Less Busy, More Strategic

By Stephen Daigle, College and Young Adult Pastor at Celebration Church, www.celebrationchurch.org

There has been a lot of research lately on the mental and spiritual health of pastors and what contributes to their health. Of all the things that keep coming up, busyness continues to be a recurring theme in those studies.

I’m a perfectionist. I like to make sure that things get done correctly, especially when it relates to something that I deem to be important. Are you a perfectionist? Be honest. If you are fully aware of the pressure, you feel day in and day out to make everything ‘perfect. You might feel the tendency to do everything. Maybe you think it’s hard to stop.

I’ve been there more than I would like to admit. And maybe you are willing to admit the same thing. Self-awareness is the first step to growth. Acknowledging the need to control everything is a significant first step, but there must be other steps after that.

One of the things that made cell ministry so attractive to me was the concept of shared ministry. The leader not being responsible for every single aspect of the cell was new to me. Instead, the cell leader is responsible for facilitating the delegation of responsibilities to the other cell members. Empowering others is the difference between a bible study and a cell. In a cell, The members are sharing the responsibilities of the cell. In doing this, other members grow and step into new leadership roles. Jesus understood the importance of empowering and sending out those He was discipling (Mark 6). If we are going to be like Jesus, we also need to cultivate a delegation and sending out culture.

Personally, this has been a journey for me. It’s also been very freeing. I’ve heard it said that if someone can do a specific task 70% the way you would do it, you should empower and release them. One of the greatest joys of ministry for me is seeing the individuals I have had the opportunity to empower to walk in their God-given calling. Here are a couple of tips to do this:

  • Identify individuals who are faithful with a given task
  • Release more responsibility to them little by little
  • Give them feedback and encourage them
  • Allow them to take full responsibility for that task

Take a moment to take a deep breath. Ask God to help you see those around you to empower and give more responsibility to those around you. Commit today to take steps towards being less ‘busy’ and more strategic.

Korean blog (click here)

Portuguese blog:

Menos ocupado, Mais estratégico

Stephen Daigle, Pastor de Jovens Adultos e Universitários na Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Nos últimos tempos tem sido feitos diversos estudos a respeito da saúde espiritual e mental de pastores e sobre o que pode contribuir para sua saúde de uma forma geral. De todos os achados, o fato de estar excessivamente ocupado é algo que tem se repetido em todos os estudos.

Eu sou perfeccionista. Gosto de me certificar de que tudo foi feito corretamente, especialmente no que diz respeito às coisas que considero importantes. Você também é perfeccionista? Seja honesto. Quando você tem completa consciência da pressão à que está submetido, você acaba tentando fazer tudo perfeito, diariamente. Você pode inclusive tender a querer fazer tudo. Talvez você também perceba que é difícil deixar este modo de ação.

Eu já me senti assim muito mais do que gostaria de admitir. Talvez você também esteja disposto a admitir isso. Conhecer a si mesmo é o primeiro passo para o crescimento. Reconhecer que você sente a necessidade de controlar as coisas é um passo muito importante, mas há outros passos a dar.

Uma das coisas que tornam o ministério em células tão atrativo a mim é exatamente o conceito de ministério compartilhado. O fato de o líder não ser responsável por cada aspecto da célula foi realmente algo novo para mim. Ao invés disso, o líder de célula é responsável por permitir e coordenar a delegação de responsabilidades aos outros membros da célula. Empoderar as pessoas é a diferença entre um estudo bíblico e uma reunião de célula. Na célula, os membros estão compartilhando as responsabilidades. Ao fazer isso, os membros crescem e passam a desempenhar novas funções de liderança. Jesus entendia a importância do empoderamento e do envio daqueles que Ele estava discipulando (Marcos 6). Se nosso objetivo é sermos como Jesus, precisamos cultivar a cultura de delegar e de enviar.

Tudo isso tem sido uma grande jornada para mim. Também tem sido libertador. Eu já ouvi dizer que se alguém consegue realizar uma tarefa 70% do que você consegue, você deveria empoderar e liberar esta pessoa para prosseguir. Para mim, uma das maiores alegrias do ministério é poder assistir as pessoas que eu tive a oportunidade de empoderar caminharem em seu próprio chamado, segundo a vontade de Deus. Seguem algumas dicas para que isto aconteça:

  • Identifique as pessoas que são fiéis em algo que lhes foi confiado
  • Conceda mais responsabilidade a estas pessoas, pouco a pouco.
  • Compartilhe suas impressões sobre como tudo está sendo feito, e encoraje-os
  • Permita que eles se encarreguem por complete destas tarefas

Pare por um instante e respire fundo. Peça ajuda a Deus para conseguir perceber a quem empoderar e dar mais responsabilidades. Comprometa-se em caminhar rumo a ser menos “ocupado” e mais estratégico.

Spanish blog:

Menos ocupado, más estratégico

Por Stephen Daigle, pastor universitario y de jóvenes adultos en Celebration Church, www.celebrationchurch.org

Últimamente se han realizado muchas investigaciones sobre la salud mental y espiritual de los pastores y lo que contribuye a su salud en general. De todas las cosas que siguen surgiendo, el ajetreo diario sigue siendo un tema recurrente en esos estudios.

Soy perfeccionista. Me gusta asegurarme de que las cosas se hagan correctamente, especialmente cuando se relaciona con algo que considero importante. ¿Eres perfeccionista? Se honesto. Si eres plenamente consciente de la presión, te esforzarás día tras día para que todo sea “perfecto”. Puedes sentir la tendencia a hacer todo. Quizás pienses que es difícil parar.

He estado allí más de lo que me gustaría admitir. Y tal vez tu estés dispuesto a admitir lo mismo. La autoconciencia es el primer paso para crecer. Reconocer la necesidad de controlar todo es un primer paso importante, pero debe haber otros pasos después de eso.

Una de las cosas que hizo que el ministerio celular fuera tan atractivo para mí fue el concepto de ministerio compartido. El hecho de que el líder no fuera responsable de todos los aspectos de la célula era algo nuevo para mí. En cambio, el líder de la célula es responsable de facilitar la delegación de privilegios a los otros miembros de la célula. Empoderar a otros es la diferencia entre un estudio bíblico y una célula. En una célula, los miembros comparten las responsabilidades de la misma. Al hacer esto, otros miembros crecen y asumen nuevos roles de liderazgo. Jesús entendió la importancia de empoderar y enviar a aquellos a quienes estaba discipulando (Marcos 6). Si vamos a ser como Jesús, también necesitamos cultivar la delegación y una cultura de emparedar.

Personalmente, este ha sido un viaje para mí. También ha sido muy liberador. He oído decir que si alguien puede hacer una tarea específica en un 70% de la forma en que tú la harías, debes empoderarlo y liberarlo. Una de las mayores alegrías del ministerio para mí es ver a las personas a las que he tenido la oportunidad de capacitar para caminar en el llamado que Dios les ha dado. Aquí hay un par de consejos para hacer esto:

  • Identificar personas que son fieles en una determinada tarea.
  • Libéreles más responsabilidad poco a poco
  •  Dales retroalimentación y anímalos
  •  Permítales asumir la responsabilidad total de esa tarea.

Tómate un momento para respirar profundamente. Pídele a Dios que te ayude a ver a quienes te rodean para empoderar y darles más responsabilidad. Comprométete hoy a tomar medidas para estar menos “ocupado” y ser más estratégico.

Leave a Reply

Your email address will not be published.