People of Issachar, Part 1: “Knowing the Signs of the Times”

By Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

How do we move forward during the Covid-19 Pandemic? What does God want us to do? These are questions that are being asked around the world, in every stratum of society. These are questions we, too, asked in March. 

One Scripture has held us steady and also gave direction and momentum: “The Sons of the men of Issachar knew the signs of the times and what to do” (1 Chron. 12:32).

We metaphorically took everything we were doing before Covid-19 and “put it on a shelf” (not in a box or threw it away); We placed them “out of sight” and not a distraction to see and hear the way forward.

Then we looked at the vision and mandate God had given us and asked Jesus to show its relevance according to “the signs of the times” while also showing us “what to do.”

First, we had to know and see “the signs of the times.” In so doing, we took checks and balances from contacts around the world: Pastors and leaders, people with specific areas of specialty relating to the days we are living through, and asking each one, “What do you see as the signs of the times?” Each one agreed on one simple statement, “We are entering the time of the birth pains!”

If that is so, we are in a “game-changer” time. When birth pains come on a woman, she stops everything and goes into a different mode. It is not passive or waiting; it is focused and takes all her energy. It is different from anything she has previously known. She cannot and would not want to “carry on as usual.” She also needs to know “what to do” as the time of birth comes more sharply into focus.

Can I encourage you to become like these men of Issachar? They were a small tribe among many thousands who were warriors and armed for battle. They came “prepared as usual,” but all their weaponry and all their fighting techniques depended on this small group of 200 chiefs.

All we are doing must be applied “to the signs of the times and knowing what to do.” Understanding the birth pains (Matthew 24, Daniel, Revelation) is crucial. Eschatology is no longer just a doctrine to be studied, it is the culture we are living in, and our plans and lives need to beat with the expectation and the challenges of leading a people through the days leading to His return. “To endure to the end” (Matthew 24:13) and “be confident and unashamed before Him on the day of His coming” (1 John 2:28).

Check out www.G2gMandate.org/IssacharNetwork to resource, equip, and empower your cells to be people of Issachar. 

Playlist “Leading the next generation forward”: https://www.youtube.com/G2gMandate

Contact IN@G2gMandate.org for more information.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Povo de Issacar, Parte 1: “Conhecendo os Sinais dos Tempos”

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk

Como nós avançamos durante a pandemia Covid-19? O que Deus quer que nós façamos? Essas são perguntas que estão sendo feitas em todo o mundo, em todos os estratos da sociedade. Essas são as perguntas que nós também fizemos em março.

Uma passagem nos manteve firmes e também deu direção e impulso: “Os filhos dos homens de Issacar sabiam os sinais dos tempos e o que fazer” (1 Crônicas 12:32).

Metaforicamente, nós pegamos tudo o que estávamos fazendo antes de Covid-19 e “colocamos em uma prateleira” (não em uma caixa ou jogamos fora); Nós os colocamos “fora de vista” e não uma distração para ver e ouvir o caminho a seguir.

Em seguida, nós olhamos para a visão e o mandato que Deus nos deu e pedimos a Jesus que nos mostrasse sua relevância de acordo com “os sinais dos tempos”, ao mesmo tempo que nos mostrava “o que fazer”.

Primeiro, nós tínhamos que conhecer e ver “os sinais dos tempos”. Ao fazê-lo, nós examinamos os contatos em todo o mundo: pastores e líderes, pessoas com áreas específicas de especialidade relacionadas com os dias que vivemos e perguntando a cada um: “O que você vê como os sinais dos tempos ?” Cada um concordou com uma declaração simples: “Estamos entrando na hora das dores do parto!”

Se for assim, nós estamos em um momento de “virada de jogo”. Quando as dores do parto surgem em uma mulher, ela para tudo e muda para um modo diferente. Não é passivo ou espera; é focado e consome toda a sua energia. É diferente de tudo que ela conheceu anteriormente. Ela não pode e não quer “continuar como de costume”. Ela também precisa saber “o que fazer” à medida que a hora do nascimento fica mais clara.

Eu posso encorajá-lo a se tornar como esses homens de Issacar? Eles eram uma pequena tribo entre muitos milhares que eram guerreiros e armados para a batalha. Eles vieram “preparados como de costume”, mas todo o seu armamento e todas as suas técnicas de luta dependiam desse pequeno grupo de 200 chefes.

Tudo o que nós estamos fazendo deve ser aplicado “aos sinais dos tempos e saber o que fazer”. Compreender as dores do parto (Mateus 24, Daniel, Apocalipse) é crucial. A escatologia não é mais apenas uma doutrina a ser estudada, é a cultura em que nós vivemos, e nossos planos e vidas precisam ser vencidos com a expectativa e os desafios de liderar um povo nos dias que levam ao Seu retorno. “Perseverar até o fim” (Mateus 24:13) e “ter confiança e não ter vergonha diante Dele no dia da Sua vinda” (1 João 2:28).

Confira  www.G2gMandate.org/IssacharNetwork  para fornecer recursos, equipar e capacitar suas células para serem o povo de Issachar.

Lista de reprodução “Leading the next generation forward” [Liderando a próxima geração adiante, tradução livre]: https://www.youtube.com/G2gMandate

Contate IN@G2gMandate.org para mais informações.

Spanish blog:

Pueblo de Isacar, Parte 1: “Conociendo las señales de los tiempos” 

Por Daphne Kirk, www.G2gMandate.org; Twitter: daphnekirk 

¿Cómo avanzamos durante la pandemia del Covid-19? ¿Qué quiere Dios que hagamos? Estas son preguntas que se plantean en todo el mundo, en todos los estratos de la sociedad. Estas son preguntas que también nos hicimos en marzo. 

Una Escritura nos ha mantenido firmes y también nos ha dado dirección e impulso: “De los hijos de Isacar, doscientos principales, entendidos en los tiempos, y que sabían lo que Israel debía hacer, cuyo dicho seguían todos sus hermanos” (1 Crón. 12:32). 

Metafóricamente tomamos todo lo que estábamos haciendo antes del Covid-19 y “lo pusimos en una gaveta” (no en una caja o lo tiramos); Los pusimos “fuera de la vista” y así no fuera una distracción para ver y escuchar el camino a seguir. 

Luego miramos la visión y el mandato que Dios nos había dado y le pedimos a Jesús que mostrara su relevancia de acuerdo con “las señales de los tiempos” y al mismo tiempo nos mostrara “qué hacer”. 

Primero, teníamos que conocer y ver “las señales de los tiempos”. Al hacerlo, tomamos controles y equilibrios de contactos en todo el mundo: pastores y líderes, personas con áreas específicas de especialidad relacionadas con los días que estamos viviendo, y preguntamos a cada uno: “¿Qué ves como los signos de los tiempos?” Cada uno estuvo de acuerdo en una simple afirmación: “¡Estamos entrando en la época de los dolores de parto!” 

Si es así, estamos en un momento de “cambio de juego”. Cuando una mujer sufre dolores de parto, detiene todo y entra en un modo diferente. No es pasivo ni espera; está enfocado y toma toda su energía, es diferente a todo lo que ha conocido anteriormente. Ella no puede y no quiere “seguir como de costumbre”. También necesita saber “qué hacer” a medida que el momento del nacimiento se acerca más claramente. 

¿Puedo animarte a ser como estos hijos de Isacar? Eran una pequeña tribu entre muchos miles que eran guerreros y estaban armados para la batalla. Llegaron “preparados como de costumbre”, pero todo su armamento y todas sus técnicas de lucha dependían de este pequeño grupo de 200 jefes. 

Todo lo que estamos haciendo debe aplicarse “a los signos de los tiempos y saber qué hacer”. Entender los dolores de parto (Mateo 24, Daniel, Apocalipsis) es crucial. La escatología ya no es solo una doctrina para estudiar, es la cultura en la que vivimos, y nuestros planes y vidas deben superarse con la expectativa y los desafíos de guiar a un pueblo a través de los días que conducen a Su regreso. “Para perseverar hasta el fin” (Mateo 24:13) y “tener confianza y sin vergüenza ante Él en el día de su venida” (1 Juan 2:28). 

Visite www.G2gMandate.org/IssacharNetwork para dotar de recursos, equipar y empoderar a sus células para que sean hijos de Isacar. 

Lista de reproducción “Liderando la próxima generación hacia adelante”:
https://www.youtube.com/G2gMandate 

Póngase en contacto con IN@G2gMandate.org para obtener más información. 

Leave a Reply

Your email address will not be published.