Virtual Cells: People Still Love

By Mario Vega, www.elim.org.sv

Virtual cells have the disadvantage of being impersonal. Participants cannot make direct contact, looking into each other’s eyes. Each one finds himself in his own environment, different and distant from that of the others. The human warmth in the cell is lost because people cannot turn to see each other or comment on something. Participants are limited to showing their faces in small windows and only one person can speak at a time.

The greatest attraction of cells is the love shown in action. Yet, this is very difficult to achieve during a virtual meeting. Even though this is true, members much make a sincere effort to come as close as possible to God’s design for the cell group. One way is for the cell members to be extremely courteous and friendly, more than is customary in a face-to-face meeting. Despite the technological limitations, each person in the cell must try to connect with the guests.

And for this to happen, each guest must receive individual attention. Those new to the group must be given space to express what encourages them or what worries them. Some people feel freer to express what they think virtually; precisely because of how impersonal the experience turns out to be. Many people simply need to be heard. More than to hear others, they have needs and struggles that they long to share in a loving, listening environment. As the cell listens to people in need, they show God’s love and become Christ’s hands and feet to a hurting world.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Reuniões Virtuais Atraentes

Mario Vega, www.elim.org.sv

As células em ambiente virtual carregam a desvantagem de serem impessoais. Os participantes não têm aquela sensação de “olho no olho” com cada uma das pessoas. Cada pessoa está em seu próprio ambiente, diferente e distante uns dos outros. O calor humano das células é perdido pois não se pode simplesmente olhar para o lado e comentar assim que algo é dito. Os participantes mostram apenas o rosto, em pequenas janelas e normalmente só uma pessoa fala de cada vez.

O maior atrativo das células é o amor em ação. Mas é difícil ver isso acontecer da mesma maneira em uma reunião virtual. Ainda que tudo isso seja realmente verdade, os membros devem se esforçar para que tudo aconteça da forma mais similar ao que Deus mesmo planejou para a célula. Uma das maneiras que isso pode ser feito é sendo extremamente simpático e amigável, ainda mais do que seria normal a uma célula presencial. Mesmo com todas as limitações tecnológicas, cada pessoa da célula precisa tentar se conectar com os visitantes.

E para que isso aconteça, cada visitante precisa receber atenção individual. As pessoas novas no grupo tem que receber espaço para expressar o que lhes encoraja e o que lhe traz preocupações. Algumas pessoas sentem-se mais à vontade para expressar o que pensam neste ambiente virtual, exatamente porque é ao final das contas é uma experiência mais impessoal. Mais do que ouvir aos outros, estas pessoas tem necessidades e dificuldades que gostariam de compartilhar em um ambiente amoroso e onde possam realmente ser escutadas. À medida que os membros da célula ouvem às pessoas que têm necessidades, eles podem demonstrar o amor de Deus e tornarem-se seus braços e pernas em um mundo tão sofrido.

Spanish blog:

Células virtuales atractivas

por Mario Vega, www.elim.org.sv

Las células virtuales tienen la desventaja de ser impersonales. Los participantes no pueden establecer un contacto directo, viéndose a los ojos. Cada cual se encuentra en un ambiente propio, diferente y distante del de los demás. El calor humano de la célula se pierde porque las personas no pueden voltearse para verse o comentar algo. Los participantes se limitan a mostrar sus rostros en pequeñas ventanas y solo una persona puede hablar cada vez.

El más grande atractivo de las células es el amor que se muestra por las obras. Algo muy difícil de lograr durante una reunión virtual. Pero se debe hacer el esfuerzo por acercar las cosas a ese ideal. Para ello, los miembros de la célula deben ser extremadamente corteses y amables, más de lo que se acostumbra en una reunión presencial. A pesar de las limitaciones tecnológicas hay que procurar conectar con los invitados. Para eso hay que enfocarse individualmente en cada uno de ellos. También es importante dejarles un espacio para que puedan expresar lo que los anima o lo que los preocupa. Algunas personas se sienten más libres de expresar lo que piensan de manera virtual; precisamente por lo impersonal que resulta ser la experiencia. Muchas personas más que oír lo que desean es ser escuchadas. Al hacerlo, se les está entregando el mensaje del acogimiento en el amor de Jesús.

Leave a Reply

Your email address will not be published.