Community: the Way of Jesus

By Robert Lay, Cell Church Ministry Brazil, www.celulas.com.br

As we look at the life and work of Jesus, we quickly noticed his unique way of forming disciples of Jesus who would eventually lead his church. One of his key formation strategies was eating with his disciples. His last and perhaps most important meeting was the “Last Supper.” Jesus ate with these disciples, formed a community with them, and gave them his most valuable teachings.

Neurologists say that when we eat and converse with other people around a table, we use the side of the brain that is less resistant and more open to consider and analyze new information. We can see this with businessmen who like to conduct important negotiations around a table during a meal—often in a quiet spot in a restaurant. Many deals are closed in such settings.

Jesus loved to eat with people, especially sinners. This is a very effective evangelistic tool. The reality is that cells that eat together are  the most effective in growth and multiplication. Deep community generates effective evangelism. The two times I visited  Pastor Mario Vega’s Church in San Salvador, I went to cell meetings, which all had a time of eating together.

A warm family atmosphere is very attractive because we live in an individualistic society and world. We all have an inner desire to be part of a group and be accepted. We also desire to be touched by God in a special way. Ralph Neighbour says that he wants to have written on his tombstone the words in 1 Corinthians 14:25, “Surely God is in your midst.” Here we have the high point of a house church meeting where the Holy Spirit is at work and an unbeliever is touched  by the Word of God and comes to the conclusion, on his knees saying, “Surely God is in your midst.”

Community is the way of life of Christ’s Bodies. Martin Luther translated the term  “Ecclesia” (Mathew 16)  in the German Bible as “Gemeinde” which means Community. He never used “Kirche” which means Church.  So, the translation of Jesus’ words, “I will build my Church,” in Luther’s Bible would be “I will build my Community.” He grasped the real meaning of community.

More and more pastors, leaders, and people, in general, understand the need for a community atmosphere and life. Large gatherings aren’t able to produce true community.

HELP US GOD!

Robert M. Lay

Cell Church Ministry Brazil

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Comunidade: o Jeito de Jesus

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

Ao olharmos para a vida e obra de Jesus, rapidamente notamos sua maneira única de formar discípulos de Jesus que acabariam por liderar sua igreja. Uma de suas principais estratégias de formação era comer com seus discípulos. Seu último e talvez mais importante encontro foi a “Última Ceia”. Jesus comeu com esses discípulos, formou comunidade com eles e deu-lhes seus ensinamentos mais valiosos.

Os neurologistas dizem que, quando comemos e conversamos com outras pessoas em torno de uma mesa, usamos o lado do cérebro que é menos resistente e mais aberto para considerar e analisar novas informações. Podemos ver isso com empresários que gostam de conduzir negociações importantes em torno de uma mesa durante uma refeição – geralmente em um local tranquilo em um restaurante. Muitos negócios são fechados em tais ambientes.

Jesus gostava de comer com as pessoas, especialmente pecadores. Esta é uma ferramenta evangelística muito eficaz. A realidade é que as células que comem juntas são as mais eficazes no crescimento e na multiplicação. Comunidade profunda gera evangelismo eficaz. Nas duas vezes que visitei a Igreja do pastor Mario Vega em San Salvador, fui a reuniões de células, nas quais todos comeram juntos.

Um ambiente familiar acolhedor é muito atraente porque vivemos em uma sociedade e mundo individualistas. Todos nós temos o desejo interior de fazer parte de um grupo e ser aceitos, principalmente quando nossas necessidades interiores são atendidas e tocadas pela Palavra de Deus e pelas pessoas presentes.

Ralph Neighbour diz que deseja ter escrito em sua lápide as palavras em 1 Coríntios 14:25, “Certamente Deus está no meio de vocês”. Aqui temos o ponto alto de uma reunião de uma igreja doméstica onde o Espírito Santo está operando e um incrédulo é tocado pela Palavra de Deus e chega à conclusão, de joelhos dizendo: “Certamente Deus está no meio de vocês”.

Comunidade é o modo de vida dos corpos de Cristo. Martinho Lutero traduziu o termo “Ecclesia” (Mateus 16) na Bíblia alemã como “Gemeinde” que significa Comunidade. Ele nunca usou “Kirche” que significa Igreja. Então, a tradução das palavras de Jesus, “Eu edificarei minha Igreja”, na Bíblia de Lutero seria “Eu edificarei minha comunidade”. Ele compreendeu o verdadeiro significado da comunidade.

Cada vez mais pastores, líderes e pessoas em geral entendem a necessidade de uma atmosfera e vida comunitária. Grandes reuniões não são capazes de produzir uma verdadeira comunidade.

AJUDE-NOS DEUS!

Robert M. Lay
Ministério Igreja em Célula Brasil

Spanish blog:

Comunidad: el Camino de Jesús

 

Por Robert Lay, www.celulas.com.br

 

Al observar la vida y obra de Jesús, rápidamente notamos su manera única de formar discípulos que eventualmente liderarían su iglesia. Una de sus estrategias clave de formación fue comer con sus discípulos. Su última y quizás más importante reunión fue la “Última Cena”. Jesús comió con estos discípulos, formó comunidad con ellos y les dio sus enseñanzas más valiosas.

 

Los neurólogos dicen que cuando comemos y conversamos con otras personas alrededor de una mesa, usamos el lado del cerebro que es menos resistente y más abierto para considerar y analizar nueva información. Podemos ver esto con los hombres de negocios a quienes les gusta llevar a cabo negociaciones importantes alrededor de una mesa durante una comida, a menudo en un lugar tranquilo de un restaurante. Muchos acuerdos se cierran en tales entornos.

A Jesús le encantaba comer con la gente, especialmente con los pecadores. Esta es una herramienta evangelística muy eficaz. La realidad es que las células que comen juntas son las más efectivas en el crecimiento y la multiplicación. La comunidad profunda genera una evangelización eficaz. Las dos veces que visité la Iglesia del Pastor Mario Vega en San Salvador, fui a reuniones celulares, donde todos tuvieron un tiempo para comer juntos.

 

Un ambiente familiar cálido es muy atractivo porque vivimos en una sociedad y un mundo individualistas. Todos tenemos un deseo interno de ser parte de un grupo y ser aceptados, principalmente cuando nuestras necesidades internas son satisfechas y tocadas por la Palabra de Dios y las personas presentes.

 

Ralph Neighbour dice que quiere tener escrito en su lápida de su tumba las palabras de 1 Corintios 14:25, “Ciertamente Dios está en medio de nosotros”. Aquí tenemos el punto culminante de una reunión de una iglesia en casa donde el Espíritu Santo está obrando y un incrédulo es tocado por la Palabra de Dios y llega a la conclusión, de rodillas diciendo: “Ciertamente Dios está en medio de nosotros”.

 

La comunidad es la forma de vida de los Cuerpos de Cristo. Martín Lutero tradujo el término “Ecclesia” (Mateo 16) en la Biblia alemana como “Gemeinde” que significa Comunidad. Nunca usó “Kirche”, que significa Iglesia. Entonces, la traducción de las palabras de Jesús, “edificaré mi Iglesia”, en la Biblia de Lutero sería “edificaré mi comunidad”. Comprendió el verdadero significado de comunidad.

 

Cada vez más pastores, líderes y personas en general comprenden la necesidad de una atmósfera y una vida comunitaria. Las grandes reuniones no pueden producir una verdadera comunidad.

 

 ¡AYÚDANOS DIOS!

 

Robert M. Lay

Ministerio de la Iglesia Celular Brasil 

Leave a Reply

Your email address will not be published.