Locked Arms

Michelle Geoffrey, cell pastor at www.celebrationchurch.org

My favorite sport to watch is college basketball.  Not because I am very interested in the game of basketball itself, but because there is a certain aspect to it that I find exhilarating…the TEAM.  As five of the players run up and down the court trying to score, the other members of the team players lock arms and sway from side to side in an act of solidarity.  It doesn’t matter that they are not on the court; they are still rallying their teammates to victory or standing beside them in defeat.

This picture of a team is what I believe we see throughout the New Testament.  Paul was in chains for the Gospel, and churches across the Mediterranean world were locking arms with him and cheering him on. In Hebrews 10:24-25, we read, “And let us consider how we may spur one another on toward love and good deeds, not giving up meeting together, as some are in the habit of doing, but encouraging one another—and all the more as you see the Day approaching.”  He was letting the Church know that they needed to stay together as a team, continuing to love, serve and encourage others, even when things got hard.  

Yes, the team will see defeats, but the success of a team comes when it can stay together and face whatever problems comes its way.  We, as pastors and leaders, are stronger when we are part of a team.  As we coach our teams, remember that Jesus chose a team of 12 ordinary men to carry out His mission and ministry to reach the world with the Gospel. But he also had an inner circle of three men, Peter, James and John, with whom he spent the most intimate times of his life. He saw extraordinary leadership and deep faith in these three, so he invested more of his time with them, to develop and train them for leadership. Although they weren’t perfect, Jesus saw great potential in each of them. Do you have an inner circle with whom you are spending more of your time to develop and train for additional leadership in addition to the rest of your team?   

If you have a team serving alongside you, keep up the good work!  If you are serving on your own in any capacity as a cell leader, pastor or ministry leader, ask the Lord to show you the faithful servants that are there to lock arms with you.  Begin building a team of those that will speak truth, spur in love and work hard to carry out the mission and vision that God has entrusted to you.

Two are better than one, because they have a good return for their labor: If either of them falls down, one can help the other up. But pity anyone who falls and has no one to help them up.  ~ Ecclesiastes 4:9-10   

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

De braços dados

Por Michelle Geoffrey, pastora de células na www.celebrationchurch.org

Meu esporte favorito é o basquete universitário. Não porque eu esteja muito interessado no jogo de basquete em si, mas porque há um certo aspecto nele que considero estimulante… a EQUIPE. Enquanto cinco jogadores correm para cima e para baixo na quadra tentando marcar, os outros membros da equipe dão os braços e balançam de um lado para o outro em um ato de solidariedade. Não importa que eles não estejam na quadra; eles ainda estão arregimentando seus companheiros para a vitória ou estando ao lado deles na derrota.

Essa imagem de uma equipe é o que eu acredito que vemos em todo o Novo Testamento. Paulo estava acorrentado pelo Evangelho, e as igrejas em todo o mundo mediterrâneo estavam de braços dados com ele e torcendo por ele. Em Hebreus 10:24-25, lemos: “E consideremo-nos uns aos outros para incentivar-nos ao amor e às boas obras. Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns, mas encorajemo-nos uns aos outros, ainda mais quando vocês veem que se aproxima o Dia.” Ele estava deixando a Igreja saber que eles precisavam permanecer juntos como uma equipe, continuando a amar, servir e encorajar outras pessoas, mesmo quando as coisas ficassem difíceis. 

Sim, a equipe verá derrotas, mas o sucesso de uma equipe vem quando ela consegue ficar junta e enfrentar quaisquer problemas que surjam. Nós, como pastores e líderes, somos mais fortes quando fazemos parte de uma equipe. Enquanto treinamos nossas equipes, lembre-se de que Jesus escolheu uma equipe de 12 homens comuns para cumprir Sua missão e ministério para alcançar o mundo com o Evangelho. Mas ele também tinha um círculo íntimo de três homens, Pedro, Tiago e João, com quem passou os momentos mais íntimos de sua vida. Ele viu uma liderança extraordinária e profunda fé nesses três, então investiu mais tempo com eles, para desenvolvê-los e treiná-los para a liderança. Embora eles não fossem perfeitos, Jesus viu um grande potencial em cada um deles. Você tem um círculo íntimo com o qual está gastando mais tempo para desenvolver e treinar para uma liderança adicional além do resto de sua equipe?   

Se você tem uma equipe servindo ao seu lado, continue com o bom trabalho! Se você está servindo por conta própria em qualquer capacidade como líder de célula, pastor ou líder de ministério, peça ao Senhor para lhe mostrar os servos fiéis que estão ali para dar os braços com você. Comece a formar uma equipe de pessoas que falem a verdade, estimulem com amor e trabalhem arduamente para cumprir a missão e a visão que Deus lhe confiou.

É melhor ter companhia do que estar sozinho, porque maior é a recompensa do trabalho de duas pessoas. Se um cair, o amigo pode ajudá-lo a levantar-se. Mas pobre do homem que cai e não tem quem o ajude a levantar-se! ~Eclesiastes 4:9,10.  

Spanish blog:

Por Michelle Geoffrey, pastora celular en www.celebrationchurch.org 

Mi deporte favorito es el baloncesto universitario. No porque esté muy interesada en el juego del baloncesto en sí, sino porque hay un cierto aspecto en él que encuentro estimulante… el EQUIPO. Mientras cinco de los jugadores corren de un lado a otro de la cancha tratando de anotar, los otros miembros del equipo entrelazan los brazos y se balancean de un lado a otro en un acto de solidaridad. No importa que no estén en la cancha; aun así están llevando a sus compañeros de equipo a la victoria o parados junto a ellos en la derrota. 

Esta imagen de un equipo es lo que creo que vemos en todo el Nuevo Testamento. Pablo estaba encadenado por el Evangelio, y las iglesias de todo el mundo mediterráneo estaban entrelazando sus brazos con él y animándolo. En hebreos 10: 24-25, se dice: “Y consideremos cómo podemos estimularnos los unos a los otros hacia el amor y las buenas obras, sin dejar de reunirnos, como algunos tienen la costumbre de hacer, sino animarnos unos a otros, y tanto más a medida que ve que se acerca el día “. Le estaba haciendo saber a la Iglesia que debían permanecer unidos como equipo, continuar amando, sirviendo y alentando a los demás, incluso cuando las cosas se pusieran difíciles. 

Sí, el equipo verá derrotas, pero el éxito de un equipo llega cuando puede mantenerse unido y enfrentar cualquier problema que se le presente. Nosotros, como pastores y líderes, somos más fuertes cuando formamos parte de un equipo. Mientras entrenamos a nuestros equipos, recuerda que Jesús eligió un equipo de 12 hombres comunes, para llevar a cabo Su misión y ministerio de alcanzar al mundo con el Evangelio. Pero también tuvo un círculo íntimo de tres hombres, Pedro, Santiago y Juan, con quienes pasó los momentos más íntimos de su vida. Vio un liderazgo extraordinario y una fe profunda en estos tres, por lo que invirtió más de su tiempo con ellos, para desarrollarlos y capacitarlos para el liderazgo. Aunque no eran perfectos, Jesús vio un gran potencial en cada uno de ellos. ¿Tienes un círculo íntimo con el que pasas más tiempo para desarrollar y capacitar un liderazgo adicional en adición al resto de tu equipo? 

Si tienes un equipo sirviendo a tu lado, ¡continúa con el buen trabajo! Si estás sirviendo por tu cuenta en cualquier capacidad como líder de célula, pastor o líder de ministerio, pídele al Señor que te muestre los siervos fieles que están allí para unirse a ti. Empieza a formar un equipo de personas que hablarán la verdad, animarán el amor y trabajarán duro para llevar a cabo la misión y la visión que Dios te ha confiado. 

Mejores son dos que uno; porque tienen mejor paga de su trabajo. Porque si cayeren, el uno levantará a su compañero; pero ¡ay del solo! que cuando cayere, no habrá segundo que lo levante. ~ Eclesiastés 4: 9-10 

Leave a Reply

Your email address will not be published.