipping for ministry transforms.

In the first fifteen years of my pastoral ministry, I tried to be the best in doing everything in the church. If somebody developed a certain gift, I was eager to control this person’s gift because I didn’t want anyone to challenge my pastoral position. What a stupidity!

Only after I met Dr. Ralph Neighbour and his cell church trainings in the early eighties did I realize how far I was from Biblical ecclesiology, and how deeply I was rooted in ecclesiastic tradition. Since I am a hard-headed German by nature, it took me a while to change my values in the area of equipping and developing others for the ministry. I had to go to the cross and die to my pride and controlling ego. Today my greatest joy is to help my members go beyond my own capacity and become more effective than myself.  I share my story in all my trainings in cell ministry around the world.

Our biggest task as pastors today is to develop people and deploy them as fast as possible. We need to multiply ourselves and our ministry. Where is the place for seminary ministry? I believe that before sending a person to seminary, that person should go through the church equipping track and all the ministry trainings the Church offers. The person should first lead a cell, coach other leaders, and even become a network pastor. Afterward, he or she should become part of the staff and then go part-time to a well-chosen seminary, often through online training.

I strongly discourage church to send their people to faraway seminaries.  In most cases, they will not come back or if they do come back, they will bring another vision and values that won’t fit with the church. Pr Dion Robert of Ivory Coast says: “Vision plus vision causes division”

We have to follow Jesus’ model. He spent fifty percent of his time with the twelve, and the other fifty with the people in general. After three years he left the movement we now call “church” in the hands of his disciples. Are we prepared for such an experience?

Help us God!

Robert M. Lay, Cell Church Ministry Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Preparando as Pessoas através do Ministério da Igreja

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

É óbvio que Efésios 4:11 e 12 diz aos Pastores para preparar os santos para o trabalho do ministério. Por que, então, apenas alguns poucos fazem isso?

A razão principal é treinamento de seminário. As maiorias dos seminários ensinam que o pastor é aquele que faz o ministério. Por exemplo, em meu treinamento de seminário eu fui ensinado a fazer tudo do ministério em todas as áreas por mim mesmo; pregação, aconselhamento, ensino, oração, administração, condução de reuniões, treinamentos, etc. Eu gastei quatro anos no seminário aprendendo teologia, filosofia e psicologia.

Eu fui treinado para ser totalmente equipado para ser um bom ministro. Entretanto, eu não tive nenhuma aula sobre como treinar os outros, nem mesmo em meu ano de prático. Eu fui ensinado que enquanto pastoreando, se alguém demonstrasse talento para o ministério, eu deveria enviá-lo para o seminário para ser preparado. Afinal de contas, é para isso que existem seminários, ou ao menos foi isso que nos foi ensinado.

Nós não tínhamos ideia alguma de treinamento das pessoas na igreja através de um trilho de treinamento ou do discipulado relacional. A única preparação para treinar era treinar professores para a escola bíblica dominical. Aulas da escola bíblica dominical deram as pessoas conhecimento bíblico, mas nunca os preparou para o ministério. Ensinar informa, porém discipulado e treinamento para o ministério transformam.

Nos primeiros quinze anos do meu ministério pastoral, eu tentei ser o melhor em fazer tudo na igreja. Se alguém desenvolvesse um certo dom, eu me dedicava em controlar o dom dessa pessoa porque eu não queria que ninguém desafiasse minha posição pastoral. Que estúpido!

Somente depois que eu conheci o Dr. Ralph Neighbour e seus treinamentos para igreja em célula no início da década de oitenta que percebi o quão distante eu estava da eclesiologia bíblica e quão profundo eram minhas raízes na tradição eclesiástica. Como eu sou um alemão de cabeça dura por natureza, levou-me um tempo para mudar meus valores na área de equipar e desenvolver outros para o ministério eu tinha que ir para a cruz e morrer para o meu ego orgulhoso e controlador. Hoje minha maior alegria é ajudar meus membros a ir além de minha própria capacidade e tornarem-se mais efetivos do que eu mesmo. Eu compartilho da minha história em todos os meu treinamentos em ministério em células ao redor do mundo

Nossa maior tarefa como pastores hoje é desenvolver as pessoas e enviá-las o mais rápido possível. Nós precisamos multiplicar a nós mesmos e nossos ministérios. Onde fica então o ministério do seminário? Eu acredito que antes de enviar uma pessoa para o seminário, essa pessoa deveria passar pelo trilho de treinamento da igreja e todos os treinamentos do ministério que a igreja oferece. A pessoa deveria primeiramente liderar uma célula, supervisionar outros líderes e até se tornar um pastor de rede. Depois disso, ele ou ela deveria se tornar parte da equipe e então ir de tempo parcial para um seminário muito bem escolhido, frequentemente através de treinamento online.

Eu fortemente desencorajo a igreja a enviar seu pessoal para seminários distantes. Em alguns casos eles não voltarão e se eles voltarem, eles trarão outra visão e valores que não se encaixa à igreja. Pr. Dion Robert da Costa do Marfim diz: “Visão mais visão causa divisão”.

Nós temos que seguir o modelo de Jesus. Ele gastou cinquenta por cento do seu tempo com os doze e ele gastou os outros cinquenta com as pessoas em geral. Depois de três anos ele deixou o movimento que nós chamamos de “igreja” nas mãos de seus discípulos. Nós estamos prontos para tal experiência?

Deus nos ajude!

Robert M. Lay, Ministério Igreja em Célula Brasil

Spanish bog:

Preparando a las personas mediante el ministerio de la iglesia

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

Es obvio que Efesios 4,11 y 12 les dicen a los pastores que preparen a los santos para la obra del ministerio. Entonces, ¿por qué tan pocos pastores lo hacen?

Una razón clave es la formación en los escuelas de teología. La mayoría enseñan que el pastor es quien hace el ministerio. Por ejemplo, en mi formación en el seminario me enseñaron a hacer todo el ministerio en todas las áreas: predicar, aconsejar, enseñar, orar, administrar, dirigir reuniones, sesiones, etc. Pasé cuatro años en ese seminario aprendiendo teología, filosofía y psicología.

Fui entrenado para estar totalmente equipado para ser un buen ministro. Sin embargo, no tuve una clase sobre cómo entrenar a otros, ni siquiera en mi año de práctica. Me enseñaron que mientras pastoreaba, si alguien mostraba talento para el ministerio, se suponía que debía enviarlo al seminario para que estuviera preparado. Después de todo, para eso están los seminarios, o al menos para eso nos enseñaron.

No teníamos ni idea de cómo capacitar a las personas en la iglesia a través de la ruta de equipamiento o el discipulado relacional. La única preparación fue capacitar a los maestros de la escuela dominical. Las clases de la escuela dominical dieron a las personas conocimiento bíblico, pero nunca las prepararon para el ministerio. La enseñanza informa, pero el discipulado y el equipamiento para el ministerio transforma.

En los primeros quince años de mi ministerio pastoral, traté de ser el mejor en hacer todo en la iglesia. Si alguien desarrollaba cierto don, estaba ansioso por controlar el don de esta persona porque no quería que nadie desafiara mi posición pastoral. ¡Qué estupidez!

Solo después de conocer al Dr. Ralph Neighbour y sus capacitaciones en la iglesia celular a principios de los ochenta, me di cuenta de lo lejos que estaba de la eclesiología bíblica y de lo profundamente arraigado que estaba en la tradición eclesiástica. Como soy un alemán terco por naturaleza, me tomó un tiempo cambiar mis valores en el área de equipar y desarrollar a otros para el ministerio. Tuve que ir a la cruz y morir a mi orgullo y ego controlador. Hoy, mi mayor alegría es ayudar a mis miembros a ir más allá de mi propia capacidad y ser más efectivos que yo. Comparto mi historia en todas mis capacitaciones en el ministerio celular en todo el mundo.

Nuestra mayor tarea como pastores hoy es desarrollar a las personas y desplegarlas lo más rápido posible. Necesitamos multiplicarnos a nosotros mismos y a nuestro ministerio. ¿Dónde está el lugar para el ministerio de seminario? Creo que antes de enviar a una persona al seminario, esa persona debe pasar por la vía de equipamiento de la iglesia y todas las capacitaciones ministeriales que ofrece la Iglesia. La persona primero debe liderar una célula, supervisar a otros líderes e incluso convertirse en un pastor de zona. Posteriormente, él o ella deberían formar parte del personal y luego tomar un parcial en un seminario bien elegido, a menudo mediante capacitación en línea.

Firmemente no aconsejo que la iglesia envíe a su gente a seminarios lejanos. En la mayoría de los casos, no volverán o, si vuelven, traerán otra visión y valores que no encajarán con la iglesia. Pr Dion Robert de Costa de Marfil dice: “Visión más visión causa división”

Tenemos que seguir el modelo de Jesús. Pasó el cincuenta por ciento de su tiempo con los doce y el otro cincuenta con la gente en general. Después de tres años dejó el movimiento que ahora llamamos “iglesia” en manos de sus discípulos. ¿Estamos preparados para tal experiencia?

¡Ayúdanos Dios!

Robert M. Lay, Ministerio de la Iglesia Celular Brasil

Leave a Reply

Your email address will not be published.